Conecte-se agora

Mulheres divulgam manifesto contra a contratação do goleiro Bruno

Publicado

em

A contratação do goleiro Bruno pelo Rio Branco se tornou o assunto mais comentado na capital acreana. Até a pandemia da Covid-19 foi “esquecida” diante da enorme repercussão sobre o caso.

O presidente do Estrelão, Neto Alencar, garante que a diretoria não volta atrás e Bruno só não joga com a camisa do clube com mais títulos na história do futebol profissional do Acre se não quiser.

O dirigente, caso mantenha a palavra a resista a toda repercussão negativa, será uma exceção na carreira do jogador após ser condenado a 20 anos e 9 meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho.

Nos últimos anos, a contratação do goleiro, que foi ídolo e campeão brasileiro pelo Flamengo em 2009, tem repetido o mesmo enredo. O clube contrata, há uma enorme repercussão, perda de patrocínio e a desistência por parte do time.

Clubes como Operário do Mato Grosso e Fluminense de Feira de Santana na Bahia, tentaram a contratação e foram obrigados a desistir da ideia.

Desde que foi preso, Bruno jogou, em 2017, cinco partidas pelo Boa Esporte de Minas Gerais, antes de voltar à cadeia por decisão do STF. Em outubro do ano passado, chegou a assinar contrato, mas só jogou 45 minutos com a camisa do Poço de Caldas, equipe da 3º divisão do futebol mineiro.

A última manifestação de pressão para que o Rio Branco desista da contratação do goleiro vem das mulheres do Acre. O manifesto, assinado por mais de 30 entidades, lembra que o Acre tem um dos mais altos índices de crime contra as mulheres.

Leia abaixo na íntegra:

Manifesto das Mulheres do Acre contra a contratação do feminicida Bruno

Nós, mulheres do Acre, estamos vindo a público manifestar o nosso repúdio ao Rio Branco Futebol Clube pela contratação do feminicida goleiro Bruno Fernandes.

Não podemos supor que se trate de algo diferente de uma afronta, de um escárnio para com a sociedade acreana e para com a luta das mulheres. É um desrespeito com as vítimas do machismo, da misoginia e do feminicídio. Um desrespeito, também, com a família de Eliza Samúdio que, até hoje, não pôde velar o seu corpo.

Para iniciar uma remissão de verdade, Bruno deveria no mínimo revelar onde está o corpo de Eliza, dando, assim, uma oportunidade de seus parentes dar-lhe um enterro decente e prestar-lhes as homenagens que desejarem a uma mulher que foi morta porque reivindicava seus direitos e de seu filho.

Todos os dias, mulheres diversas sofrem os mais distintos tipos de violências inimagináveis, bem como Eliza que reivindicava o direito basilar de pensão alimentícia.

É uma afronta e um escárnio, sim, o Rio Branco tomar tal decisão em um estado que tem um dos mais altos índices de crimes de violência contra a mulher, segundo os dados do Monitor da Violência.

Se torna afrontoso e vergonhoso que um time acreano se mostre distanciado das causas e das lutas das minorias e se submeta à execração pública, à repulsa de seus próprios torcedores e à condenação da sociedade em que está inserido. Isso nos faz retornar aos tempos no qual o Acre era o local para onde eram enviados sujeitos rejeitados no Sul-Sudeste, os desterrados de 1904 e 1910. O Acre, assim, continua sendo apresentado como um lugar para aqueles que não são bem vindos lá.

Sobre o futebol, lembramos que esse esporte forma ídolos de crianças, jovens e adultos, o que torna inconcebível que crianças admiradoras de seus atletas possam, em algum momento, ter como ídolo o Goleiro Bruno como pretende o histórico time que, com essa contratação, venha projetar esse homem como líder para sua torcida.

Não estamos aqui defendendo que Bruno não tenha direito à ressocialização, a um trabalho que garanta o sustento na sua retomada pelo caminho do bem, dentro dos preceitos legais que a sociedade exige. Não! Não é isso. Bruno pode e deve trabalhar, mas não em posição de destaque dentro do futebol. Não numa posição que possa destacá-lo como ídolo, como herói de uma torcida. Heróis se pautam pela justeza, pela ética, pelo respeito aos direitos humanos.

Neste momento de indignação, nós, mulheres dos movimentos sociais organizados, nos juntamos à demais instituições da sociedade civil, dirigidas e apoiadas por homens e mulheres, torcedores e instituições democráticas legalmente constituídas, para EXIGIR que a diretoria do Rio Branco Futebol Clube reveja, IMEDIATAMENTE, a decisão da contratação do Goleiro Bruno.

EXIGIMOS, ainda, que sua diretoria venha a público, diante da sociedade e de sua valorosa torcida, pedir desculpas pela afronta que fez. EXIGIMOS ainda uma manifestação dos patrocinadores, pois como consumidoras, não aceitaremos que empresas locais das quais somos clientes, patrocine esse tipo de iniciativa.

Finalizando, a título de pedido, queremos que o Rio Branco Futebol Clube dê o exemplo ao Acre, ao Brasil e ao Mundo, acrescentando em seu estatuto a decisão de não mais contratar homens condenados por crimes contra mulheres.

Rio Branco, 27 de julho de 2020

Assinam:
IMA/Instituto Mulheres da Amazônia
MAMA/Movimento Articulado de Mulheres da Amazônia
AMB/Articulação de Mulheres Brasileiras
UBM/Uniao Bradileira de Mulheres
CEDIM/Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres
SITOAKÖRE- Organizacao de Mulheres Indígenas do Acre, Sul do Amazonas e Noroeste de Rondônia
ADUFAC
MMC/Movimento de Mulheres Camponesas
ABMCJ/Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Juridica – Comissão do Estado do Acre
CEDDHEP/Centro de Defesa dos Direitos Humanos e Educação Popular – Acre
Associação das Mulheres Negras do Acre
ASDAC/Associação de Dança do Estado do Acre
REMUT- Rede de Mulheres de Tarauacá
ABORDA – Associação Brasileira de Redução de Danos
Gegt Acolher/Grupo de estudos em Gestalt-terapia do Acre
AJEB/Associação de Jornalistas e Escritoras Brasileiras, seção Acre
Associação Agá & Vida
Grupo Vivarte
Federação de Teatro do Acre – FETAC
Grupo Aguadeiro
AsAguadeiras
Cia Visse e Versa
Coletiva Teatral Es Tetetas
Coletivo Tempo de Teatro
Companhia de Teatro Expressão
Coletivo Elas que lutam do Sinasefe- IFAC
CRP/Conselho Regional de Psicologia) 24 – Seção Acre
ABRAJET/Associação Brasileira de Jornalistas em Turismo
COMPIR/Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial
Tropa Mamulungu
Coletivo Bocudas – Brasiléia

Cotidiano

Homem é atropelado e morre em via pública na Conquista; motorista fugiu do local

Publicado

em

Francisco Fortunato da Silva, de 37 anos, foi encontrado morto em via pública após ser atropelado na madrugada deste sábado, 18, na rua Valdomiro Lopes no bairro Conquista, em Rio Branco (AC).
Segundo informações da Polícia, Francisco estava caminhando na rua, quando um condutor de um veículo ainda não identificado pela Polícia, colidiu violentamente contra a vítima que foi arremessada e caiu desmaiada no asfalto.
Populares que estavam no posto de combustível nas proximidades do acidente, relataram a polícia que escutaram apenas um barulho muito forte e quando foram averiguar o que tinha acontecido encontraram Francisco desmaiado e viram um veículo que saiu rapidamente do local.
A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e que quando os paramédicos chegaram ao local, apenas constataram a morte de Francisco. O Médico do SAMU informou que a vítima estava com várias fraturas pelo corpo e no pescoço.
A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.
Familiares da vítima compareceram ao local e informaram que Francisco morava nas proximidades do Horto Florestal na capital. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Continuar lendo

Cotidiano

Náuas realiza peneira na tarde deste sábado para formação de seus times sub-15 e sub-17 no Florestão

Publicado

em

A garotada que sonha em jogar futebol tem uma boa oportunidade de ingressar no time do Náuas que realiza na tarde deste sábado, 18, uma peneira para formar times na sua base.

A oportunidade é para quem tem até 15 anos e para garotos que estão na faixa etária de 16 e 17 anos. As vagas são para jogadores de linha e também goleiros.

Mesmo o Náuas sendo sediado em Cruzeiro do Sul, a peneira acontece em Rio Branco,  no Campo “B”, da Federação, logo atrás do Florestão, a partir das 15 horas.

Continuar lendo

Cotidiano

Com 158 vagas, Senac abre inscrições para cursos em Rio Branco; saiba mais

Publicado

em

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Acre abriu na última quinta-feira, 16/9, inscrições online para 160 vagas gratuitas em oito cursos distintos. Os cursos são ofertados por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG) e tem como objetivo promover a inclusão social de pessoas de baixa renda.

As inscrições acontecerão somente pela Internet até segunda-feira, 20 de setembro, por meio do link http://psg.ac.senac.br/site/cursos-psg. As vagas são para os cursos de Assistente de Logística, Assistente de Marketing e Vendas, Assistente de Recursos Humanos, Frentista, Montador e Reparador de Computador, Operador de Caixa, Operador de Computador e Assistente Administrativo. E acontecerão no Núcleo de Educação Profissional Palácio do Comércio.

Para participar, o interessado deve acessar o site, ler o edital, escolher o curso que deseja concorrer e preencher sua inscrição no Programa. Os candidatos devem atender a algumas exigências, como ter renda familiar per capita de até dois salários-mínimos, ter idade igual ou superior à idade mínima exigida para acesso ao curso e ter escolaridade exigida para o curso escolhido. Todas essas informações encontram-se no edital publicado (nº. 033/2021).

A classificação dos inscritos vai obedecer a ordem de inscrição, atendimentos aos critérios de seleção e quantidade de vagas oferecidas em cada curso. O resultado da classificação será divulgado no dia 22 de setembro, no site do Senac Acre. portal.ac.senac.br/psg

Continuar lendo

Cotidiano

Mega-Sena pode pagar R$ 23,5 milhões neste sábado; apostas podem ser feitas até as 19h

Publicado

em

Mega-Sena pode pagar R$ 23,5 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h em lotéricas ou pela internet. Valor da aposta mínima é de R$ 4,50.

O concurso 2.410 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 23,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste sábado (18) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas