Conecte-se agora

Governo pede autorização da Aleac para empréstimo de quase R$ 400 milhões junto à Caixa

Publicado

em

O barulho da proposta de Reforma da Previdência do Acre entregue na Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira, 5, foi tão grande, que quase passa despercebido que no meio da papelada da reforma, o governador Gladson Cameli quer autorização dos deputados estaduais para contrair mais um empréstimo.

Desta vez, o recurso viria da Caixa Econômica Federal no valor de R$ 392.897.407,71 (trezentos e noventa e dois milhões, oitocentos e noventa e sete mil, quatrocentos e sete reais e setenta e um centavos).

Segundo o Projeto de Lei enviado por Gladson à Aleac, a grana tem por objetivo amortizar e reestruturar a dívida pública e financiar investimentos estruturantes.

Gladson pediu que a tramitação do Projeto de Lei ocorra em caráter de urgência, já que os recursos oriundos do Financiamento para Infraestrutura e Saneamento – FINISA, da Caixa, ampliarão a capacidade de investimentos diante da indisponibilidade de recursos próprios necessários para viabilizar a execução de novos investimentos estruturantes próprios.

Vale lembrar que os deputados estaduais aprovaram, praticamente por unanimidade, no último dia 15 de outubro, autorização para que o governo do estado contraia R$ 268 milhões de reais junto ao Banco do Brasil para investimentos na aquisição de imobiliário público, no setor de habitação, saneamento, saúde, educação e produção.

Cotidiano

Rio Acre está a 65 centímetros da cota máxima de estiagem em Rio Branco

Publicado

em

Depois de ultrapassar os 14 metros no fim de março passado, o Rio Acre atingiu neste domingo (15), o nível de 3,24 metros de profundidade em Rio Branco, a capital do estado. Esta é a cota mais baixa dos últimos 7 anos, de acordo com dados da Coordenadoria de Defesa Civil Municipal (COMDEC).

O índice, registrado às 6 horas da manhã deste domingo, está a apenas 0,65 centímetros do nível de alerta máximo de estiagem na capital acreana, que é de 2,59 metros e a 1,94 metro da pior marca já registrada para o manancial, que foi de 1,30 metro, em setembro de 2016.

A cota de alerta máximo de estiagem já foi registrada no Rio Acre nos municípios de Assis Brasil e Brasiléia, na última sexta-feira (13), de acordo com o Boletim de Monitoramento Hidrometeorológico da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Semapi).

De acordo com as cotas definidas pela Plataforma de Monitoramento Ambiental, o Rio Acre encontra-se em Alerta Máximo em Assis Brasil e Brasiléia, Atenção em Rio Branco e Observação em Xapuri. O Riozinho do Rola também se encontra em Alerta Máximo.

Previsão de seca rigorosa

Há uma previsão dos órgãos ambientais estaduais e federais de que o Acre tenha uma seca rigorosa neste ano, razão pela qual o estado deverá mobilizar uma força-tarefa envolvendo várias instituições tanto para a prevenção quanto para o combate às queimadas que mais uma vez deverão ter níveis elevados.

No último dia 21 de março, o Ministério do Meio Ambiente declarou Emergência Ambiental no Estado do Acre entre os meses de abril e novembro de 2022. A medida estabelecida pela na Portaria nº 78, de 17/3/2022 é uma antecipação à possibilidade de eventos extremos relacionados com a seca.

Continuar lendo

Cotidiano

Dupla acusada de tentar matar vizinha é absolvida pelo Tribunal do Júri

Publicado

em

Em sessão realizada na sexta-feira (13), no Fórum Criminal, o Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco absolveu por falta de provas os réus Roque Capistrano e Matias Rocha Pessoa da acusação de homicídio qualificado. Os dois eram acusados de tentar matar a tiros a vizinha Zenaide Roque de Freitas Brito.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, por volta de 21h do dia 7 de junho de 7 de junho de 2017, os acusados estavam consumindo maconha ao lado do quintal, quando viram a vizinha os observando. Eles teriam ficado irritados e se retirado por alguns minutos.

Zenaide já estava dentro de casa quando lembrou que tinha esquecido uma bacia no fundo do quintal. Ao sair para pegá-la acabou sendo atingida com um tiro no tórax. Presos dias depois, eles inicialmente negaram o crime, no entanto, um deles acabou assumindo a autoria do delito.

Durante o julgamento desta sexta-feira, o Conselho de Sentença considerou que os réus realmente não tinham nada a ver com o crime e os absolveram por falta de provas.

Continuar lendo

Cotidiano

Justiça condena quadrilha que fez família de refém para roubar camioneta

Publicado

em

O juiz Gustavo Sirena, da Vara de Delito de Roubos e Extorsões de Rio Branco, condenou todos os integrantes de uma quadrilha que em agosto do ano passado, usando armas de grosso calibre, invadiram uma chácara na Estrada do Quixadá e fizeram marido, esposa e um filho de 11 anos de reféns por mais de oito horas. Dois deles levavam a caminhonete da família para a Bolívia quando foram presos, ocorrendo o mesmo com os demais.

O magistrado, depois de analisar a denúncia do Ministério Público, concluiu que os assaltantes agiram de maneira covarde e violenta, causando vários tipos de problemas à família, prova disso é que mãe e filho até hoje fazem tratamento psicológico.

Maicon da Silva Freitas, apontado como sendo o líder do bando, foi condenado a 11 anos, um mês e 10 dias de reclusão. André Lucas de Souza Lima, Hércules Mailon Almeida da Silva e Edileudo Paulino Ferreira foram condenados a uma pena de 10 anos e 25 dias cada um. Todos estão recolhidos ao presídio da capital.

O assalto ocorreu na noite do dia 11 de agosto do ano passado, quando o grupo armado invadiu a outrora tranquila chácara na Estrada do Quixadá. O dono da casa, que é pastor evangélico, a esposa e o filho, foram feitos reféns. Depois de pegar alguns objetos, dois dos assaltantes roubaram uma caminhonete Hilux preta e se deslocaram para a Bolívia, onde já eram esperados. Outros dois ficaram com os reféns.

Quando transitavam pela BR-317, os assaltantes foram abordados por integrantes de uma guarnição do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) que faziam um patrulhamento na região e acabaram presos em flagrante. Somente oito horas após o início do assalto é que os reféns foram liberados por policiais que foram avisados pelos colegas.

Continuar lendo

Cotidiano

Bocalom ironiza faixas de pedestre vermelha no Ceará: “Fortaleza pode, Rio Branco não?”

Publicado

em

O prefeito Tião Bocalom (Progressistas) usou as redes sociais neste sábado, 14, para apimentar a discussão sobre a pintura das faixas de pedestres na cor azul em Rio Branco que, inclusive, virou meme e alvo de investigação por parte do Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC).

A polêmica foi voltou a tona após um internauta que se encontra em Fortaleza, no Ceará, mostrar que na cidade as cores da faixa de pedestre são vermelhas em alusão ao governo do PT. Imediatamente, Bocalom não perdeu tempo e compartilhou o vídeo e imagens em sua página nas redes sociais e aproveitou para alfinetar os críticos. “Uai. Quer dizer que em Fortaleza pode, Rio Branco não?”, escreveu.

No entanto, o assunto não repercutiu bem ao chefe do executivo municipal. Alguns internautas sugeriram que Bocalom se preocupe com os buracos da capital e não com faixas de pedestres. “Que bobagem, vão ajeita as ruas que ta cheio de buracos” disse Trombone.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!