Conecte-se agora

Gerente da Gazin é rendida por homem que rouba 40 celulares na capital

Publicado

em

A gerente da Loja Gazin, da Avenida Epaminondas Jácome, centro de Rio Branco, foi surpreendida nas primeiras horas na manhã desta quinta-feira, 14, em assalto.

14ef85f9-1339-426b-80f7-f24261b13a1c

Segundo informações prestadas por Márcia de Souza em Boletim de Ocorrência (B.O), a mesma foi surpreendida por um homem armado que levou aproximadamente 40 celulares de modelos variados e, em seguida, fugiu com a ajuda de um comparsa que aguardava em uma moto Bis. A dupla teria se evadido rumo ao Segundo Distrito da capital.

 

Destaque 7

Presidente licenciado da Fieac dialoga com fundador da entidade e reafirma compromisso

Publicado

em

O início da terça-feira, 2, foi especial para o presidente licenciado da Federação das Indústrias do Acre (Fieac) e pré-candidato a deputado federal José Adriano. Isso porque ele teve uma grata surpresa: reencontrar o ex-presidente e um dos fundadores da entidade, o empresário Mirtil Carvalho, acompanhado do empreendedor Sérgio Barros. No encontro, eles dialogaram sobre o atual cenário econômico do estado e o atual mandatário reafirmou o compromisso com todo o setor produtivo local.

Ao longo da conversa, o pré-candidato e o ex-presidente da Federação analisaram o atual momento da Fieac, os primórdios dela e os desafios que precisam ser enfrentados para que a economia local seja reerguida a partir da geração de emprego e renda à população. Carvalho afirmou sentir orgulho da trajetória que a organização tomou ao longo dos últimos 34 anos e o atual trabalho de valorizar e fortalecer os empreendimentos locais. Para ele, a proposta de José Adriano é essencial para o estado.

“Há mais de três décadas eu e mais quatro colegas botamos na cabeça que era preciso ter a Federação das Indústrias para defender e fortalecer o setor. Lutamos até conseguir e hoje vejo uma nova cara na Fieac, muito pró-ativa e atenta às necessidades de todos os segmentos do setor produtivo. Temos que demonstrar a capacidade de cada empreendimento de aplicar bem e fazer o dinheiro circular no Acre. O Adriano tem uma cabeça boa e quer ver, de fato, o nosso Acre desenvolvido”, declarou Carvalho.

Segundo o ex-presidente da Fieac, a pré-candidatura do representante licenciado é uma ótima alternativa para que mais medidas concretas que tragam o crescimento econômico sejam efetuadas. “É uma bela atitude propor essa representatividade no Congresso para trazer os benefícios à população, que é a que mais ganha com o desenvolvimento da nossa indústria, comércio, agronegócio, agricultura familiar e os demais segmentos do setor produtivo. Desejo sorte e sabedoria a ele na jornada”, disse.

Para José Adriano, sempre é especial estar ao lado dos pioneiros que iniciaram a luta em defesa da prosperidade na região acreana. “Foi um prazer muito grande esse momento. Sempre buscamos resgatar essa história dos companheiros que vieram antes de nós. Tenho no Mirtil uma valiosa orientação do que foram os desafios do passado para transformar a nossa instituição em uma organização forte, independente e totalmente servidora de toda a classe. Esse é o grande legado dele”.

O pré-candidato ressaltou ainda que a história e o apoio do ex-presidente para a pré-candidatura é um estímulo que renova a vontade de se dedicar ainda mais pelo Acre. “É muito inspirador ter esse apoio, demonstra o respeito e apreço que ele sempre teve por toda a iniciativa privada local. O nosso desafio é valorizar todo o esforço e investimento feito por quem veio antes. Isso para mim é motivo de muito orgulho e extrema responsabilidade para alcançar novas e necessárias conquistas”, finalizou José Adriano.

Continuar lendo

Acre 01

“Entendimento e humildade”, a receita de Nicolau Júnior para definição da chapa de Gladson

Sobre sua gestão, deputado afirmou que muita coisa está sendo feita e que a Aleac está sendo bem cuidada

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), afirmou na noite desta terça-feira (2) em participação na transmissão do ac24horas na quarta noite da Expoacre 2022, que a definição da chapa do governador Gladson Cameli à reeleição precisará do diálogo para a sua consumação.

De acordo com Nicolau, que também é candidato à reeleição na Aleac, o entendimento e a humildade, com a necessidade de que alguém ceda em suas posições, são os ingredientes necessários para que seja formada uma chapa que possa ganhar a eleição e que seja bem recebida pelo eleitorado.

“O que eu desejo para o grupo político e para as pessoas que estão dentro do governo é que tenham entendimento. O governador vai para a reeleição e é um momento de muita humildade, ceder em algumas partes e fazer uma chapa boa para que a população possa escolher”, disse Nicolau.

O deputado também falou sobre a sua gestão à frente da Assembleia e destacou a decisão de o Poder Legislativo abrir mão do aumento do orçamento da Casa para a próxima legislatura. Segundo ele, a Aleac está sendo bem cuidada e que muita coisa está sendo feita.

Outro ponto que foi lembrado por Nicolau Júnior foi o aumento salarial proporcionado aos servidores da Aleac depois de cerca de 10 anos sem reajuste. “Esse foi o maior aumento, de 11,06%, foi o nosso marco. Foi muito importante porque os servidores da Assembleia estavam há mais de 10 anos sem reajuste”.

Por fim, o presidente ressaltou a importância da ampliação das emendas impositivas que foram elevadas ao patamar de R$ 2 milhões para cada deputado. Para ele, essa medida engrandeceu os mandatos dos deputados que podem levar investimentos com essas emendas a lugares onde o estado não chega.

Continuar lendo

Extra Total

Suspensão da exigência por carteira de vacinação facilita acesso à quarta noite de Expoacre

Publicado

em

A movimentação na entrada do parque de exposições Wildy Viana nesta terça-feira (2) está sendo mais ágil que na noite anterior. Isso por conta da suspensão da exigência da carteira de vacinação.

Vídeo do repórter Saimon Martins mostra que a diferença nos acessos à feira é gritante se comparada com a noite desta segunda-feira (1º), quando se formaram filas quilométricas.

Até às 20 horas não havia informação oficial para o fato de a exigência de comprovação da vacinação contra a Covid-19 não estar acontecendo como na noite anterior.

Dentro do parque de exposições a movimentação de pessoas também é bem mais tranquila no começo desta quarta noite, quando haverá a apresentação das duplas Maiara & Maraísa e Netto & Henrique.

Continuar lendo

Cotidiano

Na Expoacre, produtores realizam curso para produção artesanal de derivados do leite

Publicado

em

Pequenos produtores e técnicos da bacia leiteira participaram na manhã desta segunda-feira, 2 de agosto, do curso sobre derivados do leite realizado no espaço institucional da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), da Expoacre 2022. O encerramento será na manhã da sexta-feira, 5, e os alunos receberão certificado com carga horária de 40 horas.

A capacitação é uma iniciativa da Sepa, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), com o importante apoio do Programa REM Acre Fase II, por meio do projeto Pecuária Diversificada Sustentável, que beneficia pequenos produtos com a recuperação de áreas degradadas para que possam melhorar a renda sem desmatar novas áreas.

A instrutora Marilza da Cruz Pereira explica que o curso é voltado para estímulo da produção artesanal de leite e melhoria de renda.

“Estamos aqui aprendendo a desenvolver outros produtos ao invés de consumir ou sobreviver somente da venda do leite. Aqui vamos aprender técnicas para fazer queijos mussarela, temperado e doce, iogurte, doce de leite, manteiga e cocada. São novas maneiras de consumo e também de agregar valor ao produto, aumentando a renda familiar”.

O chefe da Divisão de Pecuária da Sepa, Jalceyr Pessoa, destaca as importantes parceiras para realização da capacitação junto aos produtores da bacia leiteira.

“Executamos a Pecuária Mais Eficiente, onde trabalhamos especialmente os produtores de leite para que tenham a oportunidade de alavancar sua produtividade, pensando na condição ambiental, na redução do desmatamento, agregando valor, e ofertar ao mercado não só o leite in natura, como também os derivados do leite através dos seus produtos lácteos”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!