Conecte-se agora

Operação Verde Brasil 2 já aplicou quase meio milhão de reais em multa no Acre

Publicado

em

Em dois dias, a Operação Verde Brasil 2, desencadeada pelo Exército – 61°BIS e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), já aplicou multas ambientais no valor de R$ 440 mil em propriedades e terras públicas entre Feijó e Manoel Urbano. A Operação é realizada com apoio de um helicóptero do 4º Batalhão de Aviação – BAVEX do Amazonas e tem por objetivo ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.

Segundo a assessoria de comunicação do BIS, no ano passado a Operação Verde Brasil ocorreu na época das queimadas. Este ano, houve antecipação para o período que antecede o uso do fogo e quando ocorrem os desmatamentos e comércio ilegal de madeira.

Na Amazônia Legal, foram ativados três Comandos Conjuntos, entre eles o 61° BIS, com sede em Cruzeiro do Sul, que atua em toda a região do Vale do Juruá e do sudoeste do Amazonas, seguindo diretrizes do Comando Conjunto Príncipe da Beira, sediado Rondônia . “Tudo em prol da preservação ambiental no Brasil” , segundo a Nota do Exército.

Cerca de 4.200 homens das Forças Armadas e 400 agentes de agências e órgãos ambientais participam da Operação em todo o Brasil. Atuam na ação o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Polícia Federal, Fundação Nacional do Índio (Funai) e Ministério Público do Acre.

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela vice-presidência da República em apoio aos órgãos de controle e fiscalização ambiental e de segurança pública. A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem GLO, foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020, e tem validade para o período de 11 de maio a 10 de junho do corrente ano.

Destaque 3

Bocalom sanciona repasse de R$ 2,4 milhões para sistema do transporte coletivo da Capital

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), sancionou nesta quinta-feira, 14, o Projeto de Lei Complementar (PLC) que institui um repasse de R$ 2,4 milhões para o subsídio tarifário temporário do transporte coletivo urbano, com o objetivo de custear até 100% do valor da tarifa pública. O subsídio criado por esta lei vigorará até junho de 2022.

Apesar da sanção do repasse, o prefeito ainda não publicou o decreto que baixa a tarifa como prometido para aprovação do PLC, mas a expectativa é que o decreto seja publicado nos próximos dias, já que o Conselho Tarifário de Rio Branco aprovou, por unanimidade, em setembro, a redução no preço da passagem de ônibus de R$ 4 para R$ 3,50, com a condição que o subsídio de R$ 2,4 milhões fosse aprovado.

Na época, os membros entenderam que a desoneração favorece os usuários do transporte coletivo da capital acreana.

Dos R$ 2,4 milhões, 91,87% serão destinados ao pagamento de verbas salariais em atraso das empresas, referente ao período de dezembro de 2020 a abril de 2021, devidamente demonstrado por meio de extrato bancário ou outro meio juridicamente plausível e 8,17% será destinado ao Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Passageiros e Cargas do Estado do Acre (SINITPAC), para pagamento parcial dos débitos decorrentes dos descontos em folha dos trabalhadores.

Segundo o prefeito, desde que seja apresentado pedido escrito, devidamente fundamentado com a justificativa plausível, por parte do órgão responsável pela bilhetagem, fica permitido o adiantamento de parcelas mensais deste subsídio, limitado a três meses, usando como base para aferição do valor o mês anterior, devendo, neste caso, o controle de ajuste contábil ser acompanhado, mensalmente, pelo Município de Rio Branco.

Continuar lendo

Destaque 3

Friale anuncia chegada de frente fria no próximo sábado com temporais e queda de granizo

Publicado

em

O meteorologista Davi Friale, em boletim divulgado nesta quarta-feira, 14, informou que chegará neste sábado, 16, ao Acre uma onda de frio polar logo nas primeiras horas da manhã, provocando temporais, com chuvas fortes, raios, ventanias e queda pontual de granizo.

Segundo Friale, deverão ocorrer acumulados significativos de chuva, podendo, em alguns pontos, superar 80mm em poucas horas.

“Em Rio Branco, Brasileia e nos demais municípios do leste e do sul do Acre, as chuvas ocorrerão desde as primeiras horas de sábado. Já, no centro do estado e no vale do Juruá, esta onda de frio chegará a partir da tarde, podendo provocar fortes temporais”, explicou.

“O intenso calor dos últimos dias dará uma boa trégua, pois o friozinho polar fará a temperatura diminuir sensivelmente, a partir de sábado, no Acre e nas áreas próximas, com máximas, durante o dia, abaixo de 26ºC, na maioria dos municípios, inclusive, em Rio Branco. As mínimas, que ocorrem ao amanhecer, não diminuirão muito, mas deverão oscilar entre 19 e 21ºC, em Rio Branco, em Brasileia e cidades próximas”, acrescentou.

Em outro trecho, Friale afirmou que até esta sexta-feira, 15, os dias e as noites estarão muito quentes no Acre e nas áreas próximas, porém, os ventos intensos, que estarão soprando da direção noroeste, com fortes rajadas, amenizarão um pouco o calor.

“Estes ventos intensos são consequência de um centro de baixíssima pressão atmosférica na Argentina, para onde eles estarão convergindo. Esta baixa pressão é responsável, também, pela sucção do ar frio polar, que dará origem a uma onda que se deslocará até o Acre”, afirmou.

Continuar lendo

Destaque 3

Mais de 600 doses contra Covid-19 e influenza foram aplicadas em ação do Dia das Crianças

Publicado

em

A ação de vacinação alusiva ao Dia das Crianças, ocorrida nessa terça-feira, 12, no Via Verde Shopping, em Rio Branco, aplicou 662 doses, sendo 160 contra a influenza e 502 contra a Covid-19, das 13h às 20h.

Segundo o governo do Acre, foram utilizados os imunizantes de todos os laboratórios (Fiocruz, Pfizer e Coronavac), tanto para a primeira quanto para segunda e terceira dose.

“Para a terceira dose é necessário avaliar se já está com seis meses ou mais após a aplicação da segunda dose”, explicou a coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, Renata Quiles.

Além disso, Renata explica que a resposta imunológica do corpo é a partir de sete dias após a aplicação do imunizante. “Ela não é uma resposta de emergência, o corpo precisa reconhecer o imunizante e começar a criar anticorpos, por isso as medidas sanitárias precisam continuar sendo praticadas”.

Continuar lendo

Destaque 3

Saerb suspende pregão eletrônico por conta de inconsistências em processo administrativo

Publicado

em

A presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (SAERB), Pollyana Garcia, publicou nesta quarta-feira, 13, uma portaria que suspendeu o pregão eletrônico que tem objetivo a contratação de serviços com fornecimento, em caráter não exclusivo, cessão de direito de uso de licença de software integrado de gestão comercial de saneamento.

Segundo Pollyana, o referido Pregão Eletrônico foi suspenso por conta de vícios de inconsistência encontrados no processo administrativo, que deverão ser corrigidos antes de seguirem os demais trâmites licitatórios, considerando o interesse da administração pública.

O objetivo do pregão era contratar um software de gestão, devendo conter os seguintes macroprocessos: cadastramento, atendimento ao público, serviços operacionais, medição, faturamento, arrecadação, cobrança, fiscalização, jurídico, auditoria, e gerenciamento de usuários, bem como contratação de serviços de profissionais com equipe de apoio técnico para gerenciamento do sistema, atendendo as necessidades do SAERB.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas