Conecte-se agora

Emylson diz que não “acha justo” divulgar dados de mortes violentas no Acre

Publicado

em

Nos bastidores da gravação do Bar do Vaz, tive a oportunidade de questionar o secretário de segurança, Emylson Farias, sobre o fato de sua gestão esconder – foi esse o termo que usei – os números de mortes violentas ocorridas de janeiro até este mês de outubro. Perguntei se isso ocorria devido a chegada do presidente Temer para encontro de governadores. A resposta foi surpreendente: “Não acho justo”.

Farias defendeu seu ponto de vista alegando que não acha justo divulgar os números e não ter um comparativo com outros Estados que não divulgam esses dados. Ele não disse o número exato, mas revelou por cima que mais de 300 pessoas foram mortas violentamente no Acre neste 10 meses de 2017. O gestor da SESP afirmou ainda que o número de mortos é maior em relação ao mesmo periodo do ano passado, mas frisou que ainda não ultrapassou a marca das 350 mortes de 2016.

O fato é que faltam pouco mais de dois meses para o ano terminar e a sensação é que os números do “mortômetro” não vão parar de subir, infelizmente, tendo publicidade ou não dos dados.

Para não ser injusto, registro uma colocação do assessor do secretário, o jornalista Pedro Paulo, que acompanhou o gestor durante a gravação. O comunicador revelou que uma equipe do Ministério da Justiça está no Acre visando instalar e integrar os sistemas de informações com os demais Estados do país, por meio do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e Sobre Drogas (Sinesp). A ideia é que todos as estatísticas relacionadas a segurança pública sejam atualizadas em tempo real a partir do ano que vem e com a efetivação desse serviço a transparência seja mais efetiva. O secretário e seu assessor não negaram que nos últimos dois anos os números da violência de fato extrapolaram todos os níveis.

Registro feito!

E para quem não assistiu, sugiro que confiram a entrevista do secretário ao jornalista Roberto Vaz, no Bar do Vaz.

Blog do Venicios

Com Rocha e Mara fora, PSDB será “um puxadinho” de Gladson

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Venicios

Sem vaga no TCE, Ribamar Trindade é exonerado por Gladson após tensões internas

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Venicios

Mesmo com repercussão negativa, deputados não desistem dos 100 cargos

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

João Doria reforça convite para Gladson se filiar ao PSDB

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.