Conecte-se agora

Fernando Melo anuncia programa inédito de reforma e ampliação de moradias em Rio Branco

Publicado

em

Na reta final de sua campanha, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Fernando Melo (PMDB), prepara uma grande surpresa para apresentar aos eleitores de Rio Branco. Durante o programa gratuito de rádio e tv de amanhã o candidato vai falar do projeto intitulado Lar Doce Lar.

O candidato anunciou nesta terça-feira (18), durante reunião com candidatos a vereador da coligação Muda Rio Branco, o projeto inédito. Segundo ele, famílias de baixa renda serão beneficiadas com obras de reforma e ampliação de suas casas. Além disso, os moradores serão incentivados e receberão apoio para cultivar uma horta no quintal de casa.

O peemedebista disse que o Lar Doce Lar é um projeto idealizado pensando na classe mais pobre da população da capital. A ideia partiu de minha experiência andando nos bairros, onde percebi que muitas famílias vivem em moradias em condições precárias. Além do mais, investimentos no setor habitacional sempre foram uma marca do PMDB em Rio Branco”, explica.

Segundo Fernando Melo, a intenção é garantir uma ajudar financeira mensal para compra de material de construção e pagamento de mão de obra, além de incentivar mutirões nos bairros para realização das obras. “O prefeito não vai determinada nada. O morador vai dizer que ter fazer um banheiro, forrar sua casa, colocar piso, enfim, nós vamos garantir os recursos, mas o proprietário é que vai dizer o que é prioridade para ele e sua família”, esclarece.

O valor da ajuda mensal ainda será definido com o apoio de técnicos da prefeitura, que também irão ajudar na operacionalização do programa. A meta é atender 24 mil famílias que serão selecionadas pela prefeitura. “Essa é uma proposta viável e vamos buscar ajuda em Brasília, junto ao vice-presidente Michel Temer, ao senador Petecão, deputado Flaviano Melo, além dos demais parlamentares e do governo estadual”, afirma.

Melo acrescentou ainda que, o programa não visa substituir o projeto Cidade do Povo, mas contemplar aqueles que não serão beneficiados com essa ação do governo estadual e moradores que residem em casas precárias ou áreas alagadiças, mas que não querem deixar a comunidade onde moram. “Tem gente que mora no bairro Seis de Agosto e apesar de ser afetada pela alagação resiste em deixar a comunidade por vários motivos, como por exemplo, a possibilidade de se deslocar ao centro da cidade a pé. Então, essas famílias, com a ajuda da prefeitura, poderão erguer suas casas de modo que fiquem protegidas nos períodos de alagação”, justifica.

Para o senador Sérgio Petecão a proposta possível de ser colocada em prática. “Não vamos prometer o que não possamos cumprir. Esse é um projeto interessante e viável”, acrescenta.

Da redação de ac24horas
Rio Branco-AC 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas