Conecte-se agora

Enem: atendimento por nome social valoriza identidade de gênero

Travestis e transexuais podem fazer a solicitação até domingo (3)

Publicado

em

Segue até às 23h59 deste domingo, 03 de junho, o prazo para que travestis e transexuais solicitem atendimento por nome social no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) 2018. Desde a edição 2014, é facultada essa possibilidade aos participantes que desejam ser atendidos de acordo com a respectiva identidade de gênero. Na ocasião, aproximadamente 100 transexuais e travestis foram autorizadas a adotar o nome social pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entidade organizadora do exame.

“Acho muito importante poder adotar o nome social na inscrição do Enem. É uma oportunidade grande que não é encontrada em muitos espaços, mas é bom salientar que existem ainda algumas dificuldades que, ao meu ver, podem ser desnecessárias como a questão da [exigência da] foto – até porque ela não vai dizer se a pessoa é feminina ou masculina. Vale a autodeclaração”, avalia Mahylle Santana.

Na última edição do Enem (2017), foram recebidas 694 solicitações de uso do nome social, mas apenas 303 foram aceitas pelo Inep. Nos anos de 2016 e 2015, foram registrados respectivamente 407 e 278 pedidos. O processo é considerado burocrático por alguns participantes especialmente porque, uma vez que se trata de um direito, há a possibilidade de negativa já que cabe ao Inep deferir. “Tenho muitos amigos homens transexuais que não puderam usar o seu nome social porque a foto estava “aparentemente feminina”, como se houvesse um padrão para ser homem”, pontua Santana.

Embora não participe do Enem 2018, Mahylle chegou a participar do exame em 2014 e 2016.  Na primeira ocasião, não solicitou atendimento pelo nome social por desconhecer a possibilidade. No entanto, por já estar em fase de transição e conhecer os seus direitos como LGBT, solicitou uma mudança de sala na realização do exame. “Expliquei que eu era uma mulher transexual e me sentia desconfortável porque na minha sala só tinha homens, que tinham mesmo nome de registro que eu. Foram tranquilos. Me perguntaram se eu queria ir para uma sala com mulheres ou se gostaria de fazer a prova sozinho. Optei por ficar sozinho, com um fiscal me acompanhando”, pontua.

Com a nota do Enem, Mahylle se aplicou para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e, em seguida, passou a estudar Ciências Contábeis. Embora ainda não tenha finalizado o curso, já trabalha na área administrativa do Centro Municipal de Referência LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) e também atua como empreendedora no ramo de cosméticos.

Após o curso, os planos futuros já estão bem definidos: uma pós-graduação em Contabilidade e uma segunda graduação em Moda estão entre os próximos passos. Sobre a presença de pessoas transexuais no ambiente acadêmico, destaca: “É muito gratificante se deparar com homens e mulheres transexuais na faculdade e ver a capacidade que elas têm e não é apenas porque somos transexuais, mas por sermos seres humanos. Independente de uma parte da sociedade não acreditar na gente, se nós acreditarmos em nosso potencial, a gente consegue avançar bastante”.

Como solicitar atendimento pelo nome social?

O prazo teve início nesta segunda-feira (28). Para solicitar atendimento pelo nome social, é preciso acessar Página do Participante, informar CPF e senha além do nome social usado. Três documentos comprobatórios devem ser anexados (confira abaixo). Após a solicitação, será enviado um e-mail ao participante informando o deferimento ou não do pedido.

Quais documentos devo apresentar para solicitar atendimento por nome social?

  1. Fotografia atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco. É necessário que mostre todo o rosto, desde a cabeça até os ombros. O participante não pode estar usando óculos escuros nem artigos de chapelaria.
  2. Cópia digitalizada (frente e verso) de documento de identificação oficial com foto válidos. A lista está disponível no item 13.2 do edital do Enem.
  3. Cópia assinada e digitalizada do formulário de solicitação de Atendimento pelo Nome Social, disponível na Página do Participante.

Todos os documentos devem estar legíveis para evitar que sejam invalidados. Apenas são aceitos formatos PDF, PNG ou JPG. Em caso de rejeição, será necessário apresentar novos documentos em até cinco dias. Se os novos documentos também não forem aceitos, o participante deverá adotar o nome civil no dia de realização das provas.

Atualizações do Enem

Os participantes do Enem 2018 podem conferir todas as atualizações do Enem no site do Educa Mais Brasil, o maior programa de inclusão educacional do país. O Educa Mais informa tudo sobre o Enem por meio do guia preparado especialmente para quem deseja se preparar para obter um bom resultado no exame. Acesse também www.educamaisbrasil.com.br para conferir todas as oportunidades de bolsas de estudo com até 70% de desconto ofertadas para a graduação em parceria com o AC 24 Horas.

Anúncios

Cotidiano

Irmãos sequestrados em roubo de caminhonete são encontrados pela polícia

Publicado

em

Uma ação rápida dos Policiais Militares do 3° Batalhão resultou na prisão de três assaltantes, na apreensão de uma caminhonete roubada e no resgate de dois irmãos que haviam sido sequestrados na noite desta terça-feira, 26. A prisão dos criminosos aconteceu no bairro Alto Alegre, na parte alta de Rio Branco.

A polícia informou que o proprietário da caminhonete e o seu irmão estavam chegando em sua residência no bairro São Francisco quando foram abordados pelos criminosos na frente de casa. Os bandidos renderam as vítimas e os colocaram no banco traseiro, fazendo-os de reféns.

Um morador da região acionou a Polícia Militar e informou as características da caminhonete roubada. Ele relatou que os bandidos estavam com as duas vítimas no veículo. Várias guarnições foram acionadas e durante patrulhamento na região os policiais encontraram cinco homens em atitude suspeita dentro de caminhonete Hilux de cor prata no bairro Alto Alegre.

O veículo foi parado e os policiais encontraram os três bandidos que estavam mantendo reféns as vítimas. Durante a vistoria individual foi encontrado em posse de um dos criminosos um revólver calibre 38 com 5 munições intactas e uma quantia de R$ 241.

Segundo as vítimas, os criminosos não os ameaçaram de morte e disseram que queria apenas a caminhonete para levar até a Bolívia.

Foi dada voz de prisão aos três criminosos membros da facção Comando Vermelho, que foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. As vítimas registraram o boletim de ocorrência e a caminhonete foi restituída ao proprietário.

Continuar lendo

Destaque 2

Gladson termina encontro com Doria sem garantia de que trará 1 milhão de doses da vacina

Publicado

em

Durante encontro no Palácio dos Bandeirantes com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o representante do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), recebeu na noite desta terça-feira, 26, a promessa de que receberá um novo lote da vacina CoronaVac no início de fevereiro.

Fora do Acre desde a última segunda-feira, 26, Cameli busca garantir a compra de 1 milhão de doses da CoronaVac, no entanto, ainda não recebeu nenhum comprometimento real de que vá conseguir a quantidade pretendida do imunizante. Porém, escutou de Dória que o Acre deverá receber um novo lote da vacina assim que ela chegar ao Brasil.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Doria elogia Cameli pelo seu comprometimento com a ciência durante a pandemia da covid-19. “Discutimos principalmente o tema principal, que é saúde, vida, ciência e proteção às pessoas. E o governador está absolutamente comprometido com isso. Não é a primeira vez que tratamos deste assunto, já falamos sobre a vacina do Butantan”, disse.

Dória destaca um novo lote de vacinas que deve chegar no próximo dia 3 de fevereiro. “Espero que através do Sistema Único de Saúde rapidamente possa chegar até ao Estado do Acre. O governador tem tido coragem de estar protegendo vidas, compreender que ao protegê-las, teremos capacidade de recuperação econômica, mas não o inverso, você não pode ter economia na frente da vida. O governador do Acre defende a vida”, afirmou.

Por fim, Cameli ressaltou que está com São Paulo e demais estados da federação para vencer essa luta. “É com a União que a população vai ser imunizada o quanto antes. Viva a Vacina. Viva a Ciência”, concluiu ao lado de João Doria.

Continuar lendo

Acre

Empresário de eventos é internado em decorrência da Covid-19

Publicado

em

Nesta terça-feira, 26, o empresário Amilton Brito, da Pop Show Eventos, foi internado em decorrência da Covid-19. A notícia foi compartilhada pela secretária de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, que é chefe de Brito na pasta.

Segundo Eliane, o quadro de Brito é estável, mas preocupante em decorrência dele ter comorbidades e integrar o grupo de risco da Covid-19. Ela pediu orações para o colega.

“Hoje meu amigo, meu irmão de coração, meu braço direito, Amilton Batista Brito Brito, foi internado com Covid-19. Ele já passou pelos procedimentos necessários e iniciais e estamos aguardando que a medicação faça efeito. No caso dele, nossa preocupação é maior porque tem diabetes e pressão alta e os exames mostraram um quadro nada favorável. Acredito em Deus e confio nos médicos e na medicina para que ele se recupere o quanto antes! Força Brito! Você vai sair dessa!”, escreveu Eliane.

Continuar lendo

Cotidiano

Em Xapuri, Saúde diz que Ministério não fornece inseticida suficiente para “Fumacê”

Publicado

em

Uma nota divulgada nesta terça-feira, 26, pela Divisão de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde de Xapuri (Semusa), afirma que não está utilizando o carro-fumacê em razão do desabastecimento do inseticida usado para esse fim.

O município vem enfrentando um surto de dengue desde o começo do ano, a exemplo de outros municípios acreanos, e a população tem cobrado da saúde municipal ações mais efetivas de combate à proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

O diretor de Ações Básicas em Saúde de Xapuri, enfermeiro Francisco Andrade, disse que o inseticida não está sendo fornecido em quantidade suficiente pelo Ministério da Saúde. Segundo ele, o município não consegue comprar o produto com recursos próprios.

De acordo com o comunicado da Vigilância Epidemiológica, está sendo realizado um trabalho de conscientização da população em diversos veículos de comunicação e mídias sociais. Para os próximos dias, estão previstos mutirões de limpeza em bairros.

A Secretaria Municipal de Saúde ainda não divulgou dados sobre a dengue neste começo de ano em Xapuri, mas, de acordo com Francisco Andrade, um boletim epidemiológico semanal passará a ser emitido a partir da próxima sexta-feira, 29.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas