Conecte-se agora

Encceja 2019: inscrições começam nesta segunda-feira (20)

Publicado

em

As provas acontecem em 25 de agosto

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019 começam nessa segunda-feira (20). O procedimento deve ser realizado na página do exame e ao dar início é necessário informar os dados de CPF e data de nascimento. O prazo será encerrado no dia 31 deste mês e as provas acontecem em 25 de agosto de 2019.

Podem participar pessoas que não terminaram as etapas da educação básica no período regular e desejam obter a certificação, desde que atendam aos requisitos mínimos de idade. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o certificado do Ensino Fundamental requer, pelo menos, 15 anos completos na data da prova. Para o certificado do Ensino Médio, a idade mínima exigida é de 18 anos. As inscrições para o Encceja 2019 são gratuitas.

Provas do Encceja 2019

As quatro provas serão aplicadas em mais de 600 municípios, divididas entre os turnos matutino e vespertino. No Ensino Fundamental, as avaliações serão de Ciências Naturais; História e Geografia; Língua Portuguesa e estrangeira, Artes, Educação Física e Redação; além de Matemática. Já o Encceja Ensino Médio aplicará questões de Linguagens e Redação; Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

Certificação ou Proficiência

Embora o Inep aplique as provas, cabe às secretarias estaduais de educação e aos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia a emissão da certificação ou da proficiência. Os participantes podem escolher a instituição certificadora. O exame é aplicado desde 2002 para pessoas que se enquadram na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os participantes podem estar localizados em território brasileiro (Encceja Nacional) ou internacional (Encceja Exterior). Há também a aplicação das provas para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja PPL).

Educa Mais Brasil 

Acre

Em Xapuri, irmão de ex-prefeito morre após suposta brincadeira

Publicado

em

O que pode ter sido uma mera brincadeira, terminou de maneira trágica para o servidor público Roberto José Lima de Oliveira, de 50 anos. Ele foi a óbito na tarde deste domingo (16), em um bar da cidade, após ter sido empurrado por um amigo de nome Felipe e bater com a cabeça em uma mesa de sinuca.

De acordo com relatos de testemunhas, o episódio fatídico começou quando a vítima apertou os testículos de um amigo, com quem frequentava o estabelecimento. Depois de alguns momentos, esse amigo teria reagido à “brincadeira” com um empurrão que levou Roberto a cair e bater a cabeça, ficando inconsciente.

Ainda de acordo com as informações, o Samu foi acionado, mas o servidor foi a óbito alguns instantes depois do acontecimento. Funcionário da Prefeitura de Xapuri desde o ano de 1988, Roberto José é um dos irmãos do ex-prefeito Wanderley Viana, que administrou a cidade por dois mandatos.

O investigador Eurico Feitosa, da Delegacia de Polícia de Xapuri, informou que o amigo envolvido no incidente já se apresentou, acompanhado da mãe, e que ainda neste domingo o delegado da cidade, Gustavo Neves, deveria dar início aos procedimentos relacionados ao caso.

Continuar lendo

Acre 01

Brasiléia inicia nesta Segunda-feira vacinação contra Covid-19 para crianças de 5 até 11 anos

Publicado

em

A prefeitura de Brasiléia, através da Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (17), imunização contra Covid-19 para crianças na faixa etária entre 5 a 11 anos de idade.

A vacina começa a partir das 7h horas da manhã na Unidade Básica de Saúde Tufic Mizael Saady e as crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

O município recebeu as 200 primeiras doses da vacina, que serão aplicadas nas crianças durante essa segunda-feira, com início às 7:00 horas da manhã até às 16h30.

A prefeita Fernanda Hassem fala da chegada do imunizante destinado ao público infantil. “Brasiléia inicia a vacinação contra Covid-19 para nossas crianças e estamos imensamente felizes por esse momento ter chegado. Os pais aguardavam ansiosos o momento de aplicar a dose da vacinação em seus filhos, nosso sentimento é de gratidão e esperança renovada por sabermos que chegou o momento de imunizarmos nossos pequenos de 5 a 11 anos de idade”, comemorou a prefeita.

Continuar lendo

Cotidiano

Neném Almeida pede retorno do auxílio emergencial para servidores da saúde no Acre

Publicado

em

O deputado Neném Almeida (Podemos) publicou em suas redes sociais um pedido de retorno do Auxílio Temporário de Emergência em Saúde (ATS), ao governo do Estado.

Esse adicional de insalubridade foi destinado aos servidores da Saúde e da Segurança Pública e tinha a intenção de suprir os gastos excepcionais e emergenciais decorrentes da exposição excessiva de agentes públicos aos efeitos da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Como justificativa para o retorno do pagamento, o parlamentar destacou que com o aumento do números de casos de Covid-19, esses profissionais voltarão a ser muito exigidos no combate à essa doença, e que por isso merecem um abono financeiro. “É extremamente importante que todos os servidores que estejam na linha de frente sejam contemplados com esse benefício. Precisamos ajudar aqueles que nos ajudam”, destacou Almeida.

O deputado finaliza lembrando que muitos desses profissionais após o contato com essa doença ficaram com sequelas como limitação respiratória, ansiedade e depressão, e outros chegaram a perder a própria vida no combate ao vírus.

Continuar lendo

Cotidiano

Moradora reclama da demora de quase 2h para realização de atendimento em Upa

Publicado

em

A moradora do bairro Belo Jardim II, na região do Segundo Distrito, em Rio Branco, Elaine Priscila Gomes, 30 anos, resolveu procurar a reportagem do ac24horas neste domingo, 16, para denunciar demora no atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no conjunto habitacional da Cidade do Povo.

Segundo ela, na unidade de saúde estavam aguardando cerca de 15 pessoas, no entanto, o médico, Renan Nunes da Silva não cumpriu o início dos atendimentos, fazendo com que os pacientes esperassem mais de 2 horas. “Eu cheguei era mais de 13 horas, e já era mais de 15 horas e não fui atendida. Isso é um descaso. Ficamos mais de hora aguardando atendimento”, declarou.

Em resposta ao atraso, a denunciante contou que a recepcionista da UPA falou que o médico só atenderia casos de emergência, no entanto, após quase 2 horas de espera ele resolveu chamar os pacientes para o atendimento. “A moça disse que o médico tava lá para atender emergência. Deu três horas. O médico estava bem dormindo”, reclamou.

A reportagem do ac24horas buscou contato com a direção da unidade de saúde, no entanto, não obtivemos resposta.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!