Muitos candidatos de capitais do Brasil vão ficar com inveja do ex-deputado federal Ilderlei Cordeiro (PMDB), quando olharem sua declaração de bens feita á justiça eleitoral. O empresário, atual ocupação profissional do candidato á prefeitura de Cruzeiro do Sul, declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) possuir um patrimônio de R$ 28 milhões.

Ilderlei_600_foto_destacada

Na declaração de bens entregue á justiça eleitoral no dia em que registrou sua candidatura para a prefeitura da segunda maior cidade do estado pela coligação “Juntos por Cruzeiro I”( PMDB, PP, PRB, PDT, PSC, PR, DEM, PSDC, PMN, PTC, PRP, PEN, SD, PTB, PPS, PSD), Ilderlei listou todo o patrimônio registrado em seu nome, bem como o valor de cada um.

São sete registros que juntos somam 28 milhões de reais, de longe o maior patrimônio registrado por um candidato a prefeito no estado.

Para efeitos de comparação, somadas as declarações dos quatro candidatos a prefeitura de Rio Branco, não atinge 30% do valor declarado pelo peemedebistas do Juruá.

Ainda como efeito de comparação, Ilderlei Cordeiro deixa na poeira em termos de patrimônio declarado, o atual prefeito de Manaus (AM), Artur Virgílio (PSDB), candidato a reeleição, que declarou possuir patrimônio de R 160 mil.

Entre os bens registrados em seu nome que declarou ao T R E, Cordeiro possui uma granja avaliada em R$ 9,5 milhões e um seringal, localizado as margens do rio Juruá, que vale R$ 7,5 milhões.

Os concorrentes do peemedebistas são bem mais modestos financeiramente. Henrique Afonso (PSDB) informou patrimônio de R$ 707 mil.

A delegada Carla Brito por sua vez disse não possuir nenhum patrimônio e nada declarou ao TRE.

Já com relação aos gastos de campanha, os três candidatos demonstraram disposição em usar o teto máximo de gastos permitidos para a campanha, valor que em Cruzeiro do Sul é bem maior que na capital, R$ 568 mil.

Previous
Next
error: Conteúdo protegido!