Conecte-se agora

Jamyl desmente boato sobre sua pré- candidatura e diz que intercedeu no Muro das Lamentações, em Jerusalém por “uma Rio Branco melhor”

Publicado

em

Luciano Tavares, da redação de ac24horas
lucianotavares@ac24horas.com

O penúltimo debate da TV Rio Branco, no Programa Tribuna Livre, coloca frente a frente neste sábado, os pré-candidatos a prefeito da capital, Jamyl Asfury (Dem) e  Leôncio Castro (PMN).

Jamyl começa a entrevista desmentindo boatos de que teria desistido da pré-candidatura ao dizer que “o que é verdade é que há uma pré-candidatura posta. Nós temos o apoio da nacional, nós temos o apoio da municipal. Nós não abrimos mão. Estamos conversando com outros partidos, mas mantemos nossa pré-candidatura e vamos fazer dele uma pré-candidatura vitoriosa”, garante o democrata.

O pré-candidato que também é líder evangélico da Igreja Batista do Bosque,  esteve em viagem a Israel, nos últimos dias, onde visitou os locais peregrinados por Jesus. Na Terra Santa, no Muro das Lamentações, um dos locais mais visitados de Jerusalém, onde as pessoas aproveitam para fazer suas orações, Jamyl diz que intercedeu por Rio Branco e pediu a benção de Deus em favor de seu projeto político. “Foi um momento muito importante na minha vida. Foi um momento de introspecção em que eu pedi pra Deus a capacitação para de fato fazer de Rio Branco uma cidade ainda melhor. Eu creio que teremos não só um plano de governo para a cidade de Rio Branco bom, mas com a benção de Deus também”, crê Asfury.

Baseado no modelo cristão de vida familiar dos israelenses, Jamyl quer criar a Secretaria Municipal da Família, ideia que nutria antes mesmo de viajado a Jerusalém.

Já o pré-candidato Leôncio Castro se coloca como uma terceira via política. “Os dois grupos (oposição e governo) que dominam o estado estavam juntos outro dia. O que há muito é favorecimento de grupos. Somos uma solução diferente dos grupos que dominam o Estado há mais de 20 anos”, diz Castro.

Para o pré-candidato é preciso cortar gastos considerados desnecessários. “Gastar com mídia R$ 5 milhões isso é absurdo. Esse dinheiro poderia ser investido em outras coisas”, acrescenta Leôncio Castro.

O programa vai ao ar as 21h30 deste sábado, com reprise as segundas, às 13h.

O último debate da série com os pré-candidatos acontece entre Tião Bocalom (PSDB) e Fernando Melo (PMDB), no dia 09 (sábado).

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas