Conecte-se agora

Durante inauguração de Hospital de Campanha, Nicolau Junior faz agradecimento aos deputados

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou no final da tarde de ontem (10), da inauguração do Hospital de Campanha do Juruá. A unidade de saúde que recebeu o nome do médico urologista João Luiz Angelim, vítima da Covid-19, conta com 10 leitos de UTI; 20 semi-intensivos; 60 leitos de enfermarias; 3 repousos médicos; 1 sala de emergência; 1 sala de triagem; 1 área de plantonista; 2 vestiários; 2 copas; 1 sala de prescrição médica e 3 depósitos de material de limpeza.

Os recursos das obras são provenientes da fonte-100 Covid-19 e do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), no valor de R$ 4,1 milhões. Outros R$ 2,2 milhões foram investidos em equipamentos para o hospital.

O ato de inauguração contou ainda com a presença do governador Gladson Cameli (Progressistas), do vice-governador Major Rocha (PSDB), do presidente do Judiciário, Francisco Djalma, do presidente do Tribunal de Contas do Acre, Cristóvão Messias, da chefe do Ministério Público do Estado, Kátia Rejane e do prefeito da cidade, Ilderlei Cordeiro.

Durante a solenidade, Nicolau Júnior pediu licença ao governador para agradecer aos deputados estaduais pelo comprometimento com as ações de combate à pandemia no Estado.
O progressista destacou o projeto de lei que foi aprovado na Aleac autorizando o governo do Estado a abrir ao Orçamento vigente, crédito especial em favor do Fundo Estadual de Saúde do Estado do Acre para custear o “Plano de Enfrentamento à Propagação do novo coronavírus”.

“Agradeço primeiramente a Deus por este momento, estou muito feliz com a inauguração deste hospital. Gostaria também de pedir licença ao governador para agradecer a cada parlamentar pelo comprometimento com as ações de combate à Covid-19, e aprovação de projetos, o que resultou na construção dessa importante unidade de saúde. Minha eterna gratidão a todos”, disse.

O presidente da Aleac destacou ainda a união dos gestores do Estado no combate à Covid-19. “Estamos passando por um momento muito difícil, mas graças a Deus a união tem prevalecido. Vejo cada um dos gestores colaborando, fazendo a sua parte. Isso tem feito toda a diferença. Não poderia deixar de parabenizar também, neste momento especial, o nosso governador que tem sido exemplo de dedicação e comprometimento”, enfatizou o parlamentar.

O governador Gladson Cameli (Progressistas) frisou que o ponto principal do hospital é ter leitos disponíveis para atender a população. Reafirmou ainda que o hospital é de caráter definitivo e vai continuar atendendo mesmo depois da pandemia.

Emocionado, Gladson aproveitou o momento para agradecer a todos que fizeram o hospital de campanha se tornar realidade em tão pouco tempo. “Meu muito obrigado a nossa equipe de governo que trabalhou incansavelmente, aos secretários Alysson Bestene e Ítalo César, a prefeitura de Cruzeiro do Sul pelo apoio, ao governo federal, ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, aos deputados estaduais na pessoa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior. Agradeço ainda a empresa construtora e a todos os trabalhadores que estiveram aqui dentro e se doaram na construção desta estrutura. Tenho orgulho de ter multiplicado por 4 as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Acre, mesmo pagando empréstimos e concluindo obras do governo passado”, disse.

Acre 01

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação na estrada do Irineu Serra

Publicado

em

Um incêndio foi registrado na noite deste domingo, 19, em uma área de vegetação na estrada do Irineu Serra, em Rio Branco (AC).  Em imagens capturadas pelo fotojornalista do ac24horas, Sérgio Vale, é possível ver o tamanho das chamas que tomaram conta do local. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Acre (CBMAC) foi acionada por populares, mas ainda não há um informe específico acerca do estrago que as chamas vêm causando. 

Mais atualizações no decorrer das próximas horas.

Continuar lendo

Acre 01

Mecânico agradece ao prefeito Bocalom por buracos e diz que serviços aumentaram

Publicado

em

O mecânico Geilson Sousa Almeida, viralizou nas redes sociais neste final de semana, após tecer vários elogios ao prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas). 

No vídeo, Geilson conta que devido ao grande número de buracos nas ruas da cidade, a demanda de serviço para as oficinas mecânicas aumentaram, gerando assim mais emprego e renda.

Com pitadas de ironias, o mecânico pediu para que o prefeito não recupere os trechos esburacados, para que assim os serviços da oficina não parem.

“Obrigado Bocalom por não tapar os buracos das ruas. Por conta disso, eu tenho trocado pivô, balança, amortecedor, terminal de direção por conta do senhor não tapar os buracos de Rio Branco. Obrigado pelo serviço. É muito bom para os mecânicos”, salientou. 

Continuar lendo

Acre 01

Gladson pede que setores passem a exigir carteira de vacinação: “Não precisa de decreto”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) solicitou nesta sexta-feira, 17, que os órgãos públicos privados passem a exigir a obrigatoriedade da carteira de vacinação.

De acordo com Cameli, não há necessidade do Poder Executivo ter que tomar uma atitude drástica nesse sentido. “Eu quero fazer um apelo, naturalmente, para que o Estado não tenha que decretar, os donos de bar, restaurantes, cinema e todas as áreas passem a cobrar a carteira de vacinação, vamos fazer isso juntos para que não seja preciso decretar, determinar ou tipo uma ditadura, pois eu não quero isso”, ressaltou.

Cameli destacou que o apelo é devido ao baixo índice de cobertura vacinal do público que precisa tomar a 2° dose. “Eu quero que as pessoas naturalmente se conscientizem das suas obrigações”, concluiu.

Continuar lendo

Acre 01

Utilidade pública: Acre manterá vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades

Publicado

em

Na última quarta-feira, 15, o Ministério da Saúde, em nota, recomendou a suspensão da imunização de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. Na nota, a pasta pede que sejam vacinados só os adolescentes com comorbidades ou privados de liberdade

Com tom negacionista, o governo federal afirmou ainda que a “maioria dos adolescentes sem comorbidades” não sofre de casos graves da doença e que “os benefícios da vacinação em adolescentes sem comorbidades ainda não estão claramente definidos”.

Apesar da orientação do Ministério da Saúde, a vacinação deve continuar em todo o Acre. Ao ac24horas, tanto a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Rio Branco informaram em nota nesta sexta-feira, 17, que a pasta não seguirá a recomendação do Ministério da Saúde (MS).

“Essa nota técnica vale para estados e municípios em atraso no esquema vacinal. O que não é nosso caso e há pelo menos 2 meses, foi pactuado em reunião da Comissão Intergestores Bipartite que seguiríamos vacinando adolescentes de 12 anos e acima com ou sem comorbidades”, explicou a Semsa.

“Seria um retrocesso e acima de tudo estamos na iminência do retorno das aulas presenciais e precisamos garantir um ambiente sanitário seguro para todos. Sem contar que somos um estado de fronteira, inclusive, com o Peru, onde a variante Delta toma proporções preocupantes naquele país”, acrescentou a pasta municipal de Rio Branco.

Nas redes sociais, o médico infectologista e referência no combate ao vírus no Acre, Thor Dantas, fez coro à nota da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM).

Na nota, a SBIM discorda da decisão em suspender a vacinação de adolescentes sem comorbidade após o início da vacinação desse grupo.”A medida gera receio na população e abre espaço para fake news”, diz a SBIM.

“Técnica, precisa, sóbria, assertiva, embasada como convém à ciência de boa qualidade!”, acrescentou Thor Dantas ao comentar a nota da SBIM.

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed) manifestou-se nesta sexta, assim como outras instituições da área, pela manutenção da vacina aos adolescentes.

“A campanha pela vacinação de adolescentes deve continuar! A vacina contra Covid-19 fabricada pela Pfizer-BioNTech, conhecida como Cominarty, foi aprovada pelo órgão regulatório estadunidense (FDA) em 23 de agosto deste ano para aplicação em adolescentes a partir dos 12 anos de idade e de acordo com o Ministério da Saúde foram registrados eventos adversos em apenas 0,043% dos casos, incluindo os eventos graves, como miocardite, responsável por 16 casos por milhão de vacinados, índice inferior ao risco da própria Covid”, salientou o presidente do Sindimed, Guilherme Pulici.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas