Conecte-se agora

Genro relata que chove dentro do PS e que o aparelho de tomografia continua quebrado

Publicado

em

O protético Jeferson Silva teve duas surpresas ao levar a sogra, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), para atendimento no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

A primeira foi descobrir que o aparelho que faz o exame de tomografia na unidade de saúde está quebrado. “Quando fui chegando, um conhecido meu que trabalha no raio x me disse que o aparelho não funciona há um mês”, afirma.

A outra é que Jeferson foi ao hospital na hora da forte chuva que caiu sobre Rio Branco na tarde desta quinta-feira, 11. Para sua desagradável surpresa presenciou água caindo dentro do Huerb. Indignado, fez um vídeo onde mostra as precárias condições de uma das mais importantes unidades de saúde.

Jeferson afirma que não teve outra alternativa a não ser procurar atendimento particular. Com a tomografia e uma consulta com um neurocirurgião gastou mais de mil reais. “Eu tirei ela de lá pra ela não morrer. Se deixar lá, morre. Aquilo parece mais uma zona de guerra que um hospital”, diz.

Procurado pela reportagem do ac24horas, o diretor do hospital, Welber de Lima, confirmou que não estão sendo feitos os exames de tomografia na unidade, mas nega que o aparelho esteja quebrado há um mês. “Essa informação não procede, o aparelho está quebrado há dois dias apenas. O exame não está sendo feito no Huerb, só em outras unidades”.

Segundo o diretor do Huerb, a empresa proprietária do aparelho, garantiu que um técnico chega ainda nesta quinta-feira para iniciar o conserto do aparelho. “Eu liguei agora para a empresa e o técnico tá chegando agora à noite de Porto Velho e passa a sexta toda trabalhando na máquina. Se tudo der certo, amanhã mesmo já voltamos a fazer o exame aqui no Huerb”, afirma Welber.

Em relação a chuva caindo dentro hospital, o diretor do Huerb afirma: “Nós já passamos essa demanda para a Secretaria de Obras e quando a gente conseguir ocupar a verticalização, essa parte antiga do hospital vai ser toda recuperada”, diz Welber.

É importante ressaltar que a obra de verticalização do Huerb se arrasta há mais de 10 anos. O atual governo promete concluir a obra em 2019.

[videopress tYITMEDB]

Cotidiano

Em estreia do Brasil, Acre tem quinta-feira instável, com sol, nuvens e chuvas passageiras

Publicado

em

O tempo instável, com sol, nuvens e chuvas, em geral, passageiras e pontuais, vai predominar no Acre nesta quinta-feira, 24, dia em que o Brasil estreia na Copa do Mundo. Os termômetros marcam a máxima de 31°C na maioria dos municípios.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira pode chover intensamente em algumas áreas, com ventos soprando entre fracos e moderados e rajadas eventuais. Nas microrregiões de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, também pode chover forte.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 28 e 30ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 28 e 30ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC.

Continuar lendo

Cotidiano

Sine do Acre oferta 60 vagas de emprego nesta quinta-feira em Rio Branco

Publicado

em

O Sistema Nacional de Empregos do Acre (Sine), está disponibilizando 60 vagas de emprego para várias áreas em Rio Branco, nesta quinta-feira, 24 de novembro.

As oportunidades de trabalho são rotativas, ou seja, são divulgadas para o dia, podendo ou não estar mais disponíveis para a data seguinte. O atendimento está sendo feito exclusivamente via telefone, mas presencialmente continua sendo na Organização em Centros de Atendimento (OCA).

Para se candidatar, é necessário que o candidato esteja com o cadastro atualizado. Aqueles que precisam fazer o registro na instituição, devem ter em mãos os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

O cidadão poderá verificar se a vaga ainda está disponível através dos telefones (68) 3224-5094 (68) 3224-1519, (68) 3223-6502 ou (68) 0800 647 8182.

Continuar lendo

Cotidiano

Residência onde ocorreu confronto entre facções é incendiada na Baixada da Sobral

Publicado

em

A guerra entre facções não cessa e mais um crime foi registrado na capital. A residência aonde ocorreu a morte de William Borges Soares, de 29 anos, vulgo “Tanaka” e aonde foram feridos Antônio Railan Mendonça Ferreira, de 26 anos e Gleison Roberto do Carmo, de 21 anos, na tarde desta quarta-feira, 23, foi incendiada pela noite nesta quarta-feira. O crime aconteceu na rua 27 de Julho, no bairro Plácido de Castro, na Baixada da Sobral, em Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia, a casa incendiada é de um acusados de terem matado o “Tanaka”, faccionados amigos de William reagiram ao ocorrido e atearam fogo na residência que ficou totalmente destruída pelas chamas.

Populares ao avistarem o fogo acionaram o Corpo de Bombeiros que consegui apagar o fogo, porém tudo na casa já havia sido consumido pelas chamas.

Após o Corpo de Bombeiros fazer o rescaldo a área foi isolada para os trabalhos do Perito em criminalística.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Cotidiano

Pré-história do Acre será tema de curso no Sesc/Centro de Rio Branco

Publicado

em

Nos dias 25, 29 e 30 de novembro, das 13h às 17h acontecerá, em Rio Branco, no Sesc/Centro, o curso “Pré-História de Rio Branco e do Acre – Aquiry: povos construtores e paisagens míticas e culturais”.

O evento será ministrado pelo professor Marcos Vinícius Neves, com produção da historiadora Flávia Burlamaqui e, tem como objetivo apresentar alguns resultados de pesquisas arqueológicas que vêm sendo realizadas desde o final da década de 1970, na região.

“A história do Acre só inicia em 1850, quando começaram as primeiras expedições de não-indígenas na região? E as dezenas de povos originários que habitavam essas terras por milhares de anos antes disso? Onde fica? Essa é uma das questões centrais do curso Aquiri”, disse Vinicius.

Gratuito, a formação tem duração de 16 horas e atividades presenciais e remotas, buscando alcançar professores da rede pública de ensino e fazedores culturais, especialmente os da área de Patrimônio Cultural, para difundir esses importantes saberes, de forma que cheguem às salas de aula e alcancem públicos amplos e diversos.

“O que queremos é compartilhar informações necessárias à compreensão da pré-história acreana em suas muitas dimensões, incluindo conteúdos que vão desde as características teórico-metodológicas da pesquisa arqueológica na Amazônia, passando pelas áreas e sítios já pesquisados, até os resultados das interpretações científicas para a construção de uma historiografia indígena mais ampla, profunda e consistente”, defende Flávia.

A iniciativa tem financiamento da Prefeitura de Rio Branco, através da Fundação Garibaldi Brasil (Fundo Municipal de Cultura). Para participar, é necessário contato prévio com a produção, no WhatsApp (68) 9.9988-9014.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.