Conecte-se agora

Nicolau Júnior destaca eficiência do MP na retomada de voos da Gol para Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), enalteceu a decisão do juiz de Cruzeiro do Sul, Erik da Fonseca Farhat, que determinou nesta segunda feira (27), que a Gol Linhas Aéreas Inteligentes S.A. retome os voos e vendas de passagens aéreas para Cruzeiro do Sul a partir do dia 5 de agosto, sob pena de multa diária de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).

Os voos foram cancelados em março no início da pandemia de coronavírus e o pedido de não paralisação dos serviços da Gol partiu do promotor Iverson Bueno, do Ministério Público de Cruzeiro do Sul.

O parlamentar elogiou a eficiência do Ministério Público e da Magistratura de Cruzeiro do Sul nessa decisão que segundo ele, beneficia a população do município e demais cidades do Vale do Juruá.

“Estou muito feliz com essa notícia. Parabenizo o promotor Iverson Bueno e o juiz, Erik da Fonseca, pela decisão acertada. Sabemos que o transporte aéreo é serviço essencial e, por este motivo, não pode parar. Principalmente quando se trata das regiões remotas do Brasil”, destacou o progressista.

Agência Aleac

Destaque 4

Vanda quer inclusão de pescadores e ribeirinhos no Programa de Aquisição de Alimentos

Publicado

em

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac) iniciou na manhã de hoje (18) na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do Acre, em Rio Branco, as tratativas e alinhamentos para a inclusão de pescadores artesanais e populações ribeirinhas no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Junto a Superintendente da CONAB, Alessandra Ferraz, Vanda Milani destacou a importância de melhorar a situação econômica e social dos pescadores artesanais e das populações que vivem nas margens dos rios em todo o estado do Acre.

“Essas categorias merecem um olhar diferenciado por parte do governo federal. No que depender do nosso empenho, vamos continuar trabalhando para melhorar a qualidade de vida de todos” garantiu.

Vanda Milani relatou as dificuldades enfrentadas pelos pescadores e ribeirinhos durante a pandemia, enfrentando os impactos econômicos gerados pela crise financeira e a escassez do pescado.

A inclusão visa beneficiar os pescadores artesanais e ribeirinhos com a garantia de compra de sua produção através do PAA. Para a deputada, os alimentos podem ser aproveitados regionalizando a merenda escolar.

“Estamos tratando de um produto de elevado valor nutricional, essencial para a política de assistência às camadas da população em estado de subnutrição e de insegurança alimentar”, analisou a deputada.

Continuar lendo

Destaque 4

Mailza Gomes se reúne com moradores da Unidade de Gestão Ambiental Integrada Jurupari

Publicado

em

Objetivo do encontro com moradores, Sema e Iteracre foi tratar da doação da Floresta Estadual do Afluente ao Estado do Acre; área pertence a União

Em agenda pelo interior do Acre, a senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) se reuniu nesta quinta-feira, 17, na sede da Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Jurupari, localizada às margens da BR-364, entre Manoel Urbano e Feijó, com moradores da Floresta Estadual do Afluente para ouvir reivindicações e tratar da proposta de doação da área ao Estado do Acre – atualmente sob domínio da União – para implantação de uma unidade de conservação de uso sustentável.

“Com a administração do estado, potencializa esse fomento produtivo, uma vez que todos os resultados socioprodutivos, ambientais e econômicos será rentável ao Estado e, especialmente, aos moradores da região. Além disso, a iniciativa de preservação ambiental com renda para quem mora na região atua diretamente na melhoria da vida dos moradores ao mesmo tempo que a floresta vai estar protegida”, disse a senadora.

Na ocasião, eles pediram apoio ainda de Mailza Gomes para melhorias de infraestrutura da comunidade nos setores ramal, internet e regularização de terras.

A parlamentar destacou que o processo de doação, com encargo do Estado do Acre, já foi encaminhado ao Senado Federal e se disponibilizou ajudar na resolução das demandas.

A doação/repasse da União ao Estado potencializa ainda mais a viabilidade de uma economia dinâmica aos moradores da região.

Estiveram presentes o presidente do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), o diretor jurídico Leandro Simão Araújo, a consultora Cida Azevedo, ambos do Iteracre e o chefe da Divisão dos Áreas Naturais e Protegidas da SEMA, Adriano Alex Santos.

UGAI Jurupari

Construída por meio de uma parceria entre o Instituto de Terras do Acre (Iteracre) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), a Ugai do Jurupari é a base de referencia do governo para as políticas publicas e o ponto de apoio às comunidades da região da Floresta Estadual do Afluente do Complexo do Seringal Jurupari, que possui uma área de 155 mil hectares.

A Sema, responsável pela criação e gestão da nova Unidade de Conservação, cuida da gestão de todo o espaço da Ugai.

Continuar lendo

Destaque 4

FIEAC integra movimento Unidos pela Vacina para ajudar no armazenamento de imunizantes

Publicado

em

Coordenada pela Energisa Acre, iniciativa irá doar equipamentos para conservação de imunizantes contra a Covid-19 em municípios do estado

Municípios acreanos receberão câmaras frias, geladeiras, freezers para a conservação local de vacinas contra a Covid-19, além de computadores para melhoria na troca de informações com o Ministério da Saúde. Tudo isso graças ao movimento Unidos pela Vacina, coordenado no estado pela Energisa com apoio da FIEAC, Fecomércio, Acisa, Associação Acreana de Supermercados (ASAS) e Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Acre (Adacre).

O anúncio das doações foi realizado na manhã desta quinta-feira, 17 de junho, em coletiva de imprensa na sede da Casa da Indústria, em Rio Branco. Segundo o presidente da FIEAC, José Adriano, o movimento busca dar as mesmas condições de estrutura para que todas as prefeituras acreanas consigam ter condições de imunizar sua população.

“E isso traz um retorno para gente, do ponto de vista da solidariedade, e também com a esperança de retornarmos o mais rápido possível à melhoria econômica. Essa é mais uma das inúmeras ações sociais que as federações do setor produtivo e associações comerciais reforçam para possamos superar esse momento difícil. A Energisa está de parabéns por liderar esse movimento”, declarou o presidente da FIEAC.

O diretor-presidente da Energisa Acre, José Adriano Mendes Silva, diz que foi feito um levantamento das maiores necessidades das prefeituras e foi decidido contribuir com o armazenamento das vacinas e na facilitação do repasse de informações ao Ministério da Saúde. Serão 13 câmaras frias, 30 geladeiras, 24 freezers e 13 computadores.

“É um projeto da sociedade civil, com apoio do grupo Mulheres do Brasil, e que aqui no Acre tem participação do setor empresarial. A Energisa aderiu, juntamente com FIEAC, Fecomércio e Acisa, e nosso objetivo é apoiar o processo de vacinação, doando esses equipamentos aos municípios, em um ato de entrega que deve ocorrer na primeira quinzena de julho”, frisou o diretor-presidente da Energisa.

Também participaram da solenidade o presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, o empresário Rubenir Guerra, representante da Acisa, e o superintendente do Sebrae no Acre, Marcos Lameira.

Continuar lendo

Destaque 4

Com terceirizados a mingua, deputado diz que Socorro Neri nem retorna mensagens

Publicado

em

Os terceirizados do Estado do Acre voltaram a viver dias de agonia. A Secretária de Estado de Educação, que chegou a anunciar como uma das onze medidas do Governo do Estado do Acre o pagamento dos débitos com os terceirizados, está devendo o pagamento referente a fevereiro para algumas empresas que hoje alegam não terem mais condições de arcar com o pagamento de seus trabalhadores.

O ac24horas apurou que os empresários de terceirizadas afirmam que a SEE age sem compromisso e responsabilidade com intuito de quebrar as empresas locais para trazer uma outra empresa terceirizada do Amazonas.

O deputado Fagner Calegário (Podemos) confirma o atraso nos repasses e afirma está decepcionado com a falta de retorno da secretária Socorro Neri. “Os atrasos dos pagamentos dos trabalhadores terceirizados são injustificáveis. Talvez ela responda alguma coisa quando alguém morrer de fome”, disse o deputado, que recentemente retirou sua assinatura da CPI da Educação temendo que os terceirizados fossem prejudicados.

O parlamentar reclamou que a Secretária Socorro Neri se quer da retorno as ligações e as mensagem enviadas via WhatsApp. “Será que se ela estivesse com salário atrasado, ela estaria trabalhando?”, questionou.

O ac24horas apurou que atualmente os trabalhadores das empresas Alicerce e Tecnews, no município de Senador Guiomard, reivindicam o pagamento de 4 meses de salário atrasado.

Sobre esse assunto, Calegário culpou a secretaria de Educação. “Aí são dois problemas, o primeiro é que não vejo nenhum esforço da SEE para resolver o problema dos trabalhadores que já deveriam ter recebido diretamente da secretaria. Dois, é que a SEE não paga as empresas e elas estão indo a falência”.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas