Conecte-se agora

Em debate na TV, candidato do PPS mostra que não conhece problemas da cidade e diz que passagem de ônibus custa R$ 2,60

Publicado

em

Luciano Tavares, da redação de ac24horas
lucianotavares@ac24horas.com

Os pré-candidatos a prefeito de Rio Branco, o economista e ex-deputado estadual Luiz Calixto (PSL) e o historiador e ex-vereador Airton Rocha, ambos do bloco de oposição à Frente Popular do Acre, protagonizaram um debate com um misto de humor, criticas centralizadas no pré-candidato petista Marcus Alexandre e propostas de trabalho, com parcerias entre os governos estadual e federal.

Leia também:
Pré-candidatos Fernando Melo e Leoncio Castro falam de propostas e não poupam críticas a Angelim

O debate começou polêmico. Ao ser perguntado sobre a forte influência do deputado federal Márcio Bittar (PSDB) dentro do PPS, inclusive com poderes de rifar sua pré-candidatura a prefeito, Airton Rocha se mostrou irritado, classificou o assunto como “questões do campo da metafísica” e disse que ia perder pouco tempo “com essa resposta e que estava ali para discutir proposta para o povo de Rio Branco”.

E apesar de não responder questões de seu partido, o professor não titubeou em revelar que há conversas entre o PPS e o Democrata, que tem como pré-candidato a prefeito de Rio Branco, o deputado Jamyl Asfury, para uma possível coalizão entre os dois partidos. “Há conversas, só não sabemos quem vai abrir pra quem”, acrescentou Rocha.

Já Luiz Calixto teve que responder se irá usar sua pré-candidatura com o tempo de aparições na mídia para galgar retorno a Assembleia Legislativa. Ele refutou dizendo que “isso é conversa de pessoas que não o desejam ver prefeito de Rio Branco. Por isso eles vão falar nas esquinas isso. Eu também falo dos outros. A política é um terreno em que é permitido esse tipo de especulação”, ressaltou.

Para justificar programa de trabalho, Airton Rocha alerta o advento de um apocalipse

O pré-candidato Airton Rocha disse que seu pré-plano de governo prevê três eixos de investimentos, com base na sustentabilidade.

A “cidade sustentável”, pregada pelo pepesista se baseia no mais atual debate mundial: o aquecimento global e suas consequências.

Para explicar suas propostas, Airton Rocha, que é historiador, lançou mão de seu conhecimento, explicando que a raça humana vive um momento escatológico. “A humanidade pode ser extinta da face da terra. Essa humanidade que existe há quinhentos mil anos na terra, lá do paleolítico inferior, que se desenvolveu há dez mil anos atrás, como diz o Raul Seixas, em sua música. Há um risco dessa humanidade ser dizimada da terra”, prevê Airton Rocha.

Calixto critica Mauri por ter “fechado” a Benjamin Constant e propõe shopping popular

Luiz Calixto criticou duramente o sistema de saúde municipal. Ele citou exemplos de postos do setor no Segundo Distrito que funcionam sem a mínima estrutura, sobretudo, pela falta de profissionais.

“A estrutura de saúde que temos é boa. Mas é preciso que ela tenha médicos e enfermeiros. Sem contar que os módulos de saúde devem cuidar da assistência de saúde as crianças e as gestantes”, propõe.

Sobre o transito da cidade, Calixto disse que “tem estudado o assunto a fundo”. Para ele o governo erra quando constrói sua estrutura administrativa na região central. “O governo continua construindo no centro da cidade para congestionar mais ainda. O Mauri fez uma coisa equivocada, que foi fechar a Benjamin Constant. E eu, se eleito, vou construir o shopping popular num local adequado. O tratamento preferencial será na Avenida Ceará, que é onde concentra todo o transito”, propõe Calixto.

Airton Rocha comete gafe ao dizer que passagem de ônibus custa R$2,60

No segundo bloco do programa, momento em que os pré-candidatos fazem perguntas entre si, Luiz Calixto indagou seu oponente sobre o custo da passagem de ônibus. Airton Rocha respondeu sem hesitar e ainda argumentou: “a passagem de ônibus é R$ 2,60… não é um preço justo. Nós temos uma população de baixo poder aquisitivo. O coletivo é uma concessão pública. Nem todos os ônibus são limpos e existe a questão dos horários que não funcionam direito”.

Calixto não perdeu tempo e ironizou: “Airton faz um bom tempo que você não anda de ônibus. A passagem de ônibus custa R$ 2,40”.

Confira os próximos debates:
12/05: Tião Bocalom (PSDB) x Jamyl Asfury (Dem);
19/05:Marcus Alexandre (PT) x Luiz Calixto (PSL).

Segunda rodada:
26/05: Airton Rocha (PPS) x Marcus Alexandre (PT);
02/06:Leoncio Castro (PMN) x Jamyl Asfury (Dem);
09/06: Tião Bocalom (PSDB) x Fernando Melo (PMDB).

Os debates vão ao ar nos sábados às 22h, e reprise às 13h, das segundas-feiras.

 

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Laboratório ganha equipamentos com emenda de Mailza Gomes

Recurso de R$ 350 mil foi usado na compra de impressoras 3D, computadores, fabricação de totens de distribuição
de álcool em gel e escudos faciais, produzidos pelo Laboratório de Biologia Animal da universidade em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O Projeto Tecnologias do Futuro, desenvolvido pelo Laboratório de Biologia Animal da Universidade Federal do Acre – Campus Floresta – em Cruzeiro do Sul foi contemplado com uma emenda de R$ 350 mil da senadora Mailza Gomes.

Nesta sexta-feira, 30, a parlamentar visitou o laboratório e conheceu os equipamentos adquiridos. Foram computadores, seccionadora a laser (máquina para cortes precisos), scanners e impressoras 3D, usadas para fabricar material didático e jogos educativos para crianças, que serão distribuídos gratuitamente às escolas públicas.

Por meio das tecnologias adquiridas com a emenda da senadora, o material já está sendo fabricado. “Essas ações objetivam transformar a sala de aula em laboratórios dinâmicos. Sabendo das dificuldades das escolas públicas em termos de estruturação, desenvolvemos materiais que possibilitam ao professor trabalhar dentro da escola. Esses materiais otimizam o processo de ensino aprendizado por meio da interação, raciocínio lógico e exercícios que auxiliam no aprendizado. Agradecemos imensamente a senadora Mailza que prontamente nos atendeu quando surgiu a ideia de desenvolver esses produtos”, explica o professor Tiago Lucena, coordenador do projeto.

“Eu acredito muito que investir na ciência e na educação é o caminho para o desenvolvimento do nosso estado e estou muito feliz por ter contribuído com esta realização para o Acre. É uma alegria muito grande contribuir com essa instituição que transforma vidas por meio da educação. Como senadora, é dever meu colocar os recursos públicos à disposição da sociedade. Vamos seguir ajudando a Ufac e melhorando o ensino por meio da inovação e tecnologia”, destacou a parlamentar.

Também foram fabricados com o recurso 650 totens para disponibilização de álcool em gel, 10 mil extensores de máscaras e 10 mil escudos faciais na primeira etapa, entregues no momento mais crítico da pandemia.

Estiveram presentes na visita a secretária municipal de Administração da prefeitura de Cruzeiro do Sul, Silene Siqueira, Isabel Afonso da Silva, também coordenadora do laboratório de Biologia Animal, Matheus Nascimento Oliveira, técnico responsável e equipe do projeto.

Parceria com as instituições

Em 2020, o prefeito Zequinha Lima apresentou o projeto Tecnologias Educacionais da Ufac à senadora, que se prontificou enviar recursos. A Ufac e a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária no Acre (Fundape) firmaram convênio com a prefeitura de Cruzeiro do Sul para produção de equipamentos de proteção individual (EPIs) no enfrentamento à pandemia da Covid-19 e implementação de ações estratégicas em educação, viabilizados com emenda da parlamentar.

Continuar lendo

Acre

Acre recebe lote com mais 27,6 mil doses da Pfizer e Coronavac

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), recebeu do Ministério da Saúde (MS) neste sábado, 31, mais 27.610 doses de vacinas contra o coronavírus, sendo 15.210 da Pfizer e 12.400 doses da Coronavac.

Os imunizantes desembarcaram no Aeroporto Internacional de Rio Branco e serão usados para dar continuidade ao processo de imunização da população acreana.

A chefe do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre, Renata Quiles, frisou que as doses fazem parte do 33° lote de imunizantes e devem ser divididas para os 22 municípios. “As vacinas que chegaram neste sábado serão utilizadas para aplicação de primeiras e segundas doses, fazendo com que a imunização avance no nosso estado. É de extrema importância que a população procure os pontos de vacinação, pois a arma mais eficaz contra o coronavírus hoje é a vacina”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Acre tem uma morte e 13 novos casos de Covid-19 neste sábado

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre),  registrou 13 casos de infecção por coronavírus neste sábado, 31, sendo 12 confirmados por exames RT-PCR e 1 por critério epidemiológico, fazendo com que o número de infectados salte para 87.141 nas últimas 24 horas.

Uma notificação de óbito foi registrada neste sábado, 31 de julho, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.799 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 238.891 notificações de contaminação pela doença, sendo que 151.708 casos foram descartados e 42 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 83.218 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 31 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

 

Continuar lendo

Acre

Neném e Gladson trocam farpas após anúncio de novos concursos

Publicado

em

O anúncio feito pelo governador, sobre a necessidade de realizar concursos em 2021, gerou polêmica nas redes sociais neste sábado, 31. O deputado estadual Neném Almeida (Podemos) acusou o governador de fazer politicagem, haja vista a proximidade das eleições de 2022.

Almeida considera que a atual gestão estadual segue sem nenhum planejamento sério. Segundo ele, em 2020 para responder uma exigência do Ministério da Agricultura, foi realizado o concurso para o Idaf, porém, até o momento esses concursados não tem previsão de serem convocados. “O anúncio de concurso público às vésperas do ano de eleição é uma estratégia que, além de ser politiqueira, brinca com a esperança das pessoas com falsas expectativas. Uma tática baixa que já foi tentada por gestões anteriores”, desabafou.

O parlamentar frisou que o anúncio do governo mostra que, de fato, existe deficiência no quadro de servidores da segurança e demais setores. “Qual seria o motivo para não convocar aqueles que estão no cadastro de reserva da Polícia Civil e Polícia Militar? Apenas porque o concurso foi realizado por gestões anteriores? Por que apenas agora pensou-se em realizar concurso para engenheiros e arquitetos? E o mais justo não seria primeiro honrar com o compromisso de campanha e discutir sobre a atualização salarial dessa categoria?”, argumentou.

Entretanto, a declaração do deputado não ficou sem resposta, o governador Gladson Cameli (Progressistas) resolveu responder as críticas e deixou no ar que deverá convocar os aprovados dos cadastros de reserva, mas somente os que têm amparo legal em lei. “Quem disse que não irei chamar os que fizeram concurso? Quem tem amparo legal”, ressaltou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas