Conecte-se agora

MP denuncia ex-prefeitos de Brasileia e Plácido de Castrom, vereadores e mais seis

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ofereceu denúncia contra dezesseis pessoas, dentre elas os ex-prefeitos de Brasileia, Aldemir Lopes e Everaldo Gomes, o ex-prefeito de Plácido de Castro, Roney de Oliveira Firmino, e seis vereadores da legislatura anterior, que davam sustentação para a gestão municipal. A denúncia decorre da Operação Labor deflagrada pela Polícia Federal.

Os denunciados são acusados de desvio de dinheiro público, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva e organização criminosa. Entre os parlamentares estão Joelso Pontes, Ivanaldo (‘Naldo’), Benedito Lima Rocha (‘Bil Rocha’), Marcos Tibúrcio dos Santos, Mario Jorge e Marivaldo da Silva. Alguns deles foram presos na quarta fase da Operação Labor pela Polícia Federal.

O promotor de Justiça Ildon Maximiano explica que a denúncia aponta que o município realizou fraudulentamente uma carona, aderindo a uma licitação de Plácido de Castro, para contratação de uma empresa de terceirização de mão de obra. Na época os dois prefeitos, Roney e Everaldo, se acertaram entre si para a realização da contratação fraudulenta, ficando acertado que o então prefeito de Brasileia receberia a quantia de R$ 20 mil a título de mesada.

“Roney participava da empresa como sócio informal recebendo a repartição dos lucros. Feita a contratação, os vereadores citados passaram a receber onze mil reais que eram distribuídos entre eles, mais ainda o pagamento à irmã do Vereador Joelso Pontes, que recebia valores como se estivesse trabalhando para a empresa, mas morava em Porto Velho [RO]”, explicou o promotor de Justiça.

No ano de 2014, o esquema se alterou, segundo a denúncia, e a empresa passou a emitir notas fiscais superfaturadas.

“Ela retirava o valor a mais do que o devido, os quais eram repassados a Aldemir Lopes, ou a pessoas em seu nome. Parte do valor ficava com o ex-prefeito Aldemir, ao passo que o restante era distribuído entre Everaldo, os vereadores e aliados políticos, que faziam parte da ‘folhinha’, nome dado pelos próprios componentes do esquema para a quantia que era superfaturada e posteriormente dividida”, detalhou Maximiano.

Nesse esquema, a denúncia afirma que foram desviados mais de R$ 1 milhão só neste contrato. O promotor de Justiça informou, ainda, que com o recebimento da denúncia por parte do juiz da Vara Criminal da Comarca de Brasileia, Clóvis Lodi, o processo prossegue para a citação dos acusados.

“A denúncia é parte do desempenho das funções constitucionais do Ministério Público. Estamos pedindo, ainda, o ressarcimento dos valores desviados a fim de que sejam revertidos em proveito do seu verdadeiro titular, que é a população de Brasileia”, considerou Maximiano.

Anúncios

Destaque 2

Gladson termina encontro com Doria sem garantia de que trará 1 milhão de doses da vacina

Publicado

em

Durante encontro no Palácio dos Bandeirantes com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o representante do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), recebeu na noite desta terça-feira, 26, a promessa de que receberá um novo lote da vacina CoronaVac no início de fevereiro.

Fora do Acre desde a última segunda-feira, 26, Cameli busca garantir a compra de 1 milhão de doses da CoronaVac, no entanto, ainda não recebeu nenhum comprometimento real de que vá conseguir a quantidade pretendida do imunizante. Porém, escutou de Dória que o Acre deverá receber um novo lote da vacina assim que ela chegar ao Brasil.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Doria elogia Cameli pelo seu comprometimento com a ciência durante a pandemia da covid-19. “Discutimos principalmente o tema principal, que é saúde, vida, ciência e proteção às pessoas. E o governador está absolutamente comprometido com isso. Não é a primeira vez que tratamos deste assunto, já falamos sobre a vacina do Butantan”, disse.

Dória destaca um novo lote de vacinas que deve chegar no próximo dia 3 de fevereiro. “Espero que através do Sistema Único de Saúde rapidamente possa chegar até ao Estado do Acre. O governador tem tido coragem de estar protegendo vidas, compreender que ao protegê-las, teremos capacidade de recuperação econômica, mas não o inverso, você não pode ter economia na frente da vida. O governador do Acre defende a vida”, afirmou.

Por fim, Cameli ressaltou que está com São Paulo e demais estados da federação para vencer essa luta. “É com a União que a população vai ser imunizada o quanto antes. Viva a Vacina. Viva a Ciência”, concluiu ao lado de João Doria.

Continuar lendo

Destaque 2

Por telefone, ministro diz que vai analisar pedido de Gladson para fechar fronteiras com a Bolívia e Peru

Publicado

em

O ministro de relações exteriores, Ernesto Araújo, telefonou na tarde desta terça-feira, 26, para o governador Gladson Cameli e ouviu as demandas do Estado do Acre com relação às fronteiras abertas, a pandemia da Covid-19 e a sobrecarga no sistema de saúde das cidades do Alto Acre.

Cameli pediu ao Ministro para que a União considerasse o conteúdo do ofício encaminhado pelo governo nesta semana solicitando o fechamento da fronteira do Estado com a Bolívia e o Peru devido a alta demanda de doentes por causa do Covid-19 desses países que estão sobrecarregando o sistema de saúde dos hospitais da região do Alto Acre, motivo que a região se encontra na faixa vermelha, na classificação de risco da pandemia do novo coronavírus.

O ac24horas apurou que diariamente centenas de bolivianos e peruanos estão atravessando a fronteira em busca de atendimento na rede pública de saúde no Acre nas cidades de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, em tratamento da Covid-19. Como os hospitais da região estão lotando, os estrangeiros estão sendo enviando para a capital Rio Branco sobrecarregando ainda mais o sistema.

Continuar lendo

Acre

Desbarrancamento coloca em risco a vida de moradores na capital

Publicado

em

“Quando chove eu passo a noite inteira acordada com medo do barranco cair e levar minha casa”. O relato é de Elizabete de Souza, moradora da rua Edmundo Pinto, no bairro Oscar Passos, na capital acreana. O medo da dona de casa e de outras duas famílias que moram no final da mesma rua é visível e cresce todos os dias. A área, às margens do Igarapé São Francisco, é de risco, a margem cede a cada dia e ameaça provocar uma tragédia.

“Meu medo é desbarrancar tudo de hora para outra e levar tudo que a gente construiu com muito esforço. Todo dia esse buraco aumenta e se aproxima das nossas casas. Eu peço ajuda das autoridades que façam alguma coisa. Já vieram olhar aqui várias vezes, mas acho que estão esperando cair tudo para tomarem alguma providência”, diz Elizabete.

De acordo com os moradores, a situação se agravou com as fortes chuvas dos últimos dias. “Como tem chovido muito, já estamos desesperados. Sem falar que nessas três casas existem 8 crianças, o que torna o perigo ainda maior. Desde 2009 que estou inscrita para receber uma casa do governo e até hoje não consegui. Só queria que alguém fizesse alguma coisa pela gente”, diz a moradora.

O ac24horas entrou em contato com a Defesa Civil de Rio Branco que garantiu que já iniciou as avaliações no local. “Assim que soubemos dessa demanda dos moradores, já mandamos uma equipe ao local que já fez as primeiras avaliações e posso garantir que estamos monitorando a situação nesse local no bairro Oscar Passos”, afirmou Major Falcão, coordenador da Defesa Civil.

Continuar lendo

Destaque 2

Vacinação contra Covid-19 pode iniciar já na próxima terça no Acre, diz Gladson

Publicado

em

O governador Gladson Cameli informou na tarde deste domingo, 17, enquanto se dirigia ao Aeroporto de Rio Branco para viajar em São Paulo, para buscar o primeiro lote de vacina contra a Covid-19, que caso as doses cheguem no Acre na segunda-feira, 18, a campanha de imunização deve iniciar já na terça-feira, 19.

“Se eu conseguir trazer essas doses já na segunda, eu já começo a vacinar já no outro dia. Não tenha dúvida. Estou correndo contra o tempo”, disse Cameli, revelando que neste primeiro lote deve chegar ao Acre entre 30 mil a 60 mil doses.

Uma solenidade será realizada nesta segunda-feira, 18, em São Paulo. O presidente da república, Jair Bolsonaro, entrou em contato com Cameli e demais governadores para uma solenidade na capital paulista.

Como a Coronavac, vacina do Instituto Butantan, é a única substância disponível em solo brasileiro, esta será distribuída aos governos primeiramente.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas