Conecte-se agora

Xapuri voltará a proibir cultos e academias após alerta do MP sobre responsabilização

Publicado

em

Procuradora-chefe esteve no município e fez orientações sobre adequação ao decreto estadual

A prefeitura de Xapuri vai voltar a proibir os eventos religiosos e o funcionamento de academias de ginástica durante o período de pandemia do novo coronavírus. O município havia liberado o funcionamento das igrejas desde o início do mês de junho e dos espaços de atividade física desde o começo de julho. Em ambos os casos, as autorizações foram dadas com uma série de medidas de prevenção e protocolos de higienização.

O decreto que voltará a proibir essas atividades deverá ser editado até o meio-dia desta sexta-feira, 17, segundo informou o prefeito Ubiracy Vasconcelos. A cidade é uma das 11 que estão em desacordo com o Pacto Acre sem Covid, do governo do estado, que estipula os critérios para os setores comerciais e empresariais voltarem a funcionar de acordo com a fase da regional à qual o município está inserido.

No decreto que estabeleceu o Pacto Acre sem Covid, o governo definiu em níveis representados por cores as etapas da estratégia de retomada das atividades em todas as regionais do estado: vermelho, de emergência; laranja, de alerta; amarelo, de atenção; e verde, de cuidado. A cada sete dias, o comitê faz uma nova avaliação sobre os avanços obtidos fazendo ou não reclassificações.

Pelo plano apresentado pelo governo, os eventos religiosos só poderão ser reabertos a partir da fase amarela, com apenas 30% da capacidade de público nos espaços, e na fase verde, com 60%, seguindo todos os protocolos de prevenção. As academias de ginástica, clubes esportivos e de lazer e similares poderão ser reabertos na fase verde, seguindo os protocolos sanitários, com capacidade limitada a 60% da capacidade total.

Até o momento, segundo as últimas informações do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, quase todas as regionais do estado seguem na fase vermelha, de emergência, com exceção da regional do Juruá, Tarauacá/Envira, que foi reclassificada no último dia 6 para o nível laranja, que quer dizer alerta.

Na última segunda-feira, 13, o Ministério Público deu um prazo de 72 horas para que todas as prefeituras do estado cumpram integralmente com os termos do decreto governamental. O MP chamou a atenção dos gestores municipais para a possibilidade de abertura de Ação Civil Pública no caso de desobediência.

Na noite desta quinta-feira, 16, a prefeitura de Xapuri realizou uma audiência pública virtual, com a participação dos secretários de Saúde e Educação, onde foram apresentadas informações sobre o combate à pandemia e discutidas as próximas medidas que serão tomadas, entre elas o fechamento das atividades que estavam funcionando.

Mais cedo, a procuradora-geral do Ministério Público do Acre, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, esteve em Xapuri, onde conversou com o prefeito Ubiracy Vasconcelos. Na reunião, ela fez orientações e advertiu que, caso a recomendação do MP não seja acatada e isso resulte em aumento dos casos, o prefeito poderá ser responsabilizado.

Na transmissão pela internet, Ubiracy Vasconcelos informou que vai se adequar ao decreto estadual, mas disse que vai buscar os meios adequados para que o seu município seja avaliado individualmente e não pelo critério que considera os dados de toda a regional do Alto Acre. Segundo ele, a situação de Xapuri está controlada e não se assemelha com a dos vizinhos.

“Vou fazer um decreto de uma semana apenas, pois não vou desistir de reabrir as igrejas e as academias e de dizer que Xapuri está bem. Respondemos hoje ao Ministério Público que vamos acatar a recomendação até que consigamos, junto ao Comitê de Acompanhamento ou à Justiça, o direito de nos desligarmos da regional nessa parte da covid-19”, afirmou o prefeito.

O MP diz que no caso de discordância da classificação estabelecida pelo decreto estadual nº 6.206/2020 – Pacto Acre Sem Covid – e detalhada pela Resolução nº 02, de 3 de julho de 2020, o município precisa apresentar relatório com critérios técnico-científicos e com dados epidemiológicos que devem ser avaliados pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 (COE).

Para o prefeito, com base nos dados apresentados por sua equipe de enfrentamento à pandemia, o município de Xapuri, caso pudesse ser avaliado individualmente, não estaria classificado na fase vermelha, mas na amarela, com relação à curva de contágios. Por isso, anunciou que, junto com outros prefeitos, entrará com uma representação junto ao governo para a alteração dos termos do decreto que instituiu o Pacto Acre sem Covid.

Coronavírus no Acre

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, informou, no boletim desta quinta-feira, 16, mais 193 casos positivos novo coronavírus no estado nas últimas 24 horas. Desse modo, o número de casos confirmados subiu de 16.672 para 16.865.

Foi registrada apenas uma morte nesta quinta-feira no Acre e o número de óbitos por covid-19 subiu para 447. O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, mantendo uma taxa de 1.890 casos para cada 100 mil habitantes e letalidade de 2,7%.

Coronavírus em Xapuri

O município não registrou nenhum novo caso de covid-19 nesta quinta-feira. Com isso, o número ficou estabilizado em 336, dos quais 5 resultaram em óbito. Ainda restam 12 exames em análise e 580 pessoas monitoradas em suas residências. As altas médicas somam 230, o que representa 68,4% de cura da doença, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Anúncios

Cidades

Prefeito não gostou de saber que o Banco do Brasil pode fechar agências em Feijó

Publicado

em

O prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante, enviou carta ao senador Sérgio Petecão pedindo a intervenção do Congresso Nacional na decisão do Banco do Brasil em deixar o município sem nenhuma agência do BB.

Ele repudiou o anúncio de fechamento de unidades e postos de atendimento nos municípios. Segundo o prefeito, além de causar estranheza e incitar o pânico nos comerciantes e correntistas da instituição bancária no município, é no mínimo irresponsável, e criticou o plano de reestruturação do banco, que afeta especialmente o interior dos estados.

“Nossos munícipes e comerciantes não estão desamparados, mobilizarei todas as forças possíveis para resolver a situação posta pelo anúncio do Banco do Brasil”, disse Kiefer.

Continuar lendo

Cidades

Xapuri tem recorde de casos diários de Covid-19 desde o início da pandemia

Publicado

em

O município de Xapuri registrou nesta sexta-feira, 15, o maior número de casos diários de covid-19 desde a chegada da pandemia, em 27 de abril do ano passado.

Foram 50 novas confirmações, levando o total para 2.127 casos positivos, de acordo com o último Boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Esses novos números ainda não foram carregados no banco de dados da Secretaria de Estado de Saúde (Boletim Sesacre), que mostra Xapuri com 1.967 casos confirmados e 14 óbitos.

Os dados do Boletim Municipal já indicam que 16 pessoas morreram no município em decorrência de complicações da covid-19 desde o começo da pandemia.

A média diária de casos confirmados nos últimos 5 dias também é a maior desde o início da crise sanitária do novo coronavírus. Foram 32 casos por dia entre a última segunda, 11, e esta sexta-feira, 15, totalizando 160 no período.

O município de Xapuri ainda possui 35 casos em análise no Laboratório Central de Rio Branco (Lacen), 111 pessoas sendo monitoradas pela equipe municipal de saúde como casos suspeitos.

O boletim municipal ainda registra a ocorrência de 2 internações hospitalares e 1.729 altas médicas. Seguem em tratamento e isolamento domiciliar 398 pacientes.

Pelos dados do Boletim Sesacre, Assis Brasil e Xapuri apresentam as maiores incidências de covid-19 no Acre, com 10.233,6 e 10.037,8/100.000 habitantes, respectivamente.

Com a atualização pela Sesacre dos novos números registrados em Xapuri, o município deverá assumir a primeira colocação em incidência da doença no estado.

Continuar lendo

Cidades

Jerry Correia reúne servidores que não receberam em dezembro e promete pagamento

Publicado

em

O prefeito do município de Assis Brasil, Jerry Correia, se reuniu nesta sexta-feira, 15, com os servidores provisórios da gestão anterior que não receberam seus salários referentes ao mês de dezembro do ano passado, assim como as verbas rescisórias.

A assessoria do prefeito informou que uma parte menor desses servidores tem salários atrasados desde o mês de novembro, sendo a maior fatia referente ao mês de dezembro. No encontro, foi firmado um compromisso de quitação dos débitos.

O gestor municipal afirmou que um calendário para o pagamento dos servidores será elaborado e apresentado em breve. Ele garantiu que, apesar das dificuldades financeiras em que encontrou a prefeitura, os débitos com quem trabalhou serão honrados.

“Apesar das dificuldades financeiras, vamos nos esforçar para pagar o merecido salário de cada trabalhador e trabalhadora. Logo iremos apresentar um calendário de pagamento e honrar com cada homem e mulher que trabalhou para esta prefeitura”, disse.

Correia afirmou recentemente que encontrou as contas da prefeitura em condição de desequilíbrio, mas pontuou que tem pedido a compreensão da população para as primeiras medidas da gestão, que estão sendo tomadas com muita cautela.

De acordo com o prefeito, apenas parte da equipe da nova administração foi definida até o momento e os serviços temporários foram reduzidos, evitando assim o inchamento da máquina pública para poder dar respostas em médio prazo à população.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Epitaciolândia firma parcerias com o Exército contra a dengue

Publicado

em

Reunião entre o prefeito Sérgio Lopes e representantes do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, do Exército Brasileiro, realizada nesta quarta-feira, 14, teve na pauta parcerias que o município mantém com a força armada.

Uma das parcerias se refere ao combate à dengue. A prefeitura contará com o apoio dos militares nas campanhas de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da doença que nesse início de ano vem causando grandes preocupações.

Outra parceria firmada diz respeito à segurança patrimonial. Como já vem ocorrendo, o Exército continuará disponibilizando o seu pátio para que veículos do município, como ônibus escolares, sejam guardados a fim de evitar danos ou ações de vandalismo.

Para o prefeito Sérgio Lopes, essas parcerias são fundamentais, pois ajudam o município, principalmente com relação ao contingente humano em relação às campanhas de combate a endemias, como é o caso da dengue.

“O Exército Brasileiro tem sido um grande parceiro e da mesma forma a prefeitura também estará à disposição caso seja necessário, por isso, quero em nome da população agradecer aos representantes do EB pela parceria firmada”, disse Lopes.

Com informações da Assessoria de Comunicação da prefeitura de Epitaciolândia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas