Conecte-se agora

Eletrobras se reúne com entidades para estudar viabilidade de projeto que prevê a troca de lixo reciclável por desconto na conta de energia elétrica

Publicado

em

Técnicos da Eletrobras e Eletrobras Distribuição Acre, a Secretaria de Municipal de Meio Ambiente Silvia Brilhante, a vereadora Ariane Cadaxo, e os proprietários da empresa Plasacre estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (10), na sede da Eletrobras Distribuição Acre, para levantar os dados necessários à realização dos estudos que servirão de base para a possível implantação de projeto de troca de lixo reciclável (latas, plástico, vidro e papel) por desconto na conta de energia elétrica.

Na ocasião, os técnicos da Eletrobras esclareceram que, para a realização deste projeto, é necessária a análise de vários dados como volume de resíduos sólidos recicláveis gerados, logística de coleta e tratamento dos resíduos, realização de parcerias, bem como os aspectos jurídicos que pautam empresas do governo federal. “A Eletrobrás Distribuição Acre tem grande interesse na implantação de projetos desta natureza, mas para isso é preciso um estudo bem detalhado para que ele se torne viável para a sociedade e para a empresa”, explicou o gerente da área de Eficiência Energética da Eletrobras Distribuição Acre, Dennys Senna.

A Eletrobras também informou que a reunião é mais uma etapa de levantamento de informações e, para isso, foi solicitado aos órgãos envolvidos vários dados necessários ao estudo da viabilidade do projeto. Senna relatou que ele, juntamente com outros técnicos, já visitaram empresas de energia elétrica que realizam projetos semelhantes para conhecer o funcionamento do projeto de troca de lixo reciclável pelo bônus na fatura de energia elétrica. De acordo com ele, outras visitas estão programadas.

Os presentes na reunião foram informados que ao final da coleta de todas as informações e análise dos dados será elaborado um relatório a ser encaminhado à diretoria da empresa. “Para a tomada de decisão, a Eletrobras deverá realizar a análise de custo-benefício do projeto, segundo os critérios do órgão regulador para ações de eficiência energética (ANEEL)”, concluiu Senna.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas