Conecte-se agora

Governo brasileiro investigará impactos de usinas do Madeira em cheia na Bolívia

Publicado

em

A Agência Boliviana de Informações (ABI) noticiou no último domingo (2) que o governo brasileiro enviará ao país vizinho uma equipe de técnicos para analisar os reais impactos das represas das usinas no rio Madeira sobre a maior enchente vivida pela Bolívia nos últimos anos. Em fevereiro, o presidente Evo Morales acusou Jirau e Santo Antônio como as grandes responsáveis pela inundação na região de fronteira entre os dois países.

O anúncio da visita da comissão brasileira foi feita pelo ministro do Meio Ambiente e Águas da Bolívia, José Zamora. Em entrevista à imprensa, Zamora disse entender que não haveria motivos para as represas afetarem a Bolívia já que se encontram a mais de 80 quilômetros da fronteira.

Ainda de acordo com a ABI, os chanceleres da Bolívia e Brasil, David Choquehuenca e Luiz Alberto Figueiredo, respectivamente, vão se encontrar em La Paz nas próximas semanas. O encontro tratará do reforço das relações entre os vizinhos e também discutirão a cheia do Madeira e os eventuais impactos das usinas brasileiras.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas