Conecte-se agora

Comissão de Saúde da ALEAC se reúne com Direção do Huerb e Sindicatos da Saúde

Publicado

em

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), se reuniu na tarde desta quarta-feira (5), com servidores do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) para tratar dos problemas que estão ocorrendo na unidade de saúde. Também participaram da reunião, membros do Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM), Sindicatos dos Médicos, Sindicato dos trabalhadores em Saúde e do Sindicato dos Profissionais Auxiliares e Técnicos e Sindicato dos Enfermeiros do Estado.

Na ocasião, os servidores relataram as dificuldades devido à falta de recursos humanos, medicamentos e materiais médicos hospitalares em momentos que as demandas de atendimento no HUERB só aumenta.  “ Temos nos esforçado para dar respostas, mas precisamos de mais apoio”, disse Fabíola de Souza, diretora do setor de Assistência do hospital.

Os servidores também falaram dos desafios que estão enfrentando na unidade de saúde devido à falta de profissionais. “É preciso fazer um concurso simplificado urgente para suprir todas as especialidades porque a demanda do hospital é grande demais. Estamos com um déficit grande na escala de enfermagem, na UTI falta técnicos de enfermagem para atender os pacientes. Já fizemos essa solicitação a Sesacre, eles ficaram de mandar mais profissionais para amenizar a escala, mas, até agora não chegou. Precisamos resolver esse problema, a situação atual é desumana demais”, salientou Edna, Coordenadora de Enfermagem do Huerb.

O diretor do Huerb, Welber de Lima, também destacou as dificuldades da escala de plantões do hospital. Segundo ele, os técnicos em enfermagem estão trabalhando sobrecarregados. “Hoje, os nossos técnicos estão trabalhando todos sobrecarregados, eles praticamente esqueceram o vínculo familiar para se dedicar ao Pronto Socorro. Todos eles têm 15 plantões extras e ainda assim, não conseguem fechar a escala de serviço. Esses problemas e todos os outros que estamos enfrentando, já foram repassados a Sesacre desde janeiro, solicitamos mais profissionais, porém, a burocracia dos órgãos competentes impede as contratações”, afirmou.

Welber também destacou os procedimentos que o hospital conseguiu realizar desde o início do ano. “Com todas as dificuldades, o Huerb realizou no mês de abril, 14 mil procedimentos, eletrocardiograma, Raio X, tomografia e ressonância. Cirurgias só no mês de abril, foram feitas 131, isso mesmo com toda a falta de material. Ao todo, 342 cirurgias foram realizadas. Na ortopedia, 1.253 foram feitas em abril, e no mês maio, 1.039. Isso mostra que nós estamos trabalhando, mesmo diante das dificuldades conseguimos criar contingências para realizar cirurgias”, frisou.

A ex responsável técnica da UTI do Huerb, Márcia Vasconcelos, frisou que um dos grandes problemas do setor é a falta de material e medicamentos. “Eu tenho apenas 18 luvas estéril para passar a noite, isso significa que eu não posso entubar os pacientes e nem aspirá-los. Também não tenho antibióticos. O governo diz que nos dá condições de trabalho, mas, a verdade é que ele não dá. Estamos trabalhando à míngua. E digo mais, sem equipe, sem recursos e sem ventilador, nós não temos como trabalhar. A UTI corre o risco de fechar”, disse.

Após ouvir atentamente o relato dos servidores, o presidente da Comissão de Saúde, deputado José Bestene (PP), disse que levará as reivindicações documentadas ao governador Gladson Cameli (PP).

“Levaremos todos os relatos de vocês ao conhecimento do governador Gladson e da Sesacre. Nós precisamos mostrar a eles a real situação do Huerb, eles precisam saber de fato o que está acontecendo lá. A saúde precisa de uma atenção maior dos nossos gestores, já fui secretário de Saúde e sei que para tudo funcionar bem nós temos que acompanhar de perto tudo que acontece nas unidades de saúde do Estado. Estamos falando de um setor sensível, que merece toda a nossa atenção”, frisou.

O vice-presidente da Comissão de Saúde da Aleac, deputado Jenilson Leite (PC do B), informou que agendará uma reunião com a nova gestora da Sesacre para tratar as questões trazidas pelos servidores do Pronto Socorro.

“Tudo o que ouvimos aqui é muito sério. Se faz necessário a contratação imediata de mais profissionais e a compra de mais medicamentos para a unidade, sem isso não tem como o hospital funcionar. A demanda do Pronto Socorro é grande demais, nós precisamos resolver essas questões com urgência. Nós precisamos manter também esse diálogo, com a nossa união acredito que conseguirmos resolver esses problemas que impendem o funcionamento daquela unidade que é tão importante para a população acreana”, enfatizou.

Os deputados Luis Tchê (PDT), Edvaldo Magalhães (PC do B) e Chico Viga (PHS) também estiveram presentes no encontro.

Destaque 3

Marrocos bate seleção da Espanha nos pênaltis e avança às quartas da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

O Marrocos está nas quartas de final da Copa do Mundo. Nesta terça-feira (6), a seleção marroquina fez história, bateu a Espanha nos pênaltis, após empate sem gols no tempo regulamentar, e carimbou sua vaga na próxima fase do Mundial.

O Marrocos agora aguarda o resultado do confronto entre Portugal e Suíça para conhecer seu adversário nas quartas da Copa. O duelo acontece ainda nesta terça.

O jogo

Marrocos e Espanha foram a campo com propostas distintas de jogo. Os espanhóis se lançaram ao ataque, enquanto os marroquinos se defenderam e contra-atacaram. O resultado foi um duelo muito equilibrado nos dois tempos e com poucas chances claras de gol.

A Espanha dominou as ações da partida, mas teve muita dificuldade para furar o sólido bloqueio marroquino. As melhores chances da seleção europeia no primeiro tempo saíram dos pés de Asensio, que mandou uma bomba pelo lado de fora da rede, e Gavi, que acertou o travessão.

Já o Marrocos criou suas melhores oportunidades com Boufal, que deu muito trabalho aos defensores espanhóis. Aos 41, o atacante balançou o corpo e cruzou na medida para o zagueiro Aguerd, que cabeceou por cima do gol.

As chances no segundo tempo foram ainda mais escassas. Marrocos praticamente largou mão do ataque e se fechou no campo defensivo. Já a Espanha, que vinha tendo dificuldade para superar o bloqueio adversário, quase não criou.

As melhores chances dos espanhóis saíram na reta final. Aos 35, Nico Williams enfiou para Morata, que foi à linha de fundo e bateu sem ângulo. Os marroquinos responderam com boa trama ofensiva de Hakimi e Cheddira, aos 39, mas a bola também não entrou. Dani Olmo quase tirou o zero do placar em cobrança de falta no último lance do jogo, mas o empate persistiu, e a decisão foi para a prorrogação.

A Espanha seguiu no ataque no primeiro tempo, mas deu mais espaços para Marrocos chegar com perigo. A melhor chance foi da seleção marroquina. Aos 13 minutos, Cheddira ficou cara a cara com Unai Simón, mas finalizou em cima do goleiro.

A segunda etapa da prorrogação foi uma espécie de reprise do que foi visto no primeiro tempo, mas foi a Espanha que teve a melhor oportunidade. No útimo lance, Saravia aproveitou bom cruzamento, bateu sem ângulo e mandou na trave.

Com o persistente empate no marcador, a vaga foi decidida nos pênaltis. O goleiro Bono defendeu as três primeiras defesas da Espanha. Já Marrocos perdeu apenas uma e avançou às quartas da Copa do Catar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Brasil atropela Coreia do Sul e encara Croácia nas quartas de final da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

Nesta segunda-feira (5), o Brasil deu o quarto passo em busca do hexa. E foi um passo para lá de especial. Com atuação irretocável, a seleção brasileira goleou a Coreia do Sul por 4 a 1 no estádio 974, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Vinícius Júnior, Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá anotaram os gols da Canarinho, que vai enfrentar a Croácia nas quartas do Mundial do Catar.

Próximo adversário da seleção brasileira na Copa, a Croácia passou pelo Japão nos pênaltis. O Brasil vai encarar os croatas na próxima sexta-feira (9), no estádio Cidade da Educação. A seleção europeia está invicta na competição, com uma vitória e três empates.

Neste duelo, o Brasil terá pela frente a oportunidade quebrar um incômodo jejum em Copas. Isso porque a Canarinho não vence uma equipe europeia na fase final do torneio desde a decisão contra a Alemanha, em 2002. Faltam três passos para a seleção brasileira no caminho do sonhado hexa.

O jogo

Com Neymar de volta, o Brasil mostrou desde os instantes inciais que estava com o setor ofensivo afiado. Aos seis minutos, Raphinha fez jogada pela direita e serviu Vinícius Júnior, que dominou bem e bateu no ângulo para abrir o placar. Na sequência, Richarlison foi derrubado por Woo-Young Jung na área. Pênalti. Frio, Neymar partiu para bola e deixou o goleiro Woo-Young Jung sem chão: 2 a 0 para a Canarinho.

A primeira grande ação ofensiva da Coreia do Sul no jogo ocorreu aos 16 minutos, com Hee-Chan Hwang, que arrisocu de fora da área e exigiu grande defesa de Alisson – esta foi a primeira defesa difícil do camisa 1 na Copa do Mundo. Com a vantagem por dois gols, a Canarinho passou a tocar um pouco mais bola.

Em ritmo de treino, a seleção aproveitou a posse maior para ampliar o placar. Aos 28, Richarlison recuperou bola no estilo foquinha, passou para Marquinhos, que encontrou Thiago Silva por dentro e, com assistência do camisa 3, o próprio Pombo surgiu sozinho para bater na saída de Woo-Young Jung e anotar o terceiro.

Grogue, a defesa sul-coreana mal viu o ataque seguinte do Brasil, quando Vinícius Júnior partiu pela esquerda e cruzou para Paquetá bater de primeira e marcar mais um: 4 a 0. Antes do apito final, Lucas Paquetá, Richarlison e Neymar passaram perto de anotar o quinto, mas o primeiro tempo foi encerrado sem um novo gol brasileiro.

A etapa final da partida foi apenas protocolar, com o Brasil empilhando algumas oportunidades de gol, principalmente em lances com Raphinha, ponta-direita zerado na Copa do Catar. Do outro lado, a Coreia do Sul tentou ainda descontar o marcador aos 22 minutos, mas o goleiro Alisson fez uma grande defesa em chute de Hee-Chan Hwang.

Em ritmo cada vez menos intenso, a Canarinho foi chamando a equipe asiática para o campo de ataque. Aos 31 minutos, Seung-Ho Paik pegou sobra na entrada da área e soltou uma bom para diminuir o placar, sem chance para Alisson. Na sequência, o camisa 1 ainda fez uma outra defesa em chute de Gue-sung Cho, mas o lance estava impedido.

O técnico Tite sacou Neymar nos últimos minutos, além de ter levado o goleiro Weverton, 3ª opção da posição, a campo. Com muita troca de passes, o Brasil apenas esperou o apito final do jogo. No fim, Daniel Alves quase marcou um golaço de voleio. Mas não teve nova mudança no placar: Brasil 4 a 1 para cima da Coreia do Sul.

 VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Croácia bate Japão nos pênaltis, avança às quartas de final e pode pegar o Brasil

Publicado

em

Por

A Croácia se classificou às quartas de final da Copa do Mundo e pode entrar no caminho da seleção brasileira. Nesta segunda-feira (5), os croatas bateram o Japão nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, e carimbaram a vaga na próxima fase do Mundial.

A seleção croata agora aguarda o vencedor do confronto entre Brasil e Coreia do Sul para saber quem será seu adversário nas quartas. O duelo da Canarinho contra os sul-coreanos acontece ainda nesta segunda.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado por muito equilíbrio entre as duas equipes, que foram a campo com propostas diferentes. A Croácia se lançou ao ataque, manteve a posse de bola e pressionou o Japão, que jogou recuado na maior parte do tempo, mas mostrou muita eficiência nas saídas de bola, com toques precisos, de pé em pé.

O duelo tático não foi dos mais empolgantes, mas teve um vencedor na primeira etapa. Aos 42 minutos, após jogada trabalhada em escanteio pela direita, Doan cruzou para a área, a bola desviou em Yoshida, e Maeda completou para o fundo do gol.

A Croácia, no entanto, superou a dificuldade que teve para converter as chances criadas em gols logo no início da segunda etapa. Aos nove, Lovren cruzou da intermediária, e Perisic desviou de cabeça para deixar tudo igual.

O Japão sentiu o gol, e a Croácia aproveitou o momento de superioridade para tentar virar. Aos 17, Modric mandou uma bomba da entrada da área e obrigou Gonda a fazer grande defesa. Já aos 20, em jogada muito parecida com a que culminou no gol de empate, Budimir cabeceou para fora.

A seleção japonesa conseguiu se segurar bem, mas praticamente não ofereceu mais perigo. Já os croatas mantiveram o domínio, mas desaceleraram na reta final, e o jogo foi para a prorrogação.

A primeira etapa teve a mesma tônica do tempo regulamentar. A Croácia dominou as ações do jogo, e o Japão tentou tirar o zero do placar no contra-ataque. A melhor chance foi da seleção japonesa. Aos 14 minutos, Mitoma arrancou do campo defensivo até a entrada da área e mandou uma bomba para grande defesa de Livakovic.

O desgaste físico ofuscou o desempenho das duas seleções no segundo tempo, e a partida ficou truncada, sem grandes chances de gol. Com a manutenção do empate, a vaga para as quartas de final foi decidida nos pênaltis. Os japoneses erraram três cobranças, e os croatas apenas uma, garantindo a classificação.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Inglaterra bate Senegal, confirma favoritismo e avança às quartas da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Inglaterra está classificada para as quartas de final da Copa do Mundo. Neste domingo (4), a seleção inglesa venceu Senegal por 3 a 0 e carimbou sua vaga na próxima fase do Mundial.

Os ingleses agora terão pela frente a França, que venceu a Polônia neste domingo e também confirmou sua vaga. O confronto está marcado para o próximo sábado (10), no estádio Al Bayt.

O jogo

Senegal começou bem, dificultando a saída de bola da Inglaterra e levando perigo ao gol de Pickford. Mas o equilíbrio durou até os ingleses abrirem o placar.

Aos 38 minutos, Bellingham invadiu a área pela esquerda e rolou para Henderson mandar para o fundo da rede. Os senegaleses sentiram o gol, e os ingleses aproveitaram o momento para ampliar.

Aos 47, Bellingham roubou a bola e acionou Foden, que rapidamente mandou para Kane. O atacante chutou cruzado, sem dar chances de defesa para o goleiro Mendy.

O segundo tempo foi de amplo domínio da Inglaterra, que decretou a vitória por 3 a 0, com Saka. Aos 11, o atacante aproveitou bom passe de Foden e fechou a conta.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.