Conecte-se agora

Com 140 enterros em 24 horas, Manaus bate recorde de registros desde início de pandemia

Publicado

em

FOTO: MICHEL DANTAS

Manaus teve o maior registro de enterros feitos desde o início da pandemia do novo coronavírus, neste domingo (26). Em 24 horas, foram 140 sepultamentos e duas cremações registrados só na capital, segundo a prefeitura. O número supera o recorde de 136, registrado no início da última semana.

Há uma semana, a média diária passou a ser de 100 enterros por dia. Antes, a média em toda a capital amazonense era de 30 sepultamentos por dia, segundo o Sindicato das Empresas Funerárias do Estado (Sefeam).

O Amazonas já tem mais de 3,8 mil casos confirmados de coronavírus e o número de mortes já ultrapassa 300. As mortes, de acordo com a Prefeitura de Manaus, são de casos em geral, entre pacientes de Covid-19, mortos por síndromes respiratórias ou outras causas.

Dos 142 mortos enterrados neste domingo:

10 morreram pela Covid-19

47 morreram por síndrome ou insuficiência respiratória

28 tiveram registro de causa “indeterminada ou desconhecida”

57 não tiveram detalhes sobre causa da morte

“O número de sepultamentos do dia 26 agora passa a ser o maior do período, desde o agravamento da pandemia pelo novo coronavírus”, diz nota da prefeitura.

A maioria dos sepultamentos é feita no cemitério Nossa Senhora Aparecida, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, que recebeu a instalação de contêineres frigoríficos para armazenar corpos. Foi lá também que a prefeitura abriu valas comuns para conseguir suprir a demanda de enterros.

Denúncias sobre falta de estrutura

Com a média diária de 100 enterros por dia, os cemitérios de Manaus começam a dar sinais de que não há estrutura ou mão de obra para lidar com a demanda. Neste domingo, dia do recorde de sepultamentos, uma família precisou enterrar o próprio pai, por falta de coveiros.

Depois de relatar que precisou “revirar” câmaras frigoríficas para encontrar o corpo do pai, um dos filhos desabafou sobre a situação.

“Muitos corpos em cima do outro, sem identificação nenhuma. Nós tivemos que nos arriscar, tivemos que nos arriscar dentro do freezer, dentro do frigorífico para identificar nosso pai”, disse Máximo.

Por meio de nota, a Prefeitura de Manaus disse que a situação foi “um fato isolado” e que vai apurar o ocorrido para tomar as medidas cabíveis.

Sepultamentos em números

09/4 – 39 sepultamentos 39 / 3 por Covid-19

10/4 – 47 sepultamentos / 5 por Covid-19

11/4 – 51 sepultamentos / 10 por Covid-19

12/4 – 64 sepultamentos / 6 por Covid-19

13/4 – 58 sepultamentos / 5 por Covid-19

14/4 – 64 sepultamentos / 4 por Covid-19

15/4 – 88 sepultamentos / 7 por Covid-19

16/4 – 75 sepultamentos / 4 por Covid-19

17/4 – 96 sepultamentos / 3 por Covid-19

18/4 – 89 sepultamentos / 6 por Covid-19

19/4 – 122 sepultamentos / 6 por Covid-19

20/4 – 104 sepultamentos / 9 por Covid-19

21/4 – 136 sepultamentos / 4 por Covid-19

22/4 – 120 sepultamentos / 7 por Covid-19

23/4 – 135 sepultamentos / 12 por Covid-19

24/4 – 128 sepultamentos / 13 por Covid-19

25/4 – 98 sepultamentos / 6 por Covid-19 / 4 cremados (102 total)

26/4 – 140 sepultamentos / 10 por Covid-19 / 2 cremados (102 total)

Sistema funerário em colapso

Em duas semanas, o número de sepultamentos nos cemitérios públicos da capital amazonense triplicou, conforme dados divulgados pela Prefeitura de Manaus. O comparativo considera, por exemplo, os 39 enterros realizados no dia 9 deste mês, enquanto que, no último sábado (25), foram 102 registros, um aumento de quase 300% em 16 dias. Nesse período, são mais de 1,5 mil registros.

As empresas privadas da capital informaram que só possuem estoque de urnas funerárias para os próximos dez dias, se a demandar continua alta, segundo informou o Sindicato das Empresas Funerárias do Estado do Amazonas (Sefeam).

Anúncios

Cidades

Senador Guiomard recebe primeiro lote e inicia vacinação contra a Covid-19

Publicado

em

O município de Senador Guiomard recebeu o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19, do governo do Estado. Nesta primeira remessa foram repassadas 89 doses que serão utilizadas na imunização dos profissionais ativos da área de saúde.

A secretária Municipal de Saúde, Dayane Reis. pede que a população tenha paciência pois todos serão vacinados. “A demanda da vacina é muito grande neste momento. Assim como o Acre, todos os demais estados brasileiros precisam, mas por enquanto essa foi a quantidade repassada. O governador Gladson tem acompanhado o processo desde o início e garantido que o nosso estado fosse um dos primeiros a receber, e assim continuará. Toda semana o estado vai receber mais doses e vai repassar aos municípios e assim iremos vacinar os grupos prioritários e depois toda a população”, disse.

As próximas pessoas a serem imunizadas são os demais profissionais de saúde, idosos acima de 80 anos e pessoas acima de 60 anos que moram em instituições que abrigam idosos, como asilos.

A Prefeitura de Senador Guiomard mantém a Academia Intermediária de Saúde, que é a unidade de referência da Covid-19, com toda equipe especializada para atender casos suspeitos ou confirmados, da doença.

“Preciso agradecer ao governador que foi rápido e ágil em trazer a vacina. Esse ano de 2020 foi muito turbulento e perdemos muitas vidas por conta dessa doença, mas agora temos a vacina como uma garantia que tudo será superado, mesmo assim precisamos continuar nos cuidando e tendo atenção. Nossas equipes estão trabalhando e preparadas para começar a vacinação”, ressaltou a prefeita Rosana Gomes.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Brasiléia continua realizando ação de combate à dengue no município

Publicado

em

Equipes da prefeitura de Brasiléia, das secretarias de Obras e Saúde, através da Divisão de Controle das Endemias, estão realizando ação conjunta para diminuir os focos do mosquito Aedes aegypti no município. 

O objetivo é orientar os moradores a realizar a retirada de entulhos dos quintais, onde o caminhão da Obras passa recolhendo os entulhos assim mantendo a cidade limpa, evitando obstrução de valas e bueiros e diminuindo os criadouros do mosquito da dengue. Equipe de Endemias realiza a visita domiciliar, orientando os moradores a localizarem possíveis criadouros.

O agente de endemias, Evilázio Soares, falou da importância de cada um fazer sua parte. “Estamos passando na casa das pessoas pedindo para retirar os entulhos, orientando sobre os cuidados de cada morador, e junto com a Secretaria de Obras que passa recolhendo. Cada família precisa nos ajudar, o poder público faz sua parte, mas o morador também precisa cuidar do seu quintal, para evitar que tenha criadouros do mosquito. Vamos juntos cuidar da nossa cidade”, destacou. 

O secretário de Obras, Lima Andrade, acompanhou de perto os trabalhos de retirada de entulhos no bairro Alberto Castro e falou da importância dessa ação. “Recebemos a determinação da nossa prefeita Fernanda Hassem, para começar um grande mutirão na nossa cidade, realizando a retirada de entulhos e limpeza, visando diminuir os focos do mosquito transmissor da dengue, estamos com nossos maquinários na rua, que vai se estender aos demais bairros da nossa cidade”, finalizou.

Continuar lendo

Cidades

Município de Sena Madureira celebra início da imunização contra a Covid-19

Publicado

em

Primeira cidade do interior do Acre a iniciar a vacinação contra a Covid-19, Sena Madureira enfrentou momentos críticos durante a pandemia, com dezenove mortes. Na tarde desta terça-feira, 19, na quadra coberta Aurino Brito, o governo do Estado, em parceria com a prefeitura, realizou o ato simbólico de imunização das primeiras pessoas. Um médico de 71 anos, um enfermeiro de 41, uma aposentada de 70 e uma auxiliar de enfermagem de 44 tomaram a dose da vacina.

No total, 203 doses foram destinadas para a cidade nesta primeira etapa e serão exclusivamente para profissionais da saúde, explica a secretária Municipal de Saúde, Nildete Lira do Nascimento. Até a próxima sexta-feira, segundo Nildete, todas as doses serão aplicadas.

Participaram do ato a secretária Adjunta de Saúde, Paula Mariano, o prefeito Mazinho Serafim, a deputada estadual Meire Serafim, o promotor de Justiça, Tales Ferreira Costa e profissionais da saúde.

A secretária adjunta destacou o esforço do governo do Estado para garantir que a vacina chegasse ao Acre e a todos os municípios simultaneamente. Lembrou a morte do pai para a doença e disse que hoje é dia para celebrar. “Gratidão, gratidão e gratidão é a palavra que explica o dia de hoje. Estamos iniciando uma nova fase, que vai com certeza trazer alívio para nossa gente”, diz.

A cidade ganhou um hospital de campanha, montado em uma parceria entre Estado e Município. Nesta terça-feira haviam cinco pessoas internadas.

Quem são os primeiros contemplados com a vacina em Sena Madureira

Elias Antônio de Moura, 71 anos. Médico com mais de quatro décadas de profissão. Durante os primeiros meses da pandemia parou de clinicar por insistência da família, mas voltou a atender no hospital da cidade, na linha de frente de combate à doença.

“Quero dizer aqui para os idosos, igual a mim que tomem a vacina, não tenham medo porque é nela que está a nossa esperança”, conclama.

Ariane Sabóia, auxiliar de enfermagem. O irmão, o pai e um filho foram infectados pela doença, mas todos venceram a Covid. Depois de ser vacinada ela convidou a todos para rezarem o “Pai Nosso”.

Lucia Maciço Jaminawa, indígena, reside na comunidade Boca do Camarim, distante um dia de viagem da sede do município. Na aldeia dela residem cerca de 20 famílias. Lá nenhum caso de covid foi registrado.

Continuar lendo

Cidades

Xapuri recebe 84 doses da CoronaVac e vacinará na próxima quinta-feira, diz Semusa

Publicado

em

As 84 doses iniciais do imunizante CoronaVac destinadas a Xapuri chegaram à cidade na tarde desta terça-feira, 19. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Wagner Menezes, o começo da vacinação será na próxima quinta-feira, 21, em razão do feriado desta quarta-feira, 20, dia de São Sebastião e do Católico.

Na manhã desta terça, representantes do setor de saúde no município e do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre discutiram sobre detalhes para o início da campanha. As doses serão destinadas a servidores da saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia e a idoso do Lar dos Vicentinos.

Xapuri é um dos dois municípios de maior incidência de Covid-19 no Acre, junto com Assis Brasil. De acordo com os últimos números divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), já mais de 2.166 casos confirmados desde o começo da pandemia, com o registro das primeiras infecções em 27 de abril do ano passado.

A vacinação

Os grupos prioritários que receberão a vacina contra Covid-19 nesta primeira etapa, com as 40.760 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde serão: povos indígenas aldeados, profissionais da Saúde e idosos, com 60 anos ou mais, institucionalizados, que são aqueles que moram em lares de longa permanência.

No Acre, 34% desta primeira remessa de vacinas é referente aos profissionais da Saúde em todos os municípios, cerca de 6.343 servidores, que utilizarão 12.686 doses para a primeira e segunda etapas, com um saldo de segurança de 636 doses, segundo informou a estatal Agência de Notícias do Acre.

Ainda de acordo com a Agência, 244 idosos institucionalizados utilizarão 488 doses nas primeira e segunda etapas de imunização, com 30 doses de saldo. Indígenas aldeados, totalizando cerca de 12.815 indivíduos, receberão 25.630 doses, com 1.290 doses como saldo de segurança.

As unidades e os critérios para vacinação dos profissionais serão definidos pelas equipes do Departamento de Vigilância em Saúde, Centro de Operações especiais para a Covid-19 (COE) e Programa Nacional de Imunização.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas