Conecte-se agora

Ajuda de São Francisco

Publicado

em

Nelson_coluna_cabeça


Santiago felizIMG_6400
De olho na vaga de vice-governador, em 2014, o deputado Élson Santiago (PEN), vai peregrinar nesta sexta-feira, dia 4, com o governador Tião Viana (PT) pelo interior. Irá fazer entregas de implementos em Marechal Thaumaturgo e depois participará da procissão de São Francisco, em Tarauacá. Não é difícil imaginar o que o presidente da Aleac vai pedir ao Santo da Humildade. 

Coisas do passado
Santiago já exerceu alguns cargos executivos na sua longa carreira política e, portanto, para ter o seu pedido atendido por São Francisco precisa verificar como anda a sua Ficha. Se estiver limpa é um forte candidato a vice.

Solução doméstica
Mas acredito ainda que o governador Tião Viana (PT) irá escolher um vice petista próximo a ele. Caso consiga a sua reeleição já estará de olho no Senado em 2018 e vai querer entregar o Governo para alguém de extrema confiança.

Cedendo espaço aos aliados
O fator Perpétua Almeida (PC do B) concorrendo ao Senado será avalista dessa possibilidade de uma chapa pura petista na FPA. Algum outro partido aliado deverá ficar com a presidência da Aleac.

Unidos pelo destino
Ainda na hipótese de uma vitória da FPA, em 2014, os dois irmãos Vianas, Tião e Jorge concorreriam juntos ao Senado, em 2018. Mas claro que tudo isso tem que ser combinado também com os eleitores em 2014.

União conveniente
Já na oposição a questão de unir os extremos para uma única candidatura ao Governo tem um fator importante: a eleição proporcional para deputado federal. Algumas lideranças oposicionistas acreditam que divididos o grupo que tem atualmente quatro deputados poderia ver esse número reduzir-se.

Se correr o bicho pega
Na minha opinião uma eleição em dois turnos significaria um desgaste maior para quem está no poder há 16 anos, mesmo com a máquina governamental na mão. Dificilmente Tião Viana perderia a eleição para um único candidato de oposição.

Se ficar o bicho come
No entanto, as lideranças oposicionistas têm razão em relação as eleições proporcionais. Os nomes da oposição são menos conhecidos e em menor quantidade para conseguir a proporcionalidade de votos exigida.

Eterno jeitinho da política
Mas o que a gente tem visto é que um deputado estadual ou federal se elege por um lado e depois corre para o outro. Quem está com o governo na mão tem maiores facilidades para conseguir aliados. A questão ideológica já se tornou poeira na política há muito tempo. O que vale é o poder e as vantagens, infelizmente…

No popular
Para quem está com os cargos do Estado e a chave do cofre nas mãos é galho fraco conseguir a maioria de aliados na bancada federal e na Aleac.

Homem “forte”
O ex-prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Dêda (PROS), levou nesses dias, 50 lideranças do rio Môa, no Juruá, para o gabinete do governador Tião Viana (PT) para receberem as boas vindas como aliados da FPA. Todos devidamente filiados ao PROS.

Mulher “forte”
Juntamente com a sua esposa, a deputada Maria Antonia (PROS), o novo contingente de aliados veio do PP. Dêda não brinca de fazer política. Ele mantém contato constante com as suas bases nas barranqueiras dos rios e sabe onde quer chegar.

Palanque da discórdia
A filiação ao PROS do casal Dêda e Maria Antonia, promete ainda novos capítulos de turbulência na pacta Rodrigues Alves, em 2014.  O desafeto declarado de Dêda, o prefeito Burica (PT), que ganhou a eleição em 2012, no tapetão, deverá lançar a sua esposa Monica a uma vaga na Aleac.

Faíscas a vista
Dêda e Burica organizarão palanques para Tião Viana. Mas é melhor que eles fiquem bem longe um do outro, apesar de terem o mesmo propósito. As divergências entre os dois políticos são incontornáveis. Uma proximidade entre eles é altamente inflamável….

Vá e não peques mais….
As eleições internas à presidência do PT estão marcadas para o dia 10 de novembro. O favorito é Ermício Sena (PT). Mas não acredito que a candidatura do deputado federal Sibá Machado (PT-AC) sobreviva até o pleito. Depois da gafe de assinar um requerimento da deputada federal Antonia Lúcia (PSC-AC) para a instalação de uma CPI da BR 364 as coisas ficaram complicadas. Não tenho bola de cristal, mas conheço um pouco os personagens dessa novela e acredito que haverá um entendimento para candidatura única. O caminho da disputa será ainda mais desgastante para o PT. Antevejo no final da novela aquela frase típica de reconciliação: vá e não peques mais…..

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas