Conecte-se agora

Sesacre contrata fornecimento de marmitex 50% mais caro que a prefeitura de Rio Branco

Publicado

em

Qual a diferença entre os processos licitatórios para aquisição de alimentos por meio de marmitex da Prefeitura de Rio Branco (PMRB) e o da Secretaria de Saúde do Estado do Acre (Sesacre)? A resposta é rápida: 49,54% a mais para as compras estaduais. Mesmo com conteúdos praticamente idênticos, mas com uma quantidade cerca de sete vezes maior, o Estado admite pagar bem mais por cada grama de produto adquirido.

As compras de alimentos na forma de marmitex já foram motivo de denúncia neste ac24horas e houve inclusive um pedido de investigação protocolado  junto ao Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

A licitação da Sesacre

Conforme se verifica no Contrato Nº 277/2017 referente ao Pregão Presencial SRP Nº 720/2016, a Sesacre assume a possibilidade de adquirir refeições preparadas (almoço), e admite pagar até R$ 1.108.906,20 pela 68.451 unidades de marmitex.

Já no Contrato Nº 278/2017 referente ao Pregão Presencial SRP Nº 720/2016 a Sesacre contrata a aquisição de refeição preparada (jantar) e admite um total máximo de R$ 559.321,20 para as 34.526 unidades de marmitex.

Somadas, dado serem o mesmo conteúdo e terem sido cotadas por preço igual, as duas licitações chegam à casa de R$ 1.668.227,40 ao ano. Em termos de peso, o estado vai comprar anualmente um total de 154.465,5 kg de comida, distribuídos nas quantidades cotadas (860g por marmitex), tem-se as seguintes quantidades totais individuais.

Em ambos os casos, seja para almoço ou jantar, os conteúdos são os mesmos e não há variação no preço por unidade (R$ 16,20). O preço pago por grama de alimento é de R$ 0,0216. De forma geral, em compras realizadas em quantidades maiores, como é o caso ao Pregão Presencial SRP Nº 720/2016, é possível obter descontos juntos aos fornecedores das matérias primas dado o volume e a regularidade das entregas.

Prefeitura licita quantidade menor e mais em conta

Ocorre que a Prefeitura de Rio Branco (PMRB) conseguiu o fornecimento de marmitex por um preço 50% para um marmitex com a mesma composição, penas com peso ligeiramente menor: 50g a menos. A licitação foi em publicada em 21 de março deste ano e serviu como parâmetro de comparação.

Ocorre que ao dividir o valor total pela quantidade de peso de cada marmitex em unidades individuais (uma grama), têm-se uma considerável diferença entre o quanto cada esfera de poder se dispõe a pagar. Em termos do peso em gramas, a prefeitura admite pagar R$ 0,0107, enquanto o Estado considera o valor de 0,0216. Isso implica em um sobrepreço de 49,54%.

Ou seja, mesmo com um volume sete vezes menor a ser adquirido, a PMRB obteve preços muito melhores que os admitidos pela Sesacre. E, ao contrário de muitas outras licitações onde um órgão usa o processo de compra do outro por já estar com preços acessíveis, as caronas em licitações, o Estado não seguiu a praxe, cotando tudo novamente e admitiu pagar um sobrepreço de quase 50%.

Em 21 de maio em uma nova licitação da prefeitura e desta vez para 300 mil refeições, onde o valor subiu ligeiramente, com um acréscimo de R$ 0,0109/g, mas este aumento praticamente não alterou os valores comparados.

Sesacre explica quantidade, mas não o preço

Em nota, a Sesacre esclarece que:“Quanto ao fornecimento de refeição preparada ALMOÇO E JANTA, explicamos que atualmente a Secretaria de Estado de Saúde, fornece a 06 (seis) unidades em Rio Branco, com quantitativos diários.”

“A aquisição, classificada como relevante para o serviço assistencial de saúde, busca atender demanda transversal do padrão das respectivas unidades e variações aumentativas atípicas a rotina regular com sua utilização, principalmente por profissionais de saúde plantonistas.”

“Assim, os cálculos que norteiam o quantitativo a ser licitado e contratado consideram a quantidade que as Unidades de Saúde e Assistenciais, referenciam em plano de trabalho anual – PTA elaborado para 2017 e pactuado pela Comissão de Interventores Bipartite (CIB), que é um fórum de negociação entre estado e município para implantação e operacionalização no Sistema Único de Saúde (SUS).”

“Diante do exposto, esclarecemos que os quantitativos licitados por essa Secretaria de Estado de Saúde estão de acordo com as necessidades diárias consumidas pelas Unidades de Saúde e Assistencial. Rio Branco – Acre, 19 de Maio de 2017.”. A nota é assinada poe Sheila Andrade Vieira (Ger.Div.Almox) e Ruan Hassler Santiago de Melo (Ger.Dep.Adm)

Anúncios

Acre

Sessão que aprovaria nomes para a Emurb nesta segunda é cancelada

Publicado

em

O prefeito Tião Bocalom (Progressistas) enviou um ofício ao presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, N. Lima (Progressistas) pedindo o cancelamento da Sessão Extraordinária da 15° Legislatura que estava prevista para ocorrer nesta segunda-feira, 25, às 9 horas através da plataforma Zoom.

O objetivo da sessão era analisar as nomeações para composição da Diretoria da Empresa Municipal de Urbanização (EMURB). 

“Informamos ainda que, tão logo sejam definidos os novos nomes para compor a Diretoria da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (EMURB) estaremos encaminhando para aprovação desta Câmara”, destacou Bocalom. 

Ocorre que o ac24horas apurou que Alex Plácido de Castro, um dos três indicados para ocupar cargo na direção da Emurb, não cumpre alguns dos requisitos chaves a indicação devido ter pouco mais de 7 meses de experiências profissionais, mas em atividades não semelhantes ao que pretende ocupar na Emurb. 

A reportagem teve acesso ao currículo do profissional enviado aos 17 vereadores da capital para análise e votação na próxima segunda-feira, 25. Apesar de ter formação em três áreas da engenharia de Petróleo, Civil e de Produção pela Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro, entre os anos de 2012 a 2020, ele supostamente não cumpriria os requisitos mínimos, já que teria apenas duas experiências profissionais. 

A primeira como analista júnior da empresa Atrio Rio Service tecnologia e serviços LTDA, de cerca de um mês entre setembro e outubro de 2018 e segundo como Assistente de Departamento Pessoal da Câmara Municipal de São João de Meriti, no interior do Rio de Janeiro, entre janeiro de 2018 a julho de 2018, em atividades não semelhantes ao cargo que almeja já que o diretor de operações da Empresa Municipal de Rio Branco é ligado diretamente com o chamado trecho, com atividades de tapa buracos e asfaltamento em larga escala. 

O engenheiro assinala relato biografado repassado ao parlamento que com isenções de disciplinas comuns às três engenharias, foi possível concluir as três graduações no período de 2012 a 2020.

Continuar lendo

Acre

Vacina da AztraZeneca/Oxford desembarca no Acre nesta segunda

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) usou as redes sociais na manhã deste sábado, 23, para anunciar que o Acre receberá nesta próxima segunda-feira, 25, a primeira remessa de doses da vacina contra a Covid-19, da AstraZeneca/Oxford, produzida pelo laboratório indiano Serum. 

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca foi a primeira a ter resultados preliminares de fase 3 de testes divulgados por uma revista científica. Os dados foram publicados na “The Lancet”, uma das mais importantes do mundo.

Entusiasmado, Cameli destacou que com esse novo lote de vacina mais de cinco mil trabalhadores da Saúde que fazem parte do grupo prioritário da Fase I, conforme orientação do Ministério da Saúde, serão vacinados.

“Com essa nova remessa, vamos totalizar 61% dos trabalhadores da Saúde. Esse é um esforço conjunto entre as instituições e governo do Estado para que possamos vacinar com celeridade e segurança a nossa população. Esse é um marco histórico em nosso país”, afirmou.

A vacina desembarcou em voo da Emirates ao Aeroporto de Guarulhos, às 17h20 desta sexta-feira, 22, a carga foi transportada em um avião da Azul até a Base Aérea do Galeão, aonde chegou às 22h.

Da Base Aérea, as vacinas seguiram em caminhões refrigerados para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), para checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português. Esse processo será feito ao longo da madrugada e da manhã de sábado e será realizado por equipes treinadas em boas práticas de produção.

 

 

Continuar lendo

Acre

Mais de 5 mil trabalhadores da Saúde serão imunizados no Acre

Publicado

em

Com a chegada da vacina contra Covid-19 da Índia, fornecida pela indústria Astrazeneca, o Estado do Acre será contemplado com 5.080 doses, que serão distribuídas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e destinadas aos trabalhadores da Saúde, o que representa mais 27% desse público-alvo que passa a ser contemplados com a primeira dose, conforme orientação do Ministério da Saúde (MS).

“Este é um marco histórico em nosso país, uma mobilização nacional e internacional com o objetivo maior, que é o de salvar vidas. As vacinas estão chegando para imunizar nossa população, por isso destaco o trabalho conjunto e a importância de vacinar os públicos prioritários e sequencialmente todos acreanos”, destaca Gladson Cameli.

A chegada está prevista para próxima segunda-feira, 25, e terá o mesmo formato de distribuição aos municípios. O MS tem como previsão várias etapas de entregas semanais aos estados, que ainda serão definidas e alinhadas.

“Com essa nova remessa, vamos totalizar 61 % dos trabalhadores da Saúde. Esse é um esforço conjunto entre as Instituições e Governo do Estado para que possamos vacinar com celeridade e segurança a nossa população”, destaca a chefe de Imunização do Estado do Acre, Renata Quilles.

Além destas, está prevista mais 4 milhões e meio de doses da Coronavac que serão distribuídas pelo Instituto Butantan para as Unidades Federativas, com previsão de entrega para a próxima semana. A vacina do Butantan também será utilizada para a conclusão do público da Saúde, e dependendo do quantitativo destinado pelo MS poderá ser iniciada a vacinação dos idosos com idade acima de 75 anos.

Continuar lendo

Acre

Bebedeira entre “amigos” termina com um morto em Rio Branco

Publicado

em

André Suedem da Silva Almeida, de 36 anos, foi morto a golpes de faca na noite desta sexta-feira, 22, durante uma bebedeira na Travessa Boa Sorte, no bairro Vitória, em Rio Branco. De acordo com informações da Polícia, ele estava estava ingerindo bebidas alcoólicas com alguns amigos, quando entrou em discussão e em luta corporal com um homem não identificado.

O agressor desferiu três golpes de faca que atingiram as costas de André. Mesmo ferida, a vítima ainda conseguiu correr até a área de um residência e caiu. Após a ação, o criminoso fugiu do local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local nada puderam fazer por André que já se encontrava morto.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O autor do crime não foi encontrado.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. O caso já está sendo investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas