Conecte-se agora

Polícias realizam operação no Acre contra criminosos ligados a rede internacional

Publicado

em

A ação foi levada a efeito na madrugada desta segunda-feira, 6, pela Polícia Civil de Epitaciolândia, Brasiléia e agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) surpreendendo várias pessoas, alvos de mandados de prisão, ainda dormindo, segundo reportagem do jornal O Alto Acre.

O trabalho foi resultado de investigações sobre a atividade de pessoas suspeitas de envolvimento em crimes de tráfico de drogas, receptação, formação de quadrilha e outros delitos previstos no Código Penal. A ação se relaciona com a atividade de uma quadrilha que atua nos estados do Acre e de Rondônia.

Durante as investigações, um trabalho conjunto entre as Polícias Civis do Acre e de Rondônia, além da Polícia Rodoviária Federal – PRF – prender em flagrante, no município de Acrelândia, dois indivíduos que transportavam aproximadamente 9 kg de cocaína em uma carreta. O grupo também é suspeito de levar carros roubado do Brasil para a Bolívia.

De acordo com a reportagem assinada pelo jornalista Alexandre Lima, em uma das ações, no mês de junho, os criminosos conseguiram cruzar um trator que havia sido roubado na cidade de Ariquemes, em Rondônia. No total os agentes cumpriram 8 mandados judiciais, sendo 4 de busca e apreensão e 4 de prisão.

Os quatro presos foram levados para a delegacia de Epitaciolândia, para em seguida, serem conduzidos ao sistema penitenciário de Rio Branco. Segundo o delegado titular de Epitaciolândia, Luís Tonini, os envolvidos estavam envolvidos fazem parte de uma rede criminosa internacional.

“Podemos dizer que temos uma rede internacional na fronteira, e hoje cumprimos esses mandados de prisão, obtendo êxito na captura, e os enviando para o presídio estadual na capital, ficando à disposição da justiça”, afirmou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas