Conecte-se agora

Fundador do Bonde dos 13 no Acre é preso ao planejar crimes na Bolívia

Publicado

em

Há quem diga que na Bolívia tem lei, e que lá bandido não se cria. Nesta quinta-feira, dia 20, um dupla de brasileiros nascidos no Acre foi presa suspeita de planejar vários crimes em território boliviano. Eles fazem parte, segundo investigação, de um grupo criminoso chamado Bonde dos 13, criado no Acre.

A ação, deflagrada pela Polícia Nacional Boliviana, contou com o apoio operacional e de inteligência da Polícia Civil. Os suspeitos tinha mandado de prisão em aberto no lado brasileiro e não conseguiram escapar das garras dos policiais bolivianos. Mário Jorge da Silva, de 43, e Luan Silva Santos, 28 anos, estão detidos na delegacia de Brasiléia.

Fundador da facção Bonde dos 13, Mário Jorge da Silva estava com documentos falsos. Ele estava sendo procurado pela justiça acreana nos quatro cantos do Estado e resolveu se esconder na cidade de Cobija, capital de Pando, onde acabou identificado, preso, e entregue à polícia brasileira.

Segundo as investigações, os dois trabalhavam para conseguir armas, munição e drogas que seriam enviadas ao lado brasileiro, onde conseguiria lucro financeira com a venda dos produtos. Os dois serão encaminhados ao presídio Francisco d’Oliveira Conde, em Rio Branco.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas