Conecte-se agora

BR-364 desmorona perto do Gregório e Cruzeiro do Sul fica isolada da capital pela rodovia

Publicado

em

final_bstSnapshot_5035
O tráfego pela BR-364, sentido Rio Branco/Cruzeiro do Sul está interrompido desde a manhã deste sábado por causa de um desmoronamento na rodovia, ocorrido a sete quilômetros do rio Gregório.

O proprietário da empresa de ônibus Latina, Célio Peixoto, que faz a linha entre a capital e Cruzeiro, disse que por causa do desmoronamento “a empresa está tendo que fazer a baldeação nos ônibus desde a manhã de hoje”. Nas  redes sociais circula uma foto e um video como se fosse do local apartado. O governo confirmou por meio de nota hoje à tarde a interrupção do tráfego pela estrada.

“Sobre a interrupção do tráfego da BR-364, sete quilômetros antes do Rio Gregório, sentido Rio Branco, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação, informa que, desde dezembro do ano passado, a manutenção e recuperação da rodovia está sob a responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)”.

 

Na nota, o governo do Acre diz ainda que até este domingo o tráfego estará normalizado.

O governador Tião Viana mediou, junto ao governo federal, a liberação de R$ 74 milhões para que os serviços fossem executados. O Dnit contratou as empresas, mas admite que os trabalhos não estão dentro da celeridade prevista e necessária. Quanto à interrupção, a direção do DNIT informou que foi um deslizamento e que até amanhã os serviços serão executados e o tráfego será normalizado”.

Desde o começo da semana, ac24horas vem alertado o governo sobre as condições da BR-364. Nesta semana, por causa de um atoleiro entre Sena e Manuel Urbano, a rodovia ficou interditada durante horas e só voltou a ter condições de tráfego depois de um trabalho feito pela empresa Castilho, contratada pelo governo federal.

LEIA MAIS:
>>> BR-364 entre Sena Madureira e Cruzeiro está quase intrafegável
>>> BR-364 no Acre apresenta atoleiros e viagens pela rodovia demoram até um dia e meio

Destaque 2

Com Marcus de vice, Jorge Viana é oficializado ao governo e Nazaré ao Senado: “não vão destruir o que construímos”

Publicado

em

Foto: Juan Diaz 

Com a tradicional cor vermelha e uma chapa puro sangue, a Federação Esperança, composta pelo PT, PV e PCdoB, consolidou no início da noite desta sexta-feira, 5, durante a convenção do Partido dos Trabalhadores, na Avenida Ceará, a candidatura do ex-senador Jorge Viana ao governo, o ex-prefeito Marcus Alexandre como vice e a ex-vice governadora do Acre, Nazaré Araújo, como candidata ao senado da República.

Além da definição da chapa majoritária, o PT realizou a oficialização das candidaturas da chapa de deputados estaduais e federais da federação. O anúncio de JV como candidato ao governo ocorreu após os últimos acontecimentos políticos e o racha do governador Gladson Cameli com o ex-aliado, senador licenciado Márcio Bittar – que decidiu disputar o comando do Palácio Rio Branco pela sigla do União Brasil.

Com a sede do partido cheia e tomada por lideranças e autoridades petistas dos 22 municípios acreanos, o sentimento era de festa pela decisão, mesmo que de última hora, de Jorge enfim aceitar o desafio e concorrer novamente ao governo – haja vista que, já comandou o Acre entre 1999 a 2006. Mais cedo, em um vídeo divulgado nas redes sociais, Viana aparecia com Marcus já sinalizando a aliança em um duro recado ao grupo do governo. “Não vamos deixar eles destruir o que construímos”, disparou.

Cercados pelos líderes de esquerda, Jorge, Marcus e Nazaré chegaram ao evento e foram ovacionados pelos presentes com discursos calorosos a uma suposta vitória do PT num eventual segundo turno. Em seu discurso, JV se mostrou preparado para a batalha na campanha eleitoral deste ano. “Eu acho que a sociedade acreana está doente e precisa de cura para que as pessoas possam trabalhar, precisamos ter políticas públicas para aqueles que não tem onde morar. Eu acho que quando o governo vai mal, o povo sofre”, argumentou.

Foto: Juan Diaz 

Viana acredita que sua experiência junto com a de Marcus Alexandre deve contribuir com a sociedade. “Vamos oferecer a nossa experiência para quem está pedindo socorro e fazer com que o Acre volte a prosperar”, ressaltou.

Alexandre contou que a sua decisão em aceitar o desafio foi devido ao apelo popular. “Eu aceitei para que possamos contribuir com minha experiência. De poder tirar projeto do papel e tornar realidade. Então, eu atendo ao chamado e vamos a luta”, disse.

A candidata ao senado da República, Nazaré Araújo, disse que aceitou o desafio já nesta sexta-feira. Segundo ela, o desafio será árduo. “O povo estava esperando você [Jorge] candidato ao governo e vamos vencer e tirar as pessoas da dificuldade”, comentou.

Quem esteve presente na convenção foi o ex-prefeito Raimundo Angelim que fez uma declaração otimista da chapa majoritária “petista”. “É fortíssima. A melhor que o PT poderia lançar. São dois homens públicos e com experiência e que gostam de trabalhar. Com o Lula presidente, Jorge capacitando recursos e o Marcus nas andanças, tem tudo para dar certo”, avaliou.

O ex-deputado federal Sibá Machado disse que a relevância de Jorge no Acre é a mesma que a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nível nacional. “Ele mexe no tabuleiro da política e quando todos achavam que ele não vinha, ele veio candidato ao governo e muda toda a direção de todas as candidaturas ao governo do Acre”, contou.

Continuar lendo

Destaque 2

Galeria do ac24horas mostra os melhores momentos da Cavalgada 2022

Publicado

em

Após dois anos de pandemia de Covid-19, o estado do Acre voltou a realizar uma das festas mais tradicionais da região, a cavalgada. O evento abre oficialmente as nove noites de atividades no Parque de Exposições Wildy Viana, arrastando milhares de pessoas para a ExpoAcre.

O fotojornalista Sérgio Vale registrou os melhores momentos da cavalgada que saiu da Gameleira por volta das 8h30 deste sábado (30).

Veja as imagens:

Continuar lendo

Destaque 2

Com marido e sogra em lados opostos, Fernanda Hassem diz que deve apoiar Gladson

Publicado

em

O governador Gladson Cameli se reuniu nesta quinta-feira, 28, no hotel do Sesc de Cruzeiro do Sul, com 14 dos 17 prefeitos que o apoiam na reeleição para o governo do Acre. Na mesa com a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, e Isaac Lima, de Mâncio Lima, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT), adotou um tom ameno e conciliador.

Cameli disse que precisa do apoio dos gestores e afirmou que vai “procurar todos” para caminharem juntos, referindo-se ao senador Márcio Bittar e sua ex-esposa, Márcia Bittar. Nesse quesito, foi apoiado pela maioria dos prefeitos, principalmente o de Sena Madureira, Mazinho Serafim, Padeiro, de Bujari, Maria Lucineia, de Tarauacá e Zequinha Lima de Cruzeiro do Sul.

“Eu preciso do apoio de vocês porque não tem eleição ganha não. Eu sei da importância do senador licenciado Márcio Bittar e vou procurar todos em busca de um entendimento” , destacou Cameli.

Fernanda Hassem relatou que a tendência é “caminhar com o Gladson, sim”. Presente com lugar de destaque na mesa de Cameli, a prefeita de Brasiléia disse que tudo que indica que irá a caminhar com Gladson na eleição de outubro. “As coisas podem mudar, mas a minha tendência é sim caminhar com o governador Gladson Cameli, até porque meu partido não tem tem candidato a governo”, citou.

Estiveram presentes os prefeitos de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Brasileia, Feijó, Tarauacá, Plácido de Castro, Manoel Urbano, Porto Walter, Bujari, Senador Guiomard, Mâncio Lima, Jordão e Capixaba. Na lista dos que o apoiam, faltaram ao evento os prefeitos de Porto Acre, Bene Damasceno e Assis Brasil, Jerry Correia.

Também estiveram no encontro o senador Eduardo Veloso, deputado federal Jesus Sérgio, deputados estaduais Nicolau Junior, presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Meire Serafim, Luis Gonzaga e Manoel Moraes, além do presidente da FIEAC em exercício, João Paulo.

Continuar lendo

Destaque 2

Sem Jenilson, PT tem plano B para o governo: Nazaré Araújo

Publicado

em

A procuradora do Estado aposentada, Nazaré Araújo, de 55 anos, é o principal nome ventilado nos bastidores do PT para ser a candidata ao governo do Acre nas eleições de 2022. A estratégia ocorre após o deputado estadual Jenilson Leite (PSB) anunciar que disputará o senado federal este ano após meses de pré-campanha ao governo. No início da semana, o PSB, sigla de Leite, divulgou um comunicado informando que as tratativas em torno da dobradinha com o PT foram encerradas devido o ex-senador Jorge Viana não se decidir sobre qual cargo deverá concorrer: senado ou governo. A tendência é que Viana dispute o senado e Araújo o governo.

Na cúpula petista, o nome de Nazaré sempre foi considerado o plano B devido manterem um pé atrás com o PSB, sigla que abandonou o partido nas eleições de 2020 com a ex-prefeito Socorro Neri para receber o apoio do governador Gladson Cameli no pleito. Apesar da ajuda governamental, Neri não foi reeleita, mas sim Tião Bocalom (Progressistas).

Aposentada da Procuradoria-Geral do Estado desde o ano passado, Nazaré já foi vice-governadora na gestão de Sebastião Viana entre 2015 e 2018. Nas eleições de 2018, ela foi candidata a primeira suplente do senador Jorge Viana nas eleições de 2018, mas não logrou êxito. Na pré-campanha das eleições 2022, Nazaré se apresenta nas redes sociais como pré-candidata a deputada federal.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!