Conecte-se agora

Na superação, Tigre vence o Azulão

Publicado

em

O Plácido de Castro mostrou superação e, com dois jogadores a menos em relação ao time da Amax, conseguiu arrancar na noite de ontem, no estádio Arena da Floresta, uma vitória heroica por 2 a 1 na estreia do Campeonato Acreano 2016. Ismael e Uilian fizeram os gols do Tigre e Quatorze descontou para o Azulão de Xapuri.

Próximos jogos

O meia placidiano Uilian marcou o gol da vitória do Tigre do Abunã. Foto: Manoel Façanha.

O meia placidiano Uilian marcou o gol da vitória do Tigre do Abunã. Foto: Manoel Façanha.

O Plácido de Castro retorna a campo no próximo sábado (27) para medir forças contra o Vasco da Gama, às 15h45, no estádio Arena da Floresta. Um dia depois (28), às 16h, o Amax recebe o Rio Branco, em partida marcada para o estádio Álvaro Felício Abrahão, na cidade de Xapuri.

Jogo

O lateral  Jonildo busca se livrar da marcação do atacante placidiano Ismael. Foto: Manoel Façanha

O lateral Jonildo busca se livrar da marcação do atacante placidiano Ismael. Foto: Manoel Façanha

Os times fizeram um início de jogo alucinante e movimentado. A primeira grande chance de gol foi da equipe do Tigre, mas Tiago salvou a finalização do atacante placidiano Ismael, aos 15 minutos.

O Azulão respondeu numa bola parada. A zaga placidiana sofreu apagão geral e a redondinha sobrou livre para o zagueiro Quatorze abrir o placar, aos 22 minutos.

O técnico placidiano Helinho aproveita uma parada no jogo para orientar seus jogadores. Foto: Manoel Façanha

O técnico placidiano Helinho aproveita uma parada no jogo para orientar seus jogadores. Foto: Manoel Façanha

A vantagem não fez bem ao time azulina, que recuou bastante e passou a levar sufoco do time adversário. O empate do Tigre era questão de tempo e ocorreu aos 34 minutos, após cobrança de penalidade de Ismael. O goleiro Tiago ainda salvou parcialmente o lance, mas o próprio Ismael se recuperou do erro e mandou a bola para a rede.

O Tigre poderia levar a vantagem no placar para o intervalo, mas Geovani, após assistência de Uilian, perdeu grande chance da virada na frente do goleiro Tiago.

Vira virou

O técnico do Azulão, Paulo Capão, orienta o goleiro Tiago durante parada no jogo. Foto: Manoel Façanha

O técnico do Azulão, Paulo Capão, orienta o goleiro Tiago durante parada no jogo. Foto: Manoel Façanha

No segundo tempo, o técnico Paulo Capão conseguiu reorganizar sua equipe nos vestiário. O resultado foi um Azulão com mais posse de bola e agressivo contra um Plácido de Castro apático.

Nos 20 minutos da etapa complementar o Tigre do Abunã perdeu o atacante Alan, expulso. Com isso, o Azulão manteve ainda mais a posse de bola, mas abusava da falta de experiência e tranquilidade no último passe.

Nos minutos finais a Amax ficou com dois jogadores a mais em relação ao Plácido de Castro, após expulsão de Geovani. Porém, para a surpresa dos 310 pagantes, foi Tigre do Abunã mostrou superação para arrancar uma vitória heroica após bela jogada individual de Uiliam, aos 37 minutos.

 

Destaque 2

Olimpíadas: Brasil vence a Espanha e é bicampeão olímpico no futebol masculino

Publicado

em

Levou 116 anos, mas o Brasil tomou gosto pela medalha de ouro no futebol masculino. Depois do primeiro título, em 2016, o país se tornou bicampeão neste sábado, nos Jogos de Tóquio. A seleção treinada por André Jardine bateu a Espanha por 2 a 1, em Yokohama, no mesmo estádio onde foi pentacampeão mundial, com gols de Matheus Cunha e Malcom. Oyarzabal fez o gol da Fúria.

Com isso, o Brasil se torna o segundo maior vencedor do torneio olímpico, com dois ouros, atrás apenas de Reino Unido e Hungria, que possuem três medalhas douradas. No número total de idas ao pódio, com sete, o país já lidera no futebol masculino.

A medalha de bronze no futebol masculino nos Jogos de Tóquio ficou com o México, que venceu o Japão por 3 a 1.

O jogo

A partida começou com os espanhóis marcando no campo de defesa do Brasil e a seleção de Jardine com dificuldades para sair jogando. A pressão espanhola pouco se converteu em chances de gol, com exceção de uma bola cruzada na área que Diego Carlos, antes de cortá-la, quase marcou contra.

Aos poucos, o Brasil conseguiu encontrar espaços para fazer a transição para o ataque e o primeiro gol começou a ganhar corpo. Ele poderia ter vindo mais cedo. Unai Simón saiu mal do gol, fez pênalti em Matheus Cunha, mas Richarlison cobrou muito mal, por cima do gol.

Nos acréscimos do primeiro tempo, saiu a bola certeira de Matheus Cunha. Em bola cruzada na área, ele brigou com os zagueiros, conseguiu clarear a finalização e não perdoou: 1 a 0 Brasil.

No segundo tempo, a Espanha foi obrigada a buscar mais o ataque e tentar a virada. O empate não demorou muito a sair. Aos 15 minutos, Oyarzabal bateu de primeira o cruzamento e escreveu 1 a 1 no placar.

Os espanhóis estiveram mais próximos de vencer no tempo normal, com duas bolas na trave no segundo tempo. O time brasileiro sentiu o cansaço e o técnico André Jardine guardou as substituições para a prorrogação.

Malcom foi o primeiro a entrar e colocou o Brasil novamente no domínio das ações. Logo no começo do segundo tempo da prorrogação, recebeu lançamento no contra-ataque e fez na sáida do goleiro espanhol: 2 a 1 Brasil.

Continuar lendo

Cotidiano

Atlético Acreano vence o Vasco e assume a liderança isolada do campeonato estadual

Publicado

em

O Atlético-AC voltou a vencer e manteve 100% de aproveitamento na competição ao bater o Vasco (AC) por 2 a 0 nesta quinta-feira (29), no estádio Florestão, em Rio Branco, em jogo válido pela abertura da 4° rodada do primeiro turno do Campeonato Acreano.

Os gols da partida foram marcados pelo zagueiro Reginaldo que abriu o placar ainda no primeiro tempo. Já na etapa final o meia-atacante Psica, eleito melhor do jogo, marcou o segundo gol. Com o resultado, o Galo Carijó disparou na liderança com 9 pontos, seguido pelo Cruz Maltino que tem 6 pontos.

Na 5° rodada da competição, o Vasco pega o Náuas na próxima quarta-feira (4). O Galo joga contra o Plácido de Castro no dia 11 de agosto.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas.com

Continuar lendo

Destaque 7

Rio Branco e Humaitá empatam e Atlético bate o Náuas no Acreano

Publicado

em

Nesta quarta-feira (21), dois jogos movimentaram a 3ª rodada do Campeonato Acreano 2021, no Estádio Florestão. No primeiro jogo, o Rio Branco ficou no 0 a 0 com o Humaitá. Já na última partida da noite, o Atlético Acreano assumiu a vice-liderança do Campeonato Acreano ao bater o Náuas pelo placar de 1 a 0.

Ambos os confrontos foram pouco movimentados e sem muita emoção, pior para o Estrelão que ainda não brilhou na competição e segue sem vencer.

Já Galo e Náuas foi válido pela 2ª rodada do primeiro turno. O gol da partida foi marcado aos três minutos da etapa final por Digão, após passe de Ciel. No primeiro tempo, Euler desperdiçou uma grande oportunidade para abrir o placar.

O próximo duelo do Rio Branco será contra o Andirá. Já o Humaitá pega o Palácio de Castro. Porém, pela terceira rodada, o Galo encara o Vasco em jogo que pode definir a liderança. Já o Náuas vai enfrentar o Andirá.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas (PROIBIDA A REPRODUÇÃO)

Continuar lendo

Cotidiano

Estrelão estreia com empate contra o São Francisco pelo Campeonato Acreano

Publicado

em

Em um jogo movimentado e pegado, o Rio Branco e o São Francisco empataram pelo placar de 2 a 2 na tarde deste sábado, 10, no estádio Florestão, em Rio Branco. O jogo foi a estreia das duas equipes na temporada.

Tentando recuperar o espaço no cenário nacional, após uma má campanha na temporada 2020, o Estrelão começou perdendo a partida quando Marcilio, do São Francisco, abriu o placar com menos de 15 minutos no primeiro tempo, mas antes de encerrar a primeira etapa, aos 43, Nolasco empatou para o Estrelão após um cruzamento do lateral direito.

O jogo foi transmitido pelo ac24horas em parceria com a Federação de Futebol do Acre (FFA).

Após o intervalo, o jogo foi marcado por muitas faltas, mas o Estrelão virou a partida aos 51 minutos da segunda etapa com o gol de Rabiola, após a zaga do São Francisco afasta mal um cruzamento do lateral esquerda, a bola sobrou limpa para Rabiola colocar na gaveta.

Apesar de manter o ritmo da partida, o Estrelão pegou o empate aos 61 do segundo tempo, após uma cobrança de João Pedro para dentro da área, na qual Davi chegando por trás cabeceou para dentro da rede.

Os últimos 15 minutos guardaram bons lances e muitas faltas táticas, mas nada que resultasse na alteração do placar. O jogo terminou em 2 a 2, com gols de Nolasco e Rabiola, para o Estrelão, e de Marcilio e Davi, para o São Francisco.

Veja como foi a partida:

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas