Conecte-se agora

Megaoperação treina Forças Armadas no Acre e em mais três estados da Amazônia

Publicado

em

A Amazônia Brasileira é palco, até o próximo dia 28, de uma ação de aprimoramento do trabalho integrado da Marinha, Exército e Aeronáutica. As três Forças buscam uma atuação mais eficaz em casos de conflitos no ambiente ribeirinho e de selva. Cinco mil homens participam do exercício militar nos estados do Amazonas, Pará, Rondônia e Acre.

De acordo com o Ministério da Defesa, uma das etapas feitas na Operação é o ‘desembarque ribeirinho’. A ação simula a reconquista de um território por fuzileiros navais, que, por meio de Lanchas de Ação Rápida, são transportados até as margens dos rios, onde fazem a ‘retomada” da área de posse do inimigo. A ação ocorrerá nesta quarta-feira (26), conjuntamente com as três Forças em Paricatuba, e com a presença do Ministro da Defesa, Embaixador Celso Amorim

De acordo com o comandante da Força Naval Componente, vice-almirante Antonio Carlos Frade Carneiro, o exercício conjunto será o de maior integração da Operação. “Recebemos um Batalhão de Infantaria de Selva, do Exército Brasileiro (EB), que fará a substituição dos Fuzileiros Navais após o desembarque e retomada do território. A atuação se reveste de uma característica que entende completamente a atuação conjunta. Estaremos trabalhando com a Marinha e com o apoio aéreo da Força Aérea. Esse será o elemento mais complexo de coordenação de uma Operação Conjunta”, explicou o Almirante.

No dia 20, a Força Conjunta de Operações Especiais, subordinada ao Comando do Teatro de Operações, realizou uma atividade que requer treinamento e acerto de procedimentos por parte de integrantes do Exército e da Força Aérea. O lançamento de carga, por meio de aeronave, exige coordenação e precisão, para que o suprimento não caia em mãos erradas. A carga precisa estar no lugar combinado e no prazo pré-estabelecido. Para que nada dê errado, é necessário perfeito entendimento entre a tribulação e os responsáveis pelo procedimento de lançamento da carga.

Outro treinamento foi o reabastecimento em voo. Esta é a única situação em que o avião entra em contato com outro durante o voo. As aeronaves reabastecedoras decolaram do Rio de Janeiro e de Porto Velho, em Rondônia, para missões de treinamento nas proximidades de Tefé, no Amazonas. Do Rio de Janeiro decolaram caças A-1 do Esquadrão Adelphi, e sua aeronave reabastecedora, um KC-137 do Esquadrão Corsário. De Porto Velho, decolaram aviões F-5, do Esquadrão Pacau e um KC-130 do Esquadrão Gordo.

Além de exercícios militares, serão feitas ações de apoio médico e odontológico às populações isoladas localizadas ao longo dos rios Solimões, Purus e Juruá. A expectativa do governo é que pelo menos 3 mil pessoas sejam atendidas.

A Operação Amazônia 2012 é o décimo exercício desse porte feito na região desde 2002. Até dezembro deste ano, estão programadas ainda ações conjuntas no Centro-Oeste e em áreas de fronteira nas regiões Norte, Sul e Centro-Oeste, além de uma operação nas águas das regiões Sudeste e Sul.

Ambiente de treinamento

Desde 1967, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) é responsável pelo planejamento e condução do Curso de Operações na Selva. A atividade, que se divide em três fases, permite que o militar aprenda a combater neste ambiente operacional.

Na primeira fase são ministradas técnicas de sobrevivência na selva, que é o básico para nela atuar, permanecer e resistir. Na segunda, inicia-se a fase técnica de operações militares, onde são realizados, dentro da selva, tiro, orientação, navegação, emprego aeromóvel, dentre outras atividades. Por fim, na terceira fase, os alunos realizam patrulhas e exercícios, nas diversas áreas de instrução do CIGS, para atuar na defesa territorial brasileira, como em operações de combate convencionais e de resistência.

Dentro desse contexto, o Centro conta com uma Divisão de Ensino, que está subdivida em Seção de Operações na Selva, responsável por montar as atividades e o quadro de trabalho do Curso, e a Seção Técnica de Ensino, que dá o suporte pedagógico, baseado nas diretrizes do Departamento de Educação e Cultura do Exército.

O CIGS possui, ainda, um zoológico, que teve sua criação idealizada para familiarizar a instrução dos militares com a fauna da região e tornou-se, hoje, o segundo ponto turístico mais visitado de Manaus. Em números, este zoológico possui mais de 200 animais, divididos em 60 espécies, oriundos somente da fauna da Amazônia e recebe cerca de 6000 visitantes diariamente. Destaca-se, também, pelo seu centro veterinário, que passou a ser referência na Região Norte.

A Operação Amazônia 2012, que acontece de 17 a 28 de setembro, tem como objetivo treinar de forma conjunta as Forças Armadas na Região Amazônica.

*Com informações do Portal Amazônia

Acre

Nilson Euclides comparece ao debate com apoio da militância

Publicado

em

O candidato ao governo, professor Nilson Euclides (PSOL) foi o último a chegar aos estúdios da TV Acre para o debate com os postulantes ao Palácio Rio Branco nesta terça-feira, 27, em Rio Branco.

Com apoio de dezenas de apoiadores de esquerda, Euclides se disse confiante. “Fundamental para a democracia”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Mara Rocha é recebida com festa antes de debate na TV Acre

Publicado

em

A candidata ao governo do Estado do Acre, deputada federal Mara Rocha (MDB) compareceu ao debate com os candidatos ao governo abraçada pela militância emedebista.

Com danças e ao som do jingle de campanha, Rocha chegou e foi abraçado pela militância presente na frente da emissora.

A candidata que estava acompanhada do vice-governador Major Rocha, não quis conversar com a reportagem.

Continuar lendo

Acre

Petecão se reúne com familiares de detentos antes do debate

Publicado

em

O candidato ao governo, senador licenciado Sérgio Petecão (PSD), se reuniu na entrada da TV Acre com representantes dos detentos em frente a emissora e prometeu tomar providências caso seja eleito ao comando do Palácio Rio Branco. Sobre os protestos, Petecão disse que é obrigação do governo atender as reivindicações dos familiares. “Me solidarizo e considero isso uma falta de respeito”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Na TV Acre, Bittar diz que vai prestar contas do mandato de senador

Publicado

em

O candidato ao governo, senador licenciado Márcio Bittar (União Brasil) chegou na noite desta terça-feira, 27, em seu veículo para participar do debate da TV Acre, em Rio Branco. Sem o apoio de militantes, ele disse que deverá prestar contas do seu mandato como senador no Congresso Nacional. “Antes de prometer, devemos prestar contas do que fizemos”, comentou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.