O Tesouro Nacional teve que bancar R$ 864,42 milhões em dívidas não pagas por Estados em fevereiro. O maior montante foi representado por débitos de Minas Gerais, que deixou de cumprir R$ 748,26 milhões em obrigações, segundo o Valor Econômico. “Por conta dos atrasos e das honras de garantias, estão impedidos de contratar novas operações de crédito com garantia da União atualmente os Estados de Goiás, Minas Gerais, Piauí, Roraima, Acre e Rio Grande do Norte. Além disso, estão impossibilitados os municípios de Natal (RN), Chapecó (SC) e Cachoeirinha (RS)”, diz o Valor.

Leia o conteúdo completo

Previous
Next
error: Conteúdo protegido!