Conecte-se agora

Ilderlei entrega ambulância e barco de emergência para comunidade da Vila Liberdade

Publicado

em

Equipamentos vão garantir que moradores em áreas de difícil acesso recebam atendimento médico com mais rapidez e qualidade

Os moradores da Vila Liberdade, em Cruzeiro do Sul, receberam das mãos do prefeito Ilderlei Cordeiro novos equipamentos que vão garantir o acesso da comunidade aos atendimentos de saúde.

Por meio do programa Anjos do Socorro, uma ambulância e um barco de emergência estão sendo disponibilizados nesta quarta-feira (8) para a comunidade e vai possibilitar resgates até mesmo em áreas mais remotas e de difícil acesso.

Há anos as famílias que moram na localidade reivindicavam a aquisição de uma ambulância e, com esforço da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, o projeto Anjos do Socorro vai garantir este direito básico, que é a saúde.

“Estamos assumindo e honrando um compromisso com esta comunidade tão importante que há anos esperava por este apoio. O Anjos do Socorro é um programa que deu certo e veio atender os anseios destas famílias que tanto se dedicam para o progresso da nossa cidade por meio da agricultura. Continuaremos fazendo o possível para garantir uma saúde digna.”, declarou o prefeito Ilderlei.

A ambulância ficará disponível para toda a comunidade no posto de saúde, e, dependendo da gravidade, o paciente poderá ser transportado com agilidade ao Hospital de Cruzeiro do Sul, tendo acesso a um tratamento de qualidade.

A subprefeita da comunidade, Maria Branca, agradeceu Cordeiro pela sensibilidade de se dedicar a assumir este compromisso. “Nosso pedido passou na mão de tantos prefeitos e nenhum conseguiu colocar uma ambulância aqui, então eu quero agradecer ao prefeito que temos hoje, que assume seus compromissos, que se dedica. Antes chegava alguém ferido, com picada de cobra, uma mulher em trabalho de parto, e nós não tínhamos nenhum transporte de emergência, agora, graças ao prefeito Ilderlei Cordeiro, as necessidades da comunidade serão atendidas”, afirmou Branca.

O barco de emergência ficará à disposição da comunidade ribeirinha Monteiro, uma das que mais sofria com a dificuldade de receber atendimento médico. Em casos de urgências e emergências, pacientes feridos eram transportados à pé, em redes ou em transportes inadequados que podiam até mesmo agravar sua condição. Com o barco, o deslocamento será agilizado, dando ao enfermo a possibilidade de ser atendido mais rapidamente.

Manoel Feitosa é morador da comunidade Monteiro. Ele comemorou a chegada do barco, que, segundo ele, marca um novo momento para a saúde dos moradores. “A área mais crítica pra nós é com certeza a da saúde. Lutamos muito para trazer este barco que vai melhorar em 90% nossa situação. Quero agradecer ao prefeito Ilderlei Cordeiro, pois prometer muitos outros prefeitos prometeram, ele veio e cumpriu. Nós lutamos por muitas melhorias, mas esta com certeza é uma das que mais sonhamos”, comemorou.

Anúncios

Na rede

Problema em usina causa diminuição do oxigênio dos pacientes com Covid-19 do Hospital de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Em nota emitida neste domingo, 24, a Associação Nossa Senhora da Saúde (Anssau),  responsável pelo Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, afirma que houve diminuição na oferta de oxigênio para os pacientes internados, o que deve durar alguns dias e só será solucionado mediante a instalação de uma nova unidade geradora.

Segundo o comunicado, a falha no fornecimento aconteceu por causa do  significativo número de pacientes internados nos últimos cinco dias com diagnóstico de Covid-19, tanto na enfermaria como na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

“Houve um aumento de modo exponencial no consumo de oxigênio medicinal o que causou sobrecarga em uma das unidades geradoras (usina) fazendo com que a mesma apresentasse uma falha operacional. Tal falha  resultou na diminuição da produção de oxigênio”, explicou em nota. 

A Anssau afirmou que depois da constatação da diminuição do oxigênio,  os técnicos tomaram todas as medidas necessárias para solucionar o problema e que não houve prejuízo no tratamento dos pacientes. Mas ressaltou que a redução do nível de oxigênio,  deverá se estender por alguns dias, até a instalação de nova usina.

“Informamos ainda que a retomada em uma produção maior de oxigênio está prevista para os próximos dias mediante a instalação de uma nova unidade geradora” , explica a Anssau.

Neste sábado,  23, havia 48 pacientes com Covid 19 no Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, 35 na clínica Covid e 13 na UTI. Foram dadas 4 altas e não houve óbitos. Não foram divulgados os números deste domingo (24) 

O diretor-clínico do Hospital de Campanha,  Marlom Holanda,  disse na última sexta-feira,   que nos últimos 10 dias houve um aumento de 1000% na procura pelo atendimento na clínica Covid e de 300 a 400% nos casos de internação e necessidade de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que tiveram que ser ampliadas.  A Anssau contratou apenas um médico para reforçar o quadro da unidade hospitalar.

Continuar lendo

Na rede

Prefeito de Rodrigues Alves reúne equipe para alinhar planejamento e ações para 2021

Publicado

em

O prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim (PROS), se reuniu nesta sexta-feira, 22, na Escola Cunha Vasconcelos com todos os secretários, coordenadores e diretores dos departamentos da Prefeitura para alinhar as ações que serão executadas em 2021. 

O Chefe do Executivo Municipal destacou que a reunião teve o principal objetivo otimizar recursos e equipes. “O nosso grande objetivo é trabalhar de forma organizada para que o nosso povo possa viver melhor aqui em Rodrigues Alves e para isso é preciso planejar para executar”, afirmou. 

O secretário de Planejamento, Hudson Chaves, destacou a necessidade de usar o planejamento como ferramenta de transformação da realidade. 

“É necessário implantar uma cultura de Planejamento, o que não é fácil já que  planejamento é algo metódico e complexo. Mas este grupo entende o quanto isso é determinante para o sucesso da administração”, concluiu. 

Continuar lendo

Na rede

Em 24 horas, preço do litro da gasolina em Cruzeiro do Sul dispara e chega em R$ 6,75

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 23, os moradores de Cruzeiro do Sul tomaram um susto ao ver o preço do litro de gasolina nos postos da cidade. Na sexta-feira, 22, o litro custava R$ 5,95 e na manhã de sábado, o preço passou para R$ 6,75, ou seja, um aumento de 0,80 centavos, em 24 horas. 

Apreensivo, o taxista Adriano Amaral lamentou o alto preço da gasolina e disse que assim fica difícil rodar na cidade. “Ficamos parados esperando uma chamada e não rodamos não. Em Rio Branco, na semana passada abasteci de R$ 4,99, mas aqui eu não sei onde vamos parar desse jeito”, afirmou. 

Logo após o reajuste no começo de janeiro,  o chefe do Procon de Cruzeiro do Sul, José Gladson Mota, anunciou que faria uma operação nos postos de gasolina do município,  mas dois dias depois disse em entrevista à imprensa,  que os empresários do ramo não eram culpados pelo aumento do preço da gasolina. 

“A questão não é com os empresários locais e sim com as distribuidoras”, alegou, relembrando que o Procon de Rio Branco também fez fiscalização em Cruzeiro do Sul no ano passado. O Ministério Público tem processo investigativo aberto nesse sentido.

Continuar lendo

Na rede

Cruzeiro do Sul tem aumento de 1000% no fluxo da Covid-19

Publicado

em

O diretor clínico do Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, Marlom Holanda, disse que nos últimos 10 dias houve um aumento de 1000% na procura pelo atendimento na clínica Covid-19 e de 300 a 400% nos casos de internação e necessidade de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A UTI’s, por exemplo, tiveram de ser ampliadas. Também por isso, nesta quinta-feira, 21, um novo médico foi contratado para reforçar o quadro da unidade hospitalar.

Segundo ele, o aumento de casos é o resultado das aglomerações de festas de final de ano. Com o aumento da demanda, o Hospital de Campanha ampliou os leitos de UTI de 10 para 20. Atualmente, há 12 ocupados e o número deve aumentar nas próximas horas porque há pacientes instáveis na cínica. E se essa tendência seguir, pacientes terão que ser enviados para Rio Branco.

Marlon afirma que a falta de médicos tem sido uma grande dificuldade. Ele lembra que o Hospital de Campanha foi aberto, mas não houve ampliação no número de médicos com relação aos que já atuavam no Hospital do Juruá. Os médicos recém-formados de Rio Branco que foram para lá no início da pandemia já foram embora.

“A população tem que ter paciência porque tem horas que lá no Pronto-Socorro geral vai haver demora e em algumas horas só vai ter um médico. Estamos fazendo de tudo para manter ao menos um médico em cada setor e os colegas estão dando o sangue. Pedimos que as pessoas entendam que a pandemia não acabou e mantenham as medidas sanitárias e de distanciamento”, recomenda.

Alguns médicos que atuavam nos Hospitais do Juruá e de Campanha pediram demissão depois da operação da Polícia Federal que investiga possíveis irregularidades nas escalas de plantão.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas