Conecte-se agora

Soldados da borracha: A pedido de Perpétua, deputados da Amazônia reforçam urgência para votar reajuste

Publicado

em

Quarenta deputados federais do Acre, Pará, Amazonas e Rondônia assinaram a urgência para votar, no Plenário da Câmara, a Proposta de Emenda Constitucional que equipara a pensão dos soldados da borracha ao soldo dos ex-combatentes de guerra. Uma audiência pública realizada na tarde desta terça-feira na Comissão da Amazônia reafirmou o estado de penúria em que vivem hoje estas pessoas, especialmente no Norte do país, onde moram cerca de 12 mil aposentados com idade média de 78 a 95 anos.

Nesta quarta, em sessão deliberativa, a Comissão da Amazônia oficializará apoio ao movimento “equiparação já!”.  Ao sinalizar assim, o colegiado abre nova pressão à mesa-diretora em nome dos 86 parlamentares que representam a Amazônia Legal na Câmara. A III Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa idosa engrossa a pressão pela última votação na Câmara, o que forçaria o Senado Federal a se manifestar também.

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), autora do relatório que aumenta o benefício dos atuais dois salários mínimos para sete salários mínimos, lembrou que o Acre abriga metade dos soldados da borracha cadastrados no Ministério da Previdência. Ela elogiou a sensibilidade dos parlamentares em pedir pressa na votação da PEC, mas cobrou as bancadas de outros estados (Sul, Sudeste e Centro-Oeste) a se envolverem também de forma direta na questão.

“A luta não é de uma ou duas pessoas, e sim de todos os senadores e deputados federais Sem união não vamos conseguir esse aumento”, afirmou Perpétua, que reafirmou o compromisso da ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos), assumido perante o senador Aníbal Diniz e ao secretário Nilson Mourão, de incluir os soldados da borracha em oficinas da Caravana de Direitos Humanos em Rio Branco, nos dias 30 e 31 próximos.

Num dos depoimentos mais marcantes, o defensor público paraense Carlos Eduardo Barros Silva ratificou: “a maioria absoluta sofre de doenças diversas, muitos estão desenganados em razão de doenças oportunistas e vivendo num estado de quase miséria”.  Atendendo a convite da deputada Perpétua Almeida, o defensor fará uma palestra durante a caravana de DH em Rio Branco.

O assistente social Luziel Carvalho, do Sindicato dos Aposentados, Pensionistas e Soldados da Borracha do Acre, informou que, por causa da idade avançada, os seringueiro não puderam comparecer à audiência. “No nosso estado morrem cerca de 8 a 10 deles ao mês. Temo que, se o Congresso Nacional demorar mais, esses homens e mulheres não viverão para ter seus direitos reconhecidos”, disse.  “Eu só tenho dúvida de saber onde morre mais soldados da borracha. A situação é muito crítica”, testemunhou o presidente do Conselho Nacional dos Seringueiros, Manoel Silva Cunha. “Tenham certeza que já abraçamos esta causa”, disse a técnica Carol Fernandes, representante da Ouvidoria Geral da Secretaria de Direitos Humanos.

“É preciso fazer justiça a quem merece”, reforçou o deputado Thaumaturgo Lima, coordenador da bancada federal do Acre.  A PEC corre paralela ao projeto do deputado Sibá Machado, que institui a prova testemunhal como critério para a concessão do benefício, eliminando a apresentação de documentos como condição única para o pagamento da pensão.

Assem Neto, de Brasília

 

 

Acre

Mulher é levada ao cais na Cadeia Velha e executada com tiro na cabeça

Publicado

em

Uma mulher ainda não identificada pela polícia, foi executada a tiros na madrugada desta quarta-feira, 29, no cais localizado nas proximidades do SENAI na rua Epaminondas Jácome, no bairro Cadeia Velha, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, a vítima foi levada por criminosos até o cais e foi executada com cinco tiros. Após a ação, os criminosos fugiram do local. A vítima estava com cordão de ouro e dinheiro e não foi roubada.

Moradores da região escutaram os tiros e ao chegarem ao local, encontraram a mulher sangrando e acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), porém, os paramédicos nada puderam fazer pela vítima que já se encontrava morta.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do perito em criminalística. O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e identificação.

Na região nenhum morador quis se pronunciar a respeito do feminicídio, pois prevalece a lei do silêncio imposta pela organização criminosa.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Acre

Pedido de licença é feito ao IMAC para construção da ponte do Quinze

Publicado

em

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Regional (SEDUR) publicou na edição desta quarta-feira, 29, o pedido de Licença de Instalação. A autorização é necessária para que o governo inicie a atividade de execução da ponte sobre o Rio Branco, que vai interligar o Segundo Distrito e a Baixada da Sobral, além do trabalho de construção dos acessos e ordenamento no trânsito no Bairro do 15.

Uma das principais justificativas para a construção da nova parte é a implantação do sistema viário que permitirá conectar o segundo Terminal de Integração localizado na Baixada da Sobral ao Terminal Central da cidade, reduzindo sobremaneira o tempo de percurso dos ônibus urbanos, que atualmente se utilizam de vias que apresentam saturação no volume de tráfego durante os horários de pico.

A obra vai ter cerca de extensão aproximada de 315 metros, contendo acostamentos, elementos separadores de pista e pistas com duas faixas de para cada sentido (mão dupla).

No bairro XV a cabeceira da ponte será na rua Nossa Senhora da Conceição, que vai ser duplicada em cerca de 185 metros. Já no bairro Aeroporto Velho, a cabeceira vai ficar na rua Ara, que vai ser duplicada em 430 metros. No bairro do XV, o ordenamento no trânsito vai envolver as ruas Boulevard Augusto Monteiro, Nossa Senhora da Conceição, Dezessete de Outubro, Nossa Senhora das Crianças e Travessa Honório Alves.A nova ponte sobre o Rio Acre faz parte de um programa de obras de cerca de R$ 585 milhões que envolve ainda a construção do Trevo da Corrente e a Orla de Rio Branco.

Continuar lendo

Acre

Sede da empresa Verágua é atingida por incêndio no interior do Acre

Publicado

em

Um grave incêndio atingiu as instalações da empresa Verágua, localizada no município Senador Guiomard, na noite desta terça-feira (28). A equipe do Corpo de Bombeiros que atuou para debelar as chamas afirmou que o incêndio rapidamente se alastrou pela estrutura física do estabelecimento.

Imagens mostram um galpão da empresa, que atua no comércio de água mineral desde o ano de 1988, completamente tomado pelas chamas.

De acordo com informações repassadas pela assessoria do Corpo de Bombeiros, o incêndio já foi controlado, porém o trabalho consiste ainda em apagar completamente o fogo.

São usados dois carros de combate a incêndio e cerca de 15 bombeiros no trabalho contra as chamas.

A corporação informou que não tem informações de como começou o sinistro e que não há registro de feridos, apenas danos materiais. Após o controle completo do fogo, o próximo passo, nos próximos dias, será a realização de uma perícia que vai identificar como começou o incêndio.

Assista ao vídeo:

video
Continuar lendo

Acre

Petecão cobra celeridade em processos licitatórios do governo

Publicado

em

O coordenador da bancada federal do Acre, senador Sérgio Petecão (PSD), anunciou que, desde o início do mês, o valor de R$ 7.059.663,00 já está disponível nas contas do governo do Acre para o aparelhamento das forças de Segurança Pública do Estado. A verba faz parte de emenda da bancada federal, no valor de R$ 20 milhões, destinada à aquisição de veículos, viaturas, aparelhos de informática, armamento e munições. Desta vez, o montante será investido na compra de 25 caminhonetes para reforçar o policiamento e na aquisição de 45 notebooks.

De acordo com Petecão, o investimento em veículos e equipamentos de informática aumentarão a eficiência das forças policiais no combate à criminalidade no Acre “Nossas forças policiais precisam de reconhecimento e estar bem equipadas, não podemos deixar a criminalidade tomar conta mais ainda de nossas cidades. O Acre era um local onde todos gostávamos de morar, podíamos dormir de janela aberta. Hoje em dia já é impossível”, afirmou o parlamentar.

Para Petecão, o governo deveria deixar claro um plano de como serão distribuídos os veículos. “O governo deveria mostrar um plano para ficar claro como serão divididos esses veículos. O que não pode é o governo fazer uso político da mesma forma que fez com os maquinários viabilizados pela bancada, que foram retirados dos municípios, como foi em Acrelândia e Epitaciolândia”, ressaltou.

Ainda há mais recursos, afirma o coordenador

Petecão voltou a fazer duras cobranças ao governo estadual pela demora nos processos de licitação. De acordo com o parlamentar, ainda há riscos de perder recursos para a segurança pública. “Ainda há muito dinheiro da emenda de bancada que podem ser perdidos, caso não corram com o processo licitatório, são mais de R$ 7 milhões que ainda estão nessa situação. O prazo está esgotando, a bancada está aqui para ajudar no que for possível, mas precisamos de competência e celeridade nos processos licitatórios”, explicou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!