Conecte-se agora

Nunca existiu fraude nem direcionamento de obras no Acre, a culpa é da Lei de Licitações

Publicado

em

acredito_00

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Eu sempre acreditei na inidoneidade dos empreiteiros, secretários de Estado e servidores públicos, maldosamente envolvidos na famigerada operação G7 desencadeada pela Polícia Federal para investigar fraude em licitações de obras no governo do Acre. Apesar das interceptações telefônica revelarem supostas combinações para reduzir o tamanho das casas da Cidade do Povo e aumentar o lucro dos empreiteiros, sublocação de contratos públicos e uma relação estreita dos gestores com os donos de empresas de construção, acredito que tudo não passou de brincadeiras dos envolvidos em momentos de descontração.

Acredito ainda no governador Sebastião Viana (PT), o chefe de estado da nossa querida capital mundial da economia sustentável, modelo para os EUA, Alemanha, China, França, Peru, Itália, Israel e Marte. Ele avalia que a culpa da “maldade” com os empreiteiros é o rigor da “atrasada” Lei de Licitações. Os coitadinhos nem podem aumentar os preços após ganharem as licitações com preços menores. Assim não dá, como é que eles vão sobreviver e contribuir com campanhas eleitorais do PT, com o excesso de fiscalização desta “absurda” lei, elaborada para assegurar a correta aplicação dos recursos públicos

Falando de coisas que não acontecem no Acre
Bom, falando destes casos de corrupção que não acontecem no Acre, exceto nos casos que estas leis contribuem para manchar a imagem de homens honrados e trabalhadores, o blog publica um vídeo deste descalabro cometido em nível nacional. Nosso querido estado, além de ser modelo econômico para o Brasil superar a crise ainda vai servir de exemplo para que estes escândalos como Operação Zelotes, Petrolão, Mensalão e tantos outros “ão” não aconteçam mais. O deputado Sibá Machado (PT), já está fazendo a parte dele. Segundo o petista, o mensalão não existiu, seus companheiros foram presos injustamente.

video
play-rounded-fill

TIRIRICA_01

Só enxergo uma saída para oposição
Durante um conversa com militantes de partidos de oposição, percebi que um novo movimento toma corpo no bloco político que luta há mais de 17 anos para tomar o poder do PT. Já que os líderes de oposição não se entendem, a ideia é convidar o deputado federal Tiririca pra ser candidato a governador do Acre em 2018. O argumento é convincente: “Ele é nordestino, tem tudo a ver com a nossa cultura, provou que é bom de voto se reelegendo por São Paulo, é um dos 100 parlamentares mais bem avaliado do Congresso em Foco, sem contar que não engana ninguém, ele já vai chegando e chamando todo mundo de abestado”.

luz_01A questão da energia cara no Acre
Muitos debates estão acontecendo em torno da qualidade e do preço da energia elétrica praticados no Acre, mas as autoridades estaduais não se manifestaram na questão. Vale fazer uma viagem no tempo para saber como se originou esta tarifa absurda praticada atualmente no Estado. O governo do Acre não se manifesta porque quanto mais as contas se elevam, mais recursos são arrecadados com o ICMS. Foi o então governador Jorge Viana (PT) quem elevou o ICMS da energia de 17% para 25% no apagar das luzes do dia 18 de dezembro de 2001. Esta alíquota que muitos dizem que pode superar os 30% no final da apuração vem sendo a dor de cabeça dos consumidores acreanos.

hepa_01Gratuidade para portador de hepatite
Apesar das propostas que beneficiam o povo se tornarem uma raridade no parlamento neste momento de crise, às vezes, os deputados ainda encontram um tempinho para pensar nos seus representados. Um exemplo é o projeto de lei apresentado pelo Poder Executivo, que garante às pessoas portadoras de hepatites, que estejam inseridas em programa de tratamento contínuo, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, a gratuidade no serviço intermunicipal de transporte coletivo de passageiros de característica rodoviária convencional. A proposta é uma indicação do deputado Heitor Júnior (PDT), que apesar de não poder apresentar projeto que onere os cofres, fez a indicação.

PM é detida por não dar número de celular

telefone_00
Circula dos jornais locais que uma sargento da Polícia Militar do Acre recebeu voz de prisão de um delegado na Delegacia de Flagrantes (DEFLA), após se negar a dar o seu número de celular, logo depois de entregar um preso suspeito de cometer um assalto. O delegado teria pedido o contato da PM, alegando que poderia precisar de esclarecimentos posteriores. A sargento ficou detida numa sala e só foi liberada com o comparecimento de seus superiores. A Associação dos Militares do Acre (AME-AC) vai entrar com uma denúncia contra o delegado na Corregedoria da Polícia Civil e também no Ministério Público.

Acre

Petecão promete criação de centro de estudo para o agronegócio

Publicado

em

O senador licenciado, candidato ao governo pela “Coligação com a Força do Povo”, Sérgio Petecão (PSD), concedeu entrevista a Rádio comunitária Nova Era FM, no município de Tarauacá nesta quarta-feira, 17, e prometeu valorizar o agronegócio com a criação de um centro de estudo do solo aos grandes e pequenos produtores rurais do Acre – fortalecimento o agronegócio e a agricultura.

De acordo com o candidato que estava ao lado do seu vice, Totta Filho, será através do procedimento técnico do estudo do solo que será possível conhecer as características do terreno onde será realizada a obra, sendo assim, com este procedimento é possível saber a espessura das camadas que o compõem, sua resistência e a provável localização do lençol freático. “O estudo é feito ou em Rondônia ou no Mato Grosso”, declarou.

O senador teceu críticas ao atual governo de Gladson Cameli como o mais corrupto da história só Acre – com base nos escândalos expostos nos últimos anos. Segundo ele, em sua gestão, será cortado gastos com aluguel de jatinho particular e cargos comissionados de aliados. “Você não vai ver o Petecão andando de jatinho não. Eu não quero puxa-saco, quero pessoas trabalhando em favor das pessoas”, comentou.

Ao meio da entrevista, Sérgio disse ainda que pretende, caso eleito, por fim ao cartel de distribuição de licitações de empresas de fora do Acre. “Os empresários estão reclamando”, ressaltou.

Continuar lendo

Acre

JV diz que há espaço para agenda de preservação com agropecuária

Publicado

em

O programa de governo da aliança liderada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) estabelece 13 compromissos com a população acreana e se estrutura sobre 5 eixos – Desenvolvimento Econômico Sustentável Para Uma Nova Economia; Conectividade, Ciência e Tecnologia; Desenvolvimento Social, Proteção e Garantia de Direitos; Educação e Bem-Estar Social; e Governança.

Com o lema “Quem ama cuida”, o plano de governo da Federação Brasil da Esperança, que tem o ex-governador e ex-senador Jorge Viana como candidato ao governo do Acre e o ex-prefeito de Rio Branco Marcus Alexandre para vice, foi o último a ser apresentado à Justiça Eleitoral e foca na recuperação da esperança e na melhoria da qualidade de vida do acreano.

Em síntese, o desenvolvimento proposto prevê parcerias com a iniciativa privada, promovendo a eficiência do Estado com redução de carga tributária visando garantir a transparência; o combate a todo e qualquer tipo de corrupção na governança pública; a promoção da modernização da gestão, fazendo uso de tecnologia e inovação, com respeito e reconhecimento do servidor público.

“O desafio é grande, mas a gente não vai caminhar sozinho. Nós sabemos como buscar os recursos e a solidariedade do Brasil. E sendo Lula Presidente, temos certeza, que vamos fazer uma nova e grandiosa revolução no Brasil e no Acre, com geração de empregos, oportunidades e comida na mesa das famílias”.

O plano de governo da Federação Brasil da Esperança também promete fazer um “novo 6 de agosto”, aludindo a data histórica do estado como um símbolo de iniciativa de luta, de resistência e de recomeço – “e ele volta a acontecer cada vez que o povo acreano precisa enfrentar grandes desafios”, diz um trecho da apresentação do programa.

Após a exposição dos eixos, seus temas e propostas, o plano de governo é finalizado com uma carta assinada por Jorge Viana na qual afirma que “com desenvolvimento sustentável, a vida vai melhorar”. Para Viana, há três elementos-chave para uma agenda de desenvolvimento econômico para o Acre com foco nas áreas de floresta e áreas de agropecuária.

Primeiro, ele aborda o fato de que ainda há uma vasta área de floresta tropical no Estado. Depois afirma que o Acre, como o restante da Amazônia, tem um bônus demográfico potencial, ou seja, uma crescente maioria de pessoas economicamente ativas (aquelas com idade entre 18 e 65 anos) em relação a crianças e idosos, o que, para ele, significa uma enorme oportunidade para o desenvolvimento social e econômico do Estado.

Por fim, o candidato ao governo diz que o desmatamento excessivo dos últimos anos deixou para trás uma área vasta de terras abertas que podem ser mais bem aproveitadas.

“Essas áreas por si só, são muito mais do que o necessário para a produção agrícola e pecuária, o que significa que mais desmatamento é em grande parte desnecessário”.

Continuar lendo

Acre

Mara Rocha se afasta de nova agenda por indisposição digestiva

Publicado

em

Por causa da indisposição digestiva da candidata ao governo pelo MDB, Mara Rocha, a Caminhada da Esperança marcada para a manhã desta quarta-feira, 17, na Estrada da Sobral, em Rio Branco, não foi realizada.

Segundo a Assessoria da campanha ainda não há confirmação da presença dela no adesivaço no Bairro 6 de Agosto a partir 16 horas, mas o evento será mantido mesmo que ela não compareça. A reunião com apoiadores no Bairro Tropical a noite está mantida para definir estratégias de ações junto ao eleitor

A candidata ao Senado do PL, Márcia Bittar, de acordo com a assessoria, foi avisada da indisposição de Mara, mas esteve na Estrada da Sobral onde cumprimentou alguns membros da militância e seguiu para antecipar as gravações do programa de TV e rádio.

Já para quinta-feira, 18, a Assessoria de Mara Rocha, confirmou uma agenda: será uma caminhada na estrada do Calafate a partir das 8 horas.

Continuar lendo

Acre

Com ensino médio no DivulgaCand, blogueira mostra diploma da Ufac

Publicado

em

O portal de divulgação de candidaturas e contas que abrange todo o país, o Divulga Cand, informa que a candidata a deputada estadual pelo Podemos no Acre, Edmirk, que atua como influenciadora digital na web, possui ensino médio incompleto.

Após divulgação do cadastro, a mesma foi às redes sociais apresentar um diploma de Bacharel em Engenharia Agronômica, dado pela Universidade Federal do Acre. O portal Divulga Cand segue com a informação anterior de ensino médio incompleto até a manhã desta quarta-feira, 17.

Por meio dos stories no Instagram, ela confirmou que não divulgou sua candidatura e que só irá divulgar quando quiser: “na semana que vem, talvez”. Ela possui R$ 1.270.629,01 de limite legal de gastos.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.