Conecte-se agora

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão no escritório e na casa de candidata

Publicado

em

Agentes de Polícia Federal cumpriram na manhã desta sexta-feira, 13, mandado de busca e apreensão expedido pela juíza eleitoral da Primeira Zona, Maha Kouzi Manasfi e Manasfi, no escritório e na casa da candidata à prefeitura de Rio Branco, Antônia Lúcia (PSC).

A ação da Justiça Eleitoral teve como base a denúncia do ex-presidente da executiva municipal do PRTB, Antônio Gouveia (o Tijolinho), que acusa a líder do Movimento Democrático, Trabalhista e Cristão, de falsificar assinaturas na ata de convenção do partido.

De acordo com o documento expedido pelo MPE “há fortes indícios quanto a possível disparidade de assinaturas dos convencionais e notáveis diferenças de padrões gráficos”, das assinaturas de Antônio Gouveia e Maria de Fátima Rios Gouveia de Paiva, filha de Tijolinho.

A PF procurava provas da suposta irregularidade cometida pela coligação composta pelos partidos PTB, PSC, PRTB, PHS e PTC. Em depoimento ao MPE, Tijolinho disse que um vídeo que estava guardado no escritório de Antônia Lúcia, poderia confirmar sua denúncia.

A PF recolheu na sede do PSC, quatro computadores; dois notebooks, um Ipad; 27 DVDs; 43 CDs diversos e duas câmeras digitais. Os funcionários da coligação foram impedidos de entrar ou sair do prédio que abriga a sede de PRTB, PSC e PTC.

Versão da candidata do PSC

A candidata à prefeitura de Rio Branco, Antônia Lúcia, não poupou criticas a ação da Justiça Eleitoral e afirmou que Tijolinho estaria sendo usado em uma orquestração do Partido dos Trabalhadores, para desarticular sua candidatura.

“Eu acredito que o PT está por trás disso. O Tijolinho é uma pessoa que não está sendo usada pela capacidade dele de tentar dar golpe. Ele foi instruído por alguém e esse alguém, eu quero declarar que é a mando do Partido dos trabalhadores do Estado do Acre”, diz Antônia Lúcia.

Segundo a deputada, O PT seria seu principal adversário na corrida a prefeitura da capital, por este motivo estaria sendo perseguida pela cúpula do partido, que tenta de todas as formas implodir sua coligação partidária, com denúncias falsas.

Antônia Lúcia acusa Tijolinho de fraudar o sistema do PRTB para reinserir seu nome, como presidente da executiva municipal do partido. “Tijolinho foi destituído. A presidência do PRTB nomeou Valdir França, mas o ex-presidente tem a senha do sistema e reinseriu seu nome”.

De acordo com a candidata, Tijolinho teria sido exonerado por comportamento suspeito, dentro do partido. Ele estaria fazendo candidatos desistir de disputar mandatos de vereador, na capital. “Ele saiu do diretório por fazer jogo duplo no PRTB”, justifica Antônia Lúcia.

Tijolinho acusa presidente regional de falsifica sua assinatura

A deputada Antônia Lúcia informou que a ata teria sido enviada ao TRE sem as assinaturas de Tijolinho e sua filha. Gouveia cointra-ataca e diz que sua assinatura e a de sua filha teriam sido falsificadas pela presidente regional do PRTB.

“Eu apresentei a ata original na Justiça Eleitoral e fizemos um comparativo com as assinaturas que constam no documento protocolado no TRE. Não está em branco, a presidente regional do partido falsificou minha assinatura e a da secretária geral”, diz Tijolinho.

Gouveia negou que tenha sido destituído e afirmou que os dirigentes estaduais do PRTB teriam retirado sua senha de acesso ao sistema do partido. “Eles tiraram a senha de mim. Eles deram sumiço na ata e manipularam um novo documento. Eles me isolaram. Esta é a real verdade”.

Tijolinho diz ainda, que a direção regional de seu partido, teria mudado ata para que ele não fosse candidato. Gouveia enfatizou que já teria feito exame grafotécnico para provar que os documentos apresentados pelo PRTB são falsos.

A líder do Movimento Democrático, Trabalhista e Cristão, Antônia Lúcia informou que vai provar que todos os documentos protocolados pelo PRTB são autênticos, acrescentando que Tijolinho participou da convenção e discursou em seu favor, na oportunidade.

Antônia Lúcia denunciou ainda, que Tijolinho estaria “esquentando documentos”, através de uma filha que trabalha em cartórios.

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo@ac24horas.com

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas