Conecte-se agora

Saiba como reduzir os gastos na faculdade

Confira 6 dicas essenciais para economizar até a conquista do diploma

Publicado

em

Ingressar em uma faculdade nos dias atuais requer um planejamento e muita disciplina, não só de estudo, mas também financeira. Afinal, além das mensalidades para quem se matricula em uma instituição de ensino privada, existem outros gastos que, na maioria das vezes, pesam muito no orçamento familiar.

Uma alternativa que faz diferença são as bolsas de estudo, como as do Educa Mais Brasil, que permitem que o estudante já comece a faculdade com até 70% de desconto nas mensalidades. Confira algumas dicas para manter universitários longe das dívidas e de aflições financeiras:

Busque por bolsas de estudo

O primeiro passo para começar bem uma faculdade é recorrer aos programas de governo como Prouni, Sisu e Fies ou a programas que ofertam bolsas de estudo. O Educa Mais Brasil, por exemplo, beneficia estudantes com descontos de até 70% nas mensalidades.

Coloque tudo na ponta do lápis

O primeiro passo já foi dado e você já está economizando na faculdade com a bolsa de estudo. Agora é a hora de controlar todos os gastos. É possível fazer, por meio de um bom planejamento, controle das despesas fixas como as mensalidades e também de variáveis como alimentação e gastos extras. Coloque tudo na ponta do lápis, até mesmo o doce que comprou ou aquele cafezinho.

Poupe com gastos desnecessários

Depois de tudo na ponta do lápis, estabeleça metas, mesmo que sejam poucas. Estipule um valor mensal para poupar. Para fazer isso, você pode evitar com os gastos desnecessários. Uma sugestão é trocar o plano de telefonia por outro mais em conta, por exemplo. O importante é colocar na balança gastos que você pode cortar.

Alimentação fora de casa pesa no bolso

A maioria dos estudantes acabam gastando muito com alimentação fora de casa, em lanchonetes e restaurantes da faculdade. Aqui vai aquele velho sermão: a comida preparada em casa é muito mais barata, além de saudável. Opte sempre por comer em casa ou levar lanches para a faculdade. Sanduiches e frutas são ótimas opções.

Reutilizar o material didático

Os livros caros e inúmeras xerox são importantes para acompanhar os estudos, mas há algumas formas de economizar. Você pode ir na biblioteca e conferir quais livros estão disponíveis. Dessa forma, não gasta tanto dinheiro com cópias. E se o prazo do livro acabar, é possível renovar. Assim você fica com mais tempo para estudar. Outra dica é buscar empréstimos ou pesquisar em sebos.

Você pode estagiar

Além de economizar nas despesas, sempre é bom pensar em aumentar a renda. Por isso, procure um estágio o quanto antes. Além do aprendizado para a área e de ganhar pontos no currículo, consequentemente, você vai poder ter uma grana própria. Só tenha atenção para não sair desperdiçando dinheiro à toa.

Anúncios

Na rede

Prefeito de Rodrigues Alves reúne equipe para alinhar planejamento e ações para 2021

Publicado

em

O prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim (PROS), se reuniu nesta sexta-feira, 22, na Escola Cunha Vasconcelos com todos os secretários, coordenadores e diretores dos departamentos da Prefeitura para alinhar as ações que serão executadas em 2021. 

O Chefe do Executivo Municipal destacou que a reunião teve o principal objetivo otimizar recursos e equipes. “O nosso grande objetivo é trabalhar de forma organizada para que o nosso povo possa viver melhor aqui em Rodrigues Alves e para isso é preciso planejar para executar”, afirmou. 

O secretário de Planejamento, Hudson Chaves, destacou a necessidade de usar o planejamento como ferramenta de transformação da realidade. 

“É necessário implantar uma cultura de Planejamento, o que não é fácil já que  planejamento é algo metódico e complexo. Mas este grupo entende o quanto isso é determinante para o sucesso da administração”, concluiu. 

Continuar lendo

Acre 01

Acreanos pró-impeachment de Bolsonaro ocupam praça em frente ao Palácio Rio Branco

Publicado

em

Manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram na tarde deste sábado, 23, na praça do Palácio Rio Branco. Eles se concentraram no entorno da Uninorte, de onde saíram em carreata, a partir das 16h , rumo ao Centro da capital, pedindo o impeachment do presidente.

A carreata teve percurso pelas avenidas Ceará e Getúlio Vargas e terminou no Palácio Rio Branco. O videomaker do ac24horas, Whidy Melo acompanhou ao vivo a manifestação pacífica. 

O grupo levou diversos cartazes, bandeiras e faixas com a hashtag ForaBolsonaro, além de mensagens a favor do impeachment, de vacina para todos e a retomada do auxílio emergencial.

Participaram do ato integrantes da União Juventude Socialista (UJS) e de partidos como PT, PCdoB e Psol e a sociedade civil em geral.  Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido). 

Continuar lendo

Extra Total

Com petistas e comunistas, carreata pró-impeachment de Bolsonaro chama atenção no Acre

Publicado

em

Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido). As manifestações, que começaram cedo, também pediram vacina para todos e a continuidade do auxílio emergencial.

Em Rio Branco, a carreata saiu por volta das 16 horas da Uninorte com percurso pelas avenidas Ceará e Getúlio Vargas e terminou no Palácio Rio Branco, no centro da capital.

O comboio de carros levava cartazes da União Juventude Socialista (UJS) e de partidos como PT, PCdoB e Psol. Com buzinaços, centenas de acreanos pediram o fim da gestão do presidente da República.

Participaram do movimento pró-impeachment ativistas políticos como: Francisco Panthio (PCdoB), André Kamai (PT), Gabriel Forneck, ex-vereador pelo PT, deputado federal Leo de Brito (PT) e a sociedade civil acreana. Muitas pais, mães e avós também estiveram presentes acompanhados de crianças que seguravam cartazes.

Confira a galeria de fotos de Sérgio Vale:

Continuar lendo

Acre 01

Em carreata pró-impeachment, Leo diz que Bolsonaro foi o maior aliado do coronavírus

Publicado

em

Cidades de todo o Brasil foram palco neste sábado, 23, de carreatas em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro (Sem partido).  As manifestações, que começaram cedo, também pediram vacina para todos e a continuidade do auxílio emergencial.

Em Rio Branco, a manifestação começou por volta das 15:30 na Uninorte. Ao ac24horas,  o deputado federal Leo de Brito (PT) defendeu a abertura do processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). 

Ele destacou que o movimento pró-impeachment é organizado pela sociedade civil brasileira e pontuou que o movimento não tem dono ou cor partidária.

“É um movimento de vacina para todos, em defesa do SUS, pela continuidade do auxílio emergencial e sobretudo um movimento para a volta da dignidade do Brasil. O movimento não tem dono. O Brasil simplesmente está sendo abandonado pela irresponsabilidade de Bolsonaro que resultou nas mais de 200 mil mortes na pandemia, porque ele com a sua irresponsabilidade foi o maior aliado do coronavírus. Não dá mais”, afirmou. 

Ao ser indagado sobre os pedidos de impeachment de Dilma e Bolsonaro, Leo argumentou que existe diferença entre os casos. Segundo o petista, Bolsonaro cometeu mais de 20 crimes de responsabilidade. 

“A diferença é que tem mais de 20 crimes de responsabilidade cometidos por Bolsonaro e não sou eu que estou falando, são juristas do Brasil todo. No caso da Dilma, não houve crime de responsabilidade, tanto que o Eduardo Cunha revelou em seu livro.  No caso de Manaus, ele mostra bem isso. Bolsonaro também usa as estruturas do Estado para salvar os filhos da justiça. O povo tá na míngua e sem emprego, sem auxílio. A miséria tá voltando e o Brasil tá o caos” destacou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas