Conecte-se agora

André Maia é acusado de tocar o terror e anunciar calote geral contra empresários

Publicado

em

Praticamente quinze dias no comando da prefeitura de Senador Guiomard, o prefeito André Maia já colocou as garras de fora. Em feroz perseguição a funcionários e empresários, o petista vem sendo acusado de tocar o terror contra professores municipais – com salários atrasados, e contra empresários com quem vem suspendendo todos os contratos e anunciando calote.

As medidas duras tomadas por André Maia que assumiu no lugar do prefeito cassado James Gomes levaram a população do município, empresários e funcionários das empresas ameaçadas de não receber, a fechar a Rodovia AC 40 na manhã desta quarta-feira (2). Durante o manifesto, várias reclamações vieram à baila.

“Ele vem agindo de forma truculenta e tratando todos os cidadãos dessa cidade com desrespeito como se todos fossem bandidos, colocando tudo sob suspeita”, disse o vereador Ney do Miltão.

O representante da empresa Argo Construções, Jorge Catalão, que teve o contrato das obras de recuperação e drenagem da Rodovia Eduardo Asmar e a Travessa Tiradentes, cancelado, disse que o atual prefeito “tem duas palavras”. Ele confirmou a atitude impulsiva do petista.

“Quando ele assumiu o mandato, ele me procurou, pediu cópia do contrato e mesmo vendo que estava tudo dentro da legalidade, suspendeu as obras e afirmou que não pagaria os serviços”, lembrou Catalão.

Ao procurar o prefeito na manhã de hoje (2) após o fechamento da Rodovia AC 40, Catalão e a Comissão formada para negociação, tiveram dificuldades. Trancado na sala de reuniões da Câmara Municipal com sindicalistas da educação, Maia relutou até em falar com jornalistas. Durante as tentativas de representantes do movimento em falarem com o prefeito foi registrado tumulto entre assessores e vereadores municipais.

Após pressão, o prefeito concedeu entrevista coletiva. Com discurso moderado, tranquilizou a população, garantiu o pagamento na conta a partir das 13 horas desta quarta-feira e o cumprimento do acordo do PCCR com a educação.

“Não posso resolver todos os problemas de gestores anteriores em apenas 10 dias”, argumentou.

Com relação aos contratos com fornecedores e empresários, Maia também mudou o discurso, disse que vai analisar através de sua assessoria jurídica um a um os processos. A atitude de suspensão foi justificada pelo prefeito como orientação do Ministério Público e do Tribunal de Contas.

“Passou pelo jurídico, foi constatado a legalidade, nós vamos pagar”, garantiu.

Catalão depois de assistir a entrevista coletiva disse que “na frente das câmeras o prefeito fala uma coisa e longe dela outra”.

Depois do fechamento da Rodovia AC 40, o prefeito André Maia voltou atrás. Aparentemente nervoso com o tumulto

Após o bloqueio da Rodovia AC 40, na manhã de hoje (2) pelos trabalhadores da empresa Argo Construções e professores com salários atrasados, Maia voltou atrás e disse que vai rever todos os contratos através de sua assessoria jurídica.

“Em dez dias é impossível resolver todos os problemas de gestões anteriores, estamos revendo os contratos.

Andre_in45

André Maia insinua que manifestação na
AC-40 foi motivada por grupo de James Gomes

O prefeito André Maia (PT), disse em entrevista ao programa Gente em Debate, na Difusora, nesta quarta-feira, que o manifesto no município ocorrido hoje pela manhã tem motivação política.

“Na realidade tem um grupo político querendo instalar um caos na cidade e na realidade não é nada disso. Eu estou tranqüilizando todas as pessoas que trabalharam dentro da lei, regularizadas, que essas pessoas receberão seus salários. Na realidade tinha algumas pessoas que estavam sem receber há cinco meses e a tinha essa preocupação. Então não tem como a gente resolver um problema de seis meses em dez dias de gestão. Mas eu quero tranqüilizar a população que cada caso será analisado, cada empresa, cada prestador de serviço”, disse o petista sem citar nomes e insinuando que o grupo seria ligado ao prefeito cassado James Gomes (PSDB).

Na manhã desta quarta-feira, professores e trabalhadores de empresas que prestam serviços para a prefeitura fecharam a rodovia AC-40, acesso entre Rio Branco e Senador Guiomard.

O prefeito também protestou contra os manifestantes. “Minha preocupação é que a população não seja prejudicada por uma minoria que ta tentando instalar um caos na cidade”, disse o petista.

Ainda pela manhã, os trabalhadores liberaram o acesso após um acordo com André Maia.

 

 

 

 

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas