Conecte-se agora

Baquer anuncia rompimento com o prefeito Carlinhos

Publicado

em

O vice-prefeito de Porto Acre, Sérgio Baquer (PSD) está rompido politicamente com o prefeito Carlinhos da Saúde (PSDB). A decisão já foi informada aos principais líderes do PSD, senador Sérgio Petecão, e do PSDB, deputado federal Marcio Bittar, e será comunicada hoje pela manhã por meio de uma carta aberta à Câmara de Vereadores de Porto Acre.

397574_149689525181412_522223164_n

Sérgio Baquer alega que o rompimento ocorre pelo fato de ele discordar “dos rumos” que Carlinhos da Saúde vem dando a administração municipal, entre eles o não cumprimento de várias promessas de campanha que vai da coleta regular do lixo a manutenção dos ramais.

Por telefone, Sérgio Baquer disse ainda que estranha o comportamento do prefeito que há mais de um mês não fala com ele.

Baquer alega ainda a quebra de acordos políticos. Durante a campanha eleitoral ainda em 2012, Carlinhos da Saúde teria se comprometido em ajudar este ano a pré-candidatura a deputado estadual do vice-prefeito, mas nos bastidores estaria apoiando o ex-secretário de Obras do Município, Daniel Nogueira, também pré-candidato, a quem deu super-poderes na administração municipal com o propósito de beneficiá-lo politicamente.

Procurado para falar sobre o assunto, o prefeito Carlinhos da Saúde não foi encontrado.

Abaixo na íntegra a carta aberta que será lida hoje em sessão na Câmara de Porto Acre:

Carta Aberta

Eu, Antonio Sergio Baquer de Barros, vice-prefeito de Porto Acre, após ouvir várias lideranças das mais diversas regiões do município e, respeitando meus ideais de luta para o desenvolvimento deste lugar e de nosso povo, resolvo comunicar aos senhores vereadores e a população em geral o meu ROMPIMENTO POLÍTICO com o senhor prefeito Carlinhos da Saúde, como demonstração da minha discordância e não omissão aos rumos que essa administração vem dando ao município, deixando de atender demandas prioritárias da população e tomando decisões equivocadas, conforme exposição de motivos abaixo:

1 – O não cumprimento das promessas de campanha pelo atual gestor, tais quais: iluminação pública, coleta regular de lixo, limpeza e manutenção das áreas urbanas, oferta de medicamentos da farmácia básica nos postos de saúde, manutenção dos ramais em especial o percurso do transporte escolar e pagamento em dias de todos os servidores de carreira ou não;

2 – A ausência do compartilhamento das tomadas de decisões e a falta de um planejamento estratégico e transparente, capaz de superar os desafios e as dificuldades administrativas da municipalidade, gerando descontentamento entre secretários e diretores, que por se sentirem ameaçados, não externam suas dificuldades para gerenciar as respectivas pastas;

3 – O distanciamento da atual gestão com o servidor público municipal, principal patrimônio da gestão pública, pela ausência do diálogo e da atenção quanto às reivindicações trabalhistas, salariais e de condições de trabalho e ainda, a ausência do gestor quanto ao atendimento a população em geral e a falta de agilidade em dar encaminhamento as demandas internas da prefeitura, sentida também por todos e por aqueles que fazem parte da administração.

Por estes e outros motivos, foi inevitável a opção pelo ROMPIMENTO POLÍTICO com o prefeito Carlinhos da Saúde, por discordar dos rumos que vem dando a Porto Acre através da sua gestão centralizada e sem direção. Como vice-prefeito, tenho sido cobrado tanto quanto o mesmo, a diferença é que não sou consultado e nem comunicado das tomadas de decisões, que acontecem de forma aleatória e unilateral, muitas vezes equivocada, sobrando apenas o ônus dos desgastes e das criticas populares. Destaco que está é uma decisão impessoal, por tanto, preservo o respeito à figura da pessoa do senhor Antônio Carlos Ferreira Portela, mas não faz parte da minha personalidade a omissão.

Aproveito a oportunidade para reafirmar meu compromisso com o povo de Porto Acre e com o projeto político “Por um Acre Melhor” liderado pelo pré-candidato a governador Márcio Bittar, que não pode ser responsabilizado com os insucessos e desajustes da atual gestão do município de Porto Acre, mesmo que este compartilhe a mesma sigla partidária com o atual prefeito, pois tem dado todo suporte necessário para ajudar a gestão.

Por último, agradeço a todos que apoiaram minha tomada de decisão, visando não ser omisso com a situação calamitosa em que passa Porto Acre, em especial ao Senador Sérgio Petecão, presidente do partido o qual sou filiado, e que tem procurado dar sua contribuição alocando emendas generosas para esta municipalidade.

Lamento por todos aqueles que acreditaram na possibilidade de dois jovens juntos darem rumo novo e uma vida melhor para população de Porto Acre, mas o poder muitas vezes muda a personalidade frágil, sendo capaz de desfazer compromissos, e de elevar o ego ao ponto das pessoas deixarem de ouvir a voz da sensatez e do coração.

Em minhas memórias ainda permanecem o brilho de cada olhar, de cada pessoa que acreditou com muita esperança na mudança, que ajudaram na difícil campanha que culminou na vitória desta chapa, e é pensando nessas pessoas que tomo esta atitude, pois são sempre os humildes os mais atingidos, por serem também os mais dependentes das ações do poder público.

Antonio Sergio Baquer de Barros
Vice-prefeito do município de Porto Acre
Porto Acre, 15 de abril de 2014.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas