Conecte-se agora

Alan Rick diz que Mais Médicos financiava ditadura cubana e que trabalha para acreanos serem aproveitados no programa

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (DEM) foi o entrevistado desta semana no Bar do Vaz. Em entrevista exclusiva ele relatou sobre toda essa polêmica envolvendo o Programa Mais Médicos, do governo federal, e afirmou que até então ela financiava a ditadura cubana, mas que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já mudou essa situação dando prioridade aos brasileiros. Assista a entrevista na integra:

Bar do Vaz

Economista Orlando Sabino diz que Gladson foi um gigante na pandemia

Publicado

em

O economista Orlando Sabino, do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre, revelou em entrevista ao jornalista Roberto Vaz que “a mandioca gera R$ 600 milhões por ano na economia do Acre” e que o auxílio emergencial do governo federal foi fator primordial para estancar a crise econômica: “Poderia ter sido bem pior”, revela.

A entrevista com duração de 32 minutos marcou o retorno do Bar do Vaz, que estava suspenso desde o início da pandemia.

Sobre a polêmica do alto preço dos combustíveis o professor disse que a redução da alíquota do ICMS [25%] sobre os derivados do petróleo pouco reflete em benefícios para o cidadão e considera que “o discurso de Jair Bolsonaro sobre o tema só prejudicará os estados pobres”.

Sabino também fez questão de destacar que “o governador Gladson Cameli foi um gigante durante a pandemia” e no final sugeriu ao governo do estado fazer mais investimentos, pois em sua opinião, “investimento é dinheiro novo”.

Confira a entrevista completa:

video

Continuar lendo

Bar do Vaz

Polícia Rodoviária Federal abre concurso para 1,5 mil vagas

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu concurso público para 1,5 mil vagas de policial rodoviário federal. O salário é de R$ 9.899,88.

O concurso é de abrangência nacional, sendo ofertadas aos novos policiais as oportunidades de lotação de acordo com a necessidade do serviço e o interesse público. As vagas disponíveis para lotação serão oferecidas primeiramente aos servidores já em exercício, mediante processo seletivo interno, e o saldo de vagas remanescentes será oferecido aos novos policiais.

O candidato deve ter graduação em qualquer área de formação e ter Carteira Nacional de Habilitação ou permissão para dirigir veículo automotor na categoria “B” ou superior.

As inscrições devem ser feitas de 25 de janeiro a 12 de fevereiro pelo site https://www.cebraspe.org.br/concursos/PRF_21. A taxa é de R$ 180.

Do total de vagas, 1.125 são para ampla concorrência, 300 para candidatos negros e 75 para candidatos com deficiência.

O concurso terá as seguintes fases:

Prova objetiva e prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;

Exame de aptidão física, de caráter eliminatório;

Avaliação psicológica, de caráter eliminatório;

Apresentação de documentos, de caráter eliminatório;

Avaliação de saúde, de caráter eliminatório;

Avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Investigação social, de caráter eliminatório, que se estenderá durante todo o concurso.

Curso de Formação Policial (CFP), de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizado na Universidade Corporativa da Polícia Rodoviária Federal (UniPRF), na cidade de Florianópolis ou em outros locais indicados pela PRF, e contemplará a realização de provas teóricas e práticas.

Todas as fases, com exceção do curso de formação, serão realizadas nas capitais de todos os estados e do Distrito Federal.

As provas objetiva e discursiva serão em 28 de março. O curso de formação, após todas as etapas da seleção, começa em 10 de agosto.

VEJA O EDITAL AQUI. 

Continuar lendo

Bar do Vaz

“Eu era um peão no tabuleiro”, diz jornalista Itaan Arruda sobre governo do PT

Publicado

em

O convidado do programa Bar do Vaz deste domingo, 10, é o jornalista Itaan Arruda, apresentador do Gazeta Entrevista e radialista na Rádio Cidade FM 107.1. O comunicador que sempre atuou na maior parte da carreira nos bastidores do jornalismo, aborda agora sua chegada à TV como uma positiva revelação.

À frente de um dos programas mais vistos no Acre na atualidade, Arruda explica que sua ida à telinha de TV se tratou de uma obra do acaso. “Eu estava [trabalhando] no site agazeta.net quando o então apresentador Alan Rick se candidatou e ganhou a eleição para deputado federal e eu, que ficava só cobrindo férias, acabei assumindo o programa Gazeta Entrevista”.

Apesar da nova fase, Itaan já havia atuado com entrevistas no Sistema Público de Comunicação. “Juntou a fome com a vontade de comer”, diz, destacando que a área proporciona uma perspectiva diferente na abordagem política: “com uma liberdade calculada. E trouxe uma oportunidade boa de trabalho e estou gostando”, salienta.

O jornalista faz revelações de quando era parte da equipe de governo acreano petista de Jorge Viana e Binho Marques. Havia diferenças gritantes entre ambos os governantes: um gostava de ser manchete e o outro não. “Foi uma experiência muito boa. Tive a oportunidade de conhecer o Acre”. Entretanto, Itaan acredita que começou errado como assessor de imprensa. “Era no início da carreira e precisava de um olhar mais refinado para a política”.

Itaan também comenta como e por que recusou o convite para trabalhar com um ex-governador do Acre, época em que foi apontado como traidor e ex-petista pelo simples fato de querer “sair daquela bolha”.

Assista a entrevista completa:

video

Continuar lendo

Acre 01

Tião Bocalom diz que enfrenta agora o momento mais difícil: fazer tudo que prometeu

Publicado

em

O prefeito eleito de Rio Branco Tião Bocalom (Progressistas) é o convidado do programa Bar do Vaz deste sábado, dia 2 de janeiro. Durante a entrevista, o novo gestor da capital acreana diz que passada a campanha eleitoral, agora chegou o momento mais difícil: fazer tudo que prometeu.

“Graças a Deus, a primeira etapa foi vencida e o mais difícil é agora, que é exatamente a gente colocar em prática tudo aquilo que eu falei não só nessa campanha, mas aquilo que falei também nas outras campanhas”, salientou.

Antes de se consagrar prefeito de Rio Branco, Bocalom já enfrentou três campanhas de governador e 3 campanhas de prefeito. “E em todas elas eu nunca mudei o discurso. Sempre usei a mesma linha de projeto de modelo, baseado sempre no agronegócio”.

A resposta nas urnas da capital, para Bocalom, significa o desejo da população pela implementação do projeto ‘Produzir para Empregar’. O prefeito também comentou sobre a questão da vaca mecânica. “Fizeram uma gozação danada com a vaca mecânica, mas ela existe”.

Veja a entrevista completa:

video

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados