Conecte-se agora

No Twiiter, Perpétua cutuca Jorge Viana sobre mensalão: “PT tem que se entender, uns negam outras confirmam”

Publicado

em

Luciano Tavares, da redação de ac24horas
lucianotavares@ac24horas.com

Sem papas na língua, a deputada federal Perpétua Almeida (PC do B) cobrou do PT, partido da qual ela tem mantido distancia em Rio Branco e em vários municípios do interior do Acre, uma posição sobre o mensalão.

A parlamentar usou reportagem de O Globo, sobre acirrado debate acerca do mensalão entre os senadores Álvaro Dias e o acreano Jorge Viana, nesta terça-feira, na tribuna do Senado.

Diz a parlamentar em seu comentário: “Globo hoje: senador Jorge “Viana defende Lula, mas admite: houve mensalão”. //Eu: PT tem q se entender, uns negam outros confirmam”.

No debate, que foi destaque na grande mídia nacional, Viana admitiu a existência do mensalão, mas acusou o PSDB de ser o mentor do esquema de corrupção e compra de votos, em 1998 em Minas Gerais, que deu origem ao mensalão do PT que está sendo julgado hoje pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele debitou na conta de parte da elite brasileira as acusações contra Lula e seu governo.

Já o senador Álvaro Dias disse, entre outras coisas, que o PT tirou o mensalão do “armário em 2005 para confundir o povo brasileiro”.

Enquanto o debate se acirra em nível nacional por causa do maior esquema de corrupção já visto na história do país, no Acre, Perpétua Almeida tenta se afastar do PT e dos irmãos Jorge e Sebastião Viana.

A parlamentar não sobe no palanque de Marcus Alexandre e no interior, em municípios onde seu partido não possui aliança com petistas ela faz duras críticas ao argumento usado por governistas de que é preciso ter prefeito e governador do mesmo partido.

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas