Conecte-se agora

Movimento hip hop do Acre reclama da repressão do Estado, em manifestação

Publicado

em

Representantes do movimento hip hop de Rio Branco ergueram cartazes em manifestação no hall da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira, 04, reivindicando o direito de manifestação em praças públicas. Eles reclamam que há repressão do Estado via polícia ao movimento no Acre.

“O movimento não irá se calar perante a truculência policial”, “o movimento não fabrica marginais!, o sistema sim”, dizem alguns dos cartazes.

Um dos ativistas do movimento, o professor Jorge Neto, disse que a censura ao movimento aumentou de 2015 pra cá. “Dentro da periferia, a polícia agride os meninos, batem nos meninos que saem das festas. A última aconteceu comigo no Cacimbão da Capoeira, quando eu tentei dialogar com a polícia e fui preso por desacato”, informou o professor.

O protesto é marcado por apresentações dos grupos de hip hop.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas