Conecte-se agora

Médicos formados no exterior serão contratados para atuar no Acre até o final do ano

Publicado

em

O ministro da Saúde Alexandre Padilha garantiu que os profissionais médicos formados no exterior poderão ser contratados, por meio do programa Mais Médicos, para trabalhar no Acre.

No encontro realizado essa semana em Brasília, a secretária de Estado de Saúde, Suely Melo, entregou um cadastro com mais de mil médicos formados no exterior que tem a intenção de atuar no estado.

“O ministro da Saúde vai preparar um documento para que junte à Medida Provisória do programa Mais Médicos, através de um edital, liberando a participação de médicos brasileiros formados em outros países, que possuem a proporção menor de 1,8 médicos por habitante. Isso somente será possível se a universidade em que esse profissional se formou, faça parte do Mercosul e tenha uma validação no país de formação”, explicou a secretária.

Entre o dia 5 de novembro e início de dezembro deverá ser liberado um edital que vai dar acesso a esses médicos para poder concorrer a uma vaga do programa Mais Médicos.

“Antes, no ato do cadastro, no item país de formação, quando era colocada a opção Bolívia, o sistema travava e o candidato não conseguia progredir com a inscrição. Agora, esse bloqueio deixará de existir, e o novo edital irá contemplar os médicos brasileiros com formação no exterior, mas que já é residente no Brasil”, garantiu.

A Medida Provisória estabelece que os médicos devam estar habilitados e exercendo a medicina no país de formação. Poderá ser feito um convênio entre Bolívia e o Brasil no intuito de agilizar o exame de grado para os médicos brasileiros que não possuem essa habilitação, no período de 30 a 60 dias.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas