Conecte-se agora

Médico vai embora e UPA do 2º Distrito passa a noite sem pediatra, denunciam usuários

Publicado

em

A noite de domingo e madrugada desta segunda-feira, 16, foi de muito tumulto nas dependências da Unidade de Pronto Atendimento do 2º Distrito, em Rio Branco. Sem médicos pediatras, os clínicos gerais estariam se recusando a atender as crianças que chegavam à unidade. Um dos profissionais, segundo denuncia uma mãe, teria saído do plantão e não mais retornado.

“Eu cheguei aqui umas 20h, e já tinha gente esperando o médico. Não demorou nem quinze minutos para a enfermeira avisar que a gente não ia ser atendido pelos médicos. O plantonista tinha ido embora. A gente fica com cara de besta, sem puder fazer nada. Eu fui questionar e disseram para eu chamar a imprensa e mostrar a situação, se eu quisesse”, conta Antonio Adelaide.

Segundo o secretário de Saúde, Gemil de Abreu Júnior, muitos casos de atenção primária podem ser resolvidos durante o dia nas unidades saúde dos bairros da Capital. Além disso, ele afirmou que as três UPAs disponíveis em Rio Branco são suficientes para a garantia de todos os atendimentos e que elas estão preparadas para receber a população.

“Diante dessas reclamações, eu vou, pessoalmente, pedir que sejam averiguadas essas faltas e vou pedir também as escalas dos profissionais que estavam nas unidades. Certamente vamos esclarecer essa situação brevemente. Por hora não posso fazer um pré-julgamento sobre os atendimentos”, diz.

Para o pedreiro Maciel Gomes, de 37 anos, a situação já se tornou um “verdadeiro descaso com as crianças”. O trabalhador sugere que “se não há pediatras, que aumentem os salários, que façam alguma coisa para contratar novos médicos, porque os que estão dando plantão não se preocupam. Veja só esse daqui, deixou tudo e foi embora pela noite, na hora do trabalho. Quem fiscaliza isso?”, diz.

Acre 01

Brasiléia inicia nesta Segunda-feira vacinação contra Covid-19 para crianças de 5 até 11 anos

Publicado

em

A prefeitura de Brasiléia, através da Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (17), imunização contra Covid-19 para crianças na faixa etária entre 5 a 11 anos de idade.

A vacina começa a partir das 7h horas da manhã na Unidade Básica de Saúde Tufic Mizael Saady e as crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

O município recebeu as 200 primeiras doses da vacina, que serão aplicadas nas crianças durante essa segunda-feira, com início às 7:00 horas da manhã até às 16h30.

A prefeita Fernanda Hassem fala da chegada do imunizante destinado ao público infantil. “Brasiléia inicia a vacinação contra Covid-19 para nossas crianças e estamos imensamente felizes por esse momento ter chegado. Os pais aguardavam ansiosos o momento de aplicar a dose da vacinação em seus filhos, nosso sentimento é de gratidão e esperança renovada por sabermos que chegou o momento de imunizarmos nossos pequenos de 5 a 11 anos de idade”, comemorou a prefeita.

Continuar lendo

Cotidiano

Neném Almeida pede retorno do auxílio emergencial para servidores da saúde no Acre

Publicado

em

O deputado Neném Almeida (Podemos) publicou em suas redes sociais um pedido de retorno do Auxílio Temporário de Emergência em Saúde (ATS), ao governo do Estado.

Esse adicional de insalubridade foi destinado aos servidores da Saúde e da Segurança Pública e tinha a intenção de suprir os gastos excepcionais e emergenciais decorrentes da exposição excessiva de agentes públicos aos efeitos da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Como justificativa para o retorno do pagamento, o parlamentar destacou que com o aumento do números de casos de Covid-19, esses profissionais voltarão a ser muito exigidos no combate à essa doença, e que por isso merecem um abono financeiro. “É extremamente importante que todos os servidores que estejam na linha de frente sejam contemplados com esse benefício. Precisamos ajudar aqueles que nos ajudam”, destacou Almeida.

O deputado finaliza lembrando que muitos desses profissionais após o contato com essa doença ficaram com sequelas como limitação respiratória, ansiedade e depressão, e outros chegaram a perder a própria vida no combate ao vírus.

Continuar lendo

Cotidiano

Moradora reclama da demora de quase 2h para realização de atendimento em Upa

Publicado

em

A moradora do bairro Belo Jardim II, na região do Segundo Distrito, em Rio Branco, Elaine Priscila Gomes, 30 anos, resolveu procurar a reportagem do ac24horas neste domingo, 16, para denunciar demora no atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no conjunto habitacional da Cidade do Povo.

Segundo ela, na unidade de saúde estavam aguardando cerca de 15 pessoas, no entanto, o médico, Renan Nunes da Silva não cumpriu o início dos atendimentos, fazendo com que os pacientes esperassem mais de 2 horas. “Eu cheguei era mais de 13 horas, e já era mais de 15 horas e não fui atendida. Isso é um descaso. Ficamos mais de hora aguardando atendimento”, declarou.

Em resposta ao atraso, a denunciante contou que a recepcionista da UPA falou que o médico só atenderia casos de emergência, no entanto, após quase 2 horas de espera ele resolveu chamar os pacientes para o atendimento. “A moça disse que o médico tava lá para atender emergência. Deu três horas. O médico estava bem dormindo”, reclamou.

A reportagem do ac24horas buscou contato com a direção da unidade de saúde, no entanto, não obtivemos resposta.

Continuar lendo

Acre

Sem mortes, Acre registra 166 novos casos de Covid-19

Publicado

em

O estado do Acre registrou 166 novos casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus nesta domingo (16). Segundo o boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) agora o número de infectados subiu de 89.635 para 89.801.

Neste domingo, nenhum óbito em decorrência da Covid-18 foi confirmado, fazendo com que o número de vítimas fatais no estado permaneça em 1.854.

Três exames estão à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e 86.374 pessoas receberam alta médica desde o inicio da pandemia.

Em todo o estado há 19 pessoas internadas, sendo 16 com teste positivo. A taxa de ocupação da UTI nas unidades de saúde é de 25%. Dos 20 leitos existentes, cinco estão ocupados. São 10 leitos de UTI em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!