Conecte-se agora

Mailza Gomes cumpre agenda no Senado e debate com prefeitos economia do Acre

Publicado

em

A suplente de senadora Mailza Gomes (Progressistas) que deverá assumir em janeiro no lugar do governador eleito, Gladson Cameli (Progressistas) cumpre uma extensa agenda no Senado. Nesta terça (30) ela visitou o presidente do seu partido, senador Ciro Nogueira e participou de uma reunião com prefeitos do Acre.

“Estamos, a convite do senador Gladson Cameli, conhecendo a estrutura do Senado e já participando dos debates com os prefeitos do meu estado e ministros do governo federal com o desenvolvimento de temas relevantes”, disse Mailza.

Com Ciro Nogueira, Mailza definiu estratégias de crescimento do partido no Acre enfatizando a importância da representatividade feminina nos poderes. Para ela, o Brasil precisa sair da 161ª posição de um ranking de 186 países, quando o assunto é o empoderamento da mulher.

“O Brasil precisa adotar medidas corajosas para estimular ainda mais a competitividade das mulheres. O Progressistas está muito bem representado no Senado e eu quero me somar neste papel estabelecendo políticas de melhorias para todos” acrescentou a suplente.

Ainda nesta terça, Mailza participou de uma reunião com prefeitos do estado do Acre, discutindo a liberação de emendas para o orçamento de 2019. Para a progressista, um de seus maiores desafios é o de continuar liberando recursos para todos os municípios, “bandeira que o senador Gladson desenvolveu com excelência” comentou.

Durante o dia de hoje Mailza esteve acompanhada do senador Gladson Cameli, o esposo James Gomes e fez várias visitas acompanhada da governadora do Paraná, Cida Borghetti.

Destaque 2

Câmara aprova subsídio de Bocalom de quase R$ 8 milhões a empresa Ricco Transporte

Publicado

em

Foi aprovado na noite desta quinta-feira, 30, em sessão extraordinária na Câmara Municipal de Rio Branco, um Projeto de Lei Complementar do Poder Executivo que concede subsídio de quase R$ 8 milhões para a empresa Rico Transporte. O PL obteve 11 votos favoráveis e 4 contrários – sendo os vereadores Emerson Jarude, Fabio Araujo, Hildegard Pascoal e Michele Melo.

Antes de ser aprovada no plenário da Casa Legislativa, a matéria acabou sendo apreciada com parecer jurídico da Procuradoria da Câmara. No entanto, desde que chegou no parlamento, o PLC foi alvo de uma série de manifestações – tanto contrárias como favoráveis. Os vereadores Adailton Cruz (PSB) e Lene Petecão (PSD) defenderam a proposta em prol da população.

Já os vereadores Emerson Jarude (MDB) e Michelle Melo (PDT) foram contra a proposta de subsídio. Segundo eles, o PLC só beneficia a empresa Ricco Transporte.

Além do subsídio, os vereadores aprovaram também, o projeto de lei que reajusta o plano de carreira dos servidores do Poder Legislativo. O presidente da Câmara, vereador N Lima (Progressistas) declarou que o salário dos servidores estava defasado há 10 anos. A matéria, em sua integralidade, foi aprovada por unanimidade.

O que diz o PLC

O texto da proposta aponta que o aporte financeiro visa garantir a permanência da empresa operando o sistema coletivo na capital. O montante total é de R$ 7,9 milhões. O PL dispõe sobre a manutenção da tarifa no valor de R$ 3,50 (três e cinquenta centavos), em todos os veículos que operam no Sistema Integrado de Transporte Urbano de Rio Branco – SITURB e Terminais Urbanos, dispõe ainda, sobre a subsídio no valor de R$ 1,45 (um real e quarenta e cinco centavos), por cada passageiro transportado no SITURB.

O texto afirma que pelos próximos 5 meses será de um repasse superior a R$ 1,5 milhões a Ricco – com um total de 2 milhões de passagens em Rio Branco.

Continuar lendo

Destaque 2

N. Lima diz que Ricco deve ser responsabilizada caso deixe de operar o transporte coletivo em Rio Branco

Publicado

em

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, N Lima (Progressistas) afirmou que defende que a empresa Ricco Transporte poderá ser responsabilizada, judicialmente, caso deixe de operar o sistema de transporte coletivo na capital.

Segundo o parlamentar, a empresa pode ser acionada na justiça assim que deixar a cidade. No entanto, o capitão defende que o projeto que propõe repassar R$ 7,9 milhões precisa ser aprovado. “Temos que votar em favor da população”, comentou.

A empresa já avisou a prefeitura de Rio Branco que deverá deixar a cidade devido aos prejuízos financeiros – algo em média de R$ 40 mil por dia.

Continuar lendo

Blog do Crica

Marcus Alexandre: “Não sou prioridade no PT”

Publicado

em

O EX-PREFEITO Marcus Alexandre desabafou ontem com o BLOG que, já sentiu não ser a sua candidatura a deputado estadual uma prioridade para o PT. Reclamou que há uma campanha feita por outros candidatos do partido para não votar nele, sob a falsa premissa de que já ganhou a eleição. 

Alexandre diz que até entende o seu isolamento, mas ressalta para sedimentar a sua queixa de não ser prioridade, o fato de que os diretórios do PT estão todos trabalhando para outros candidatos do partido. Mas fez questão de enfatizar que, ainda assim, está de cabeça na campanha do Jorge Viana (PT) para o Senado. 

Marcus Alexandre ressalta que vem lutando contra a situação que enfrenta fazendo a sua campanha conversando com as pessoas, como sempre fez quando foi prefeito de Rio Branco. “Este clima de já ganhou não existe”, diz Marcus, que não esconde a revolta de estar só na sua candidatura.

CONTINUA AJOELHADO

O CANDIDATO do PSB ao Governo, deputado Jenilson Leite, ainda permanece de castigo ajoelhado no milho, imposto pelo PT, que continua a fazer firula para declarar apoio à sua candidatura ao governo. Quando o PT vai lhe tirar do castigo, é essa a grande dúvida do Jenilson.

CANDIDATURA QUE SE SEDIMENTA

ENTRE OS QUE estão disputando mandato pela primeira vez, quem está sedimentando apoios importantes à sua candidatura, é o candidato a deputado federal, Fábio Rueda (União Brasil). A campanha é bem coordenada.

REAÇÃO FORTE

NÃO posso brigar com a notícia. É grande a pressão de políticos e, principalmente, da família do governador Gladson Cameli, para que ele não coloque a Márcia Bittar (PL) de vice na sua chapa. É um rolo-compressor contra.

VOLTO A BISAR

COMO CONHEÇO um pouco da aldeia continuo me reservando ao direito de não anunciar nenhum nome como definitivo, na chapa do governador Gladson para vice. No dia que fizer o anúncio oficial, registrei o fato.

ISSO PODE, ARNALDO?

A EMPRESA RICCO, da iniciativa privada, está sendo custeada pela prefeitura de Rio Branco. É a dedução ao ver um novo repasse do prefeito Tião Bocalom de R$ 8 milhões para os donos da Rico. Isso pode, Arnaldo?

PSDB, O PRIMEIRO A PRESSIONAR

O SENADOR Márcio Bittar (União Brasil) orientou os partidos do seu grupo político a fazer manifestação pública a favor da candidatura da Márcia Bittar (PL) de vice na chapa do Gladson. O PSDB foi o primeiro do grupo a cumprir ontem o roteiro traçado para pressionar o governador, emitindo uma nota. Isso faz parte do jogo político. Cabe ao governador aceitar ou não a pressão.

O PT NÃO É MAIS DESCULPA

ESTÁ FORA de moda justificar uma omissão de quem está no poder estadual ou municipal de que, determinada  iniciativa não foi tomada em gestões passadas, como desculpa de gestões atuais por suas omissões. As urnas já tiraram o PT. Quem casa com a viúva, cria os filhos.

NÃO GANHARAM COM O DISCURSO?

NÃO ganharam as eleições estadual e municipal com o discurso que o PT era incompetente, e que no poder resolveriam todos os problemas do estado e da capital?

NÃO RESISTE UM SOPRO

QUANDO for julgada a Ação de Inconstitucionalidade contra o projeto que colocou servidores temporários do ISE no quadro do estado sem concurso, a ilegalidade é tão grande que não suportará a um sopro jurídico. E esses servidores vão cair na real de que foram enganados.

O MELHOR QUE PODERIA FAZER

DESISTIR da sua candidatura ao governo do estado foi o melhor que o empresário rural Jorge Moura poderia fazer. A sua chance de vencer a eleição era muito remota.

NUNCA ACREDITEI

QUEM acompanha o BLOG deve se lembrar que, nunca acreditei nessa candidatura do Jorge Moura, e que só acreditaria, no momento que fosse registrada no TRE.

ANOTEM PARA CONFERIR

A ELEIÇÃO para o governo será decidida no segundo turno e muito disputada, ninguém pode colocar por antecipação a faixa de governador no peito. Já vi muito favorito ser derrotado pelos chamados azarões políticos.

TUDO REMA CONTRA

O BOLSONARO está numa maré de azar, tudo está dando errado. Veio o escândalo dos pastores evangélicos e o ex-Ministro da Educação, que acabou demitido; veio agora o escândalo de assédio sexual envolvendo o presidente da CEF, um dos mais próximos do presidente; e teve de ser decepado. Tudo isso, reflete negativamente na sua campanha pela reeleição.

FACA NO PESCOÇO

O QUADRO político que se pode hoje pincelar sobre o governador Gladson, nesta confusão para a escolha do vice, é a de quem tem de tomar uma decisão com a faca no pescoço. Mas, é o único culpado pelo cenário.

NADA DISSO ESTARIA ACONTECENDO

O PROBLEMA é que o governador Gladson não fez política, deixou o barco correr solto sem ninguém no timão. Tivesse ele no início do ano reunido todos os partidos aliados, e dito: eu escolho o vice, porque tem de ser da minha confiança, e vocês definem a candidatura ao Senado na chapa por pesquisas; não estaria ele hoje acuado no canto do ringue envolto num mar de intrigas.

ADVERSÁRIOS DEFINIDOS

O SÉRGIO PETECÃO (PSD) já tem o advogado João Tota (PSD) como seu vice e a deputada federal Vanda Milani (PROS) de candidata ao Senado; a Mara Rocha (MDB) terá a deputada federal Jéssica Sales (MDB), como candidata a senadora, e a escolha do vice não comportará confusão; o deputado Jenilson Leite (PSB) terá o Jorge Viana (PT) no espaço para o Senado, e o vice não terá problema na escolha. Só na chapa do Gladson que está tendo toda essa confusão. Quem está no poder tem de saber usar o poder. Ou não tem sentido ficar num cargo de mando.

FRASE MARCANTE

“O sofrimento é o fio com o qual se tece o tecido da alegria”. Henri-Marie de Lubac.

Continuar lendo

Destaque 2

Homens e mulheres são obrigados a dividir o mesmo banheiro na recepção do Pronto-Socorro

Publicado

em

Pacientes e acompanhantes que aguardam atendimento no Pronto-Socorro da capital acreana convivem com uma situação constrangedora.

Há muitos meses homens e mulheres são obrigados a dividir o mesmo banheiro na recepção da maior unidade de urgência e emergência do Acre.

A situação incomoda quem busca atendimento no local. “Eu acho desconfortável, se uma pessoa, por exemplo esquecer de fechar a porta a gente pode passar por uma situação constrangedora”, diz Maria Alice Silva que levou o filho para uma consulta.

O ac24horas procurou Dona Vitorino, gerente geral do Pronto-Socorro da capital acreana, ela confirmou a situação, mas disse que que um outro banheiro está sendo providenciado.

“Quando a gente assumiu a gerência quatro meses atrás nos deparamos com essa situação. O que a gente tá fazendo é resolver um outro banheiro que já existia, mas que precisava de reparos e dentro de pouco tempo a gente vai ter um banheiro exclusivamente para o uso das mulheres”, disse.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!