Conecte-se agora

Café Contri faz pacto com funcionários: “vamos dividir o pouco que teremos, mas não terá nenhuma demissão”

Publicado

em

A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) trouxe incertezas, mudanças e até medo aos acreanos. Um povo que vive longe dos grandes centros urbanos do país jamais imaginou passar por problemas de magnitude mundial como a transmissão em massa de um vírus. O mesmo vale para as empresas locais, ainda que acostumadas a disputar espaço com a indústria externa, tiveram de se reinventar por completo diante de uma ameaça invisível, mas devastadora. É o caso da indústria do Café Contri e Café Sara, que há mais de 30 anos entram nos lares dos acreanos e agora adotaram medidas simples, inovadoras e esperançosas em prol do desenvolvimento, economia e geração de emprego no estado.

Adalberto Moreto, o popular Beto do Café Contri, publicou um vídeo nas redes sociais esta semana reforçando a importância de os acreanos consumirem produtos locais, principalmente neste período de crise diante da pandemia da Covid-19. “Precisamos ter cuidado com a nossa economia. Quando for comprar produtos, prefira os das indústrias do Acre, assim você mantem os empregos na cidade e no campo. Compre de quem sempre esteve perto de você”, aconselha o empresário.

A marca Café Contri afirma que vê seus colaboradores como parte da própria família e por isso tomou uma decisão para caso de extrema necessidade. Com funcionários que trabalham no local desde a fundação da empresa, o proprietário diz que não tem uma equipe, mas uma família de colaboradores. “Eu me reuni com todos eles e nos comprometemos a enfrentar juntos essa crise. Fechamos um pacto. Se a crise aumentar e não tivermos faturamento para pagar os salários, vamos dividir o pouco que teremos, mas não vamos ter nenhuma demissão. Juntos Somos mais fortes”, garante.

Beto confessa que ninguém estava preparado para esse momento, mas que em meio a todos os problemas decorrentes da pandemia, encontrou uma forma de se reinventar e adequar a empresa à atual situação. “O primeiro passo foi adotar as medidas de segurança, e garantir a proteção dos nossos colaboradores. Afastamos os que compõem o grupo de risco”, explica.

Em seguida, readequou o fluxo operacional da indústria e a rotina da equipe para aderir ao atendimento por meio de canais diretos com a empresa, a fim de evitar o contato entre as pessoas. “Nosso produto é um item de cesta básica e na indústria não existe fluxo de pessoas, apenas de colaboradores. Estamos permitidos pelo decreto estadual a continuar trabalhando, apesar dos custos aumentarem com a queda de demanda”, salienta Moreto, destacando que seu setor foi um dos menos afetados, ao contrário daqueles que estão totalmente impedidos de trabalhar.

A empresa como um todo se diz preocupada por que esta situação de pandemia ainda pode se estender por mais tempo. “Precisamos trabalhar para manter os empregos e equilibrar a economia, porém nem todo mundo pode, pois a única forma de conter o avanço do Coronavírus é o distanciamento. Esse é um momento em que temos que nos unir, pois nosso estado é pequeno. Temos que valorizar os produtos que são produzidos aqui, temos muitas indústrias locais que geram empregos na cidade e renda no campo”, finaliza o empresário.

O decreto governamental que determina o fechamento de serviços considerados não essenciais foi prorrogado por mais 15 dias esta semana e a previsão mais otimista para o retorno do comércio é o próximo dia 4 de maio, isso se os casos de Covid-19 não continuarem aumentando significativamente no Acre, como vem ocorrendo nos últimos dias. O governado de Gladson Cameli já afirmou que as equipes estão montando um plano estratégico para reabrir o comércio aos poucos, incluindo medidas de distanciamento social e de proteção orientadas pela Organização Mundial da Saúde.

Anúncios

Destaque 4

Com direito a festa, Gladson chega em Rio Branco garantindo vacinação e distribuição na terça

Publicado

em

O governador Gladson Cameli chegou na tarde desta segunda-feira, 18, no Aeroporto Internacional de Rio Branco, acompanhado do secretário de saúde, Alysson Bestene, e do procurador-geral, João Paulo Setti, anunciando que a distribuição e vacinação já deve ocorrer nesta terça-feira, 19. As autoridades foram recepcionados por apoiadores que levaram cartazes de apoio ao ato do governo e soltaram fogos em comemoração.

Cameli confirmou que o avião da Força Aérea Brasileira deve chegar ao Acre com as mais de 41 mil doses a partir das 23 horas de hoje. “Assim que chegar, iniciaremos imediatamente a logística de distribuição das primeiras doses para os municípios. Teremos dois helicópteros para levar essas doses para os municípios isolados e coloco até mesmo o mesmo avião à disposição para ajudar na distribuição”, disse o chefe do Palácio Rio Branco.

“Eu estou muito feliz. Pude ver no olhar dos governadores nesta manhã a esperança que todos estão levando para seus Estado. Eu só peço que parem com essa politicagem em torno da vacina. Esse é o momento de salvar vidas. Quero apenas focar nisso para que possamos voltar a vida normal o mais rápido possível”, disse o governador, salientando que poderá tomar medidas duras contra quem não obedecer as medidas de segurança com relação a covid-19.

O voo do governador chegou com pelo menos três horas de atraso após fazer um pouso em Porto Velho devido a forte chuva que castigava Rio Brando desde a manhã de hoje.

Veja a chegada do governador:

Continuar lendo

Destaque 4

Com apenas 3 leitos de UTI vagos, Into tem 92% de ocupação e Juruá não tem mais vaga

Publicado

em

A vacina contra o novo coronavírus parece chegar em um momento crucial para o sistema público de saúde do Acre. Os números divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) nesta segunda-feira, 18, mostram que o Acre não está muito longe de um colapso.

No Juruá, por exemplo, não há mais onde colocar um paciente que precise de tratamento intensivo. Todos os 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados. Se algum paciente apresentar piora no quadro de saúde e necessitar de atendimento em UTI, vai precisar ser transferido para Rio Branco.

Na capital acreana a situação também é de preocupação. No Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), existem 40 leitos de UTI e apenas 3 estão sem pacientes, O que ainda alivia é que existem 8 leitos vagos no pronto-socorro e mais 4 no Hospital Santa Juliana.

Já nos casos dos leitos clínicos, a situação é mais confortável. Das 282 vagas existentes, 137 estão ocupadas, uma taxa de 48,6% de ocupação. Atualmente, existem 220 pessoas internadas em todo o Acre para tratamento da Covid-19. Desse total, 51 estão em leitos de UTI.

Continuar lendo

Destaque 4

Vacinação contra à Covid-19 no Quinari terá pontos de atendimento móvel e fixo

Publicado

em

Em entrevista à imprensa na manhã desta segunda-feira, 18, a prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes (Progressistas) garantiu que toda a estrutura de saúde municipal está pronta para iniciar a vacinação contra o coronavírus.

Neste domingo, 18, a vacina do Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford, obtiveram o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação dos imunizantes no Brasil.

Com 23 mil habitantes, a prefeita Rosana Gomes explicou que a equipe da saúde municipal passou por cursos de capacitação para realizar a aplicação do imunizante. A prefeita explicou que nesta 1º fase serão vacinados os idosos acima de 80 anos e os trabalhadores da saúde do município.

Entusiasmada, Rosana parabenizou o governador Gladson Cameli (Progressistas) pelo empenho em garantir a vacina para a população acreana. “O governador Gladson é um grande líder e um gestor muito acessível que está fazendo esse trabalho em parceria com os municípios. Já estamos com tudo pronto, todos os profissionais de saúde preparados para atender a população e todos serão vacinados”, destacou.

A coordenadora da Atenção Básica de Senador Guiomard, Dayane Reis explicou que o município ofertará atendimentos em pontos móvel e fixos. “No Quinari, nós vamos trabalhar com pontos de atendimento móvel e fixo. Temos quatro unidades disponíveis para atender a população e também teremos uma estratégia para ir até aqueles que não têm condições de ir até os postos. É muito importante que a população esteja consciente de quais grupos vão receber a vacina nessa fase, para que não haja tumulto ou aglomeração”, explicou.

Continuar lendo

Destaque 4

Secretários municipais e vereador de Feijó são alvos de operação da Polícia Federal

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira, 18, a Operação Whistleblower, que investiga associação criminosa que atuou durante o período de campanha eleitoral de 2020 para a prática de crime de corrupção eleitoral, desvio de recursos públicos e ameaça.

Segundo o apurado até o momento, alguns servidores públicos municipais teriam desviado materiais pertencentes à Prefeitura de Feijó para empregá-los na compra de votos de eleitores em favor do prefeito Kiefer Cavalcante (PP), em vez de destinar os referidos bens às atividades afetas ao interesse público.

Foram cumpridos 07 mandados de busca e apreensão em desfavor dos investigados, dentre os quais estão secretários municipais e um vereador da cidade.

O termo em inglês “Whistleblower” significa denunciante, que é pessoa que informa às autoridades competentes a ocorrência de atividade ilegal.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.