Conecte-se agora

Acre foi o estado que mais conseguiu reduzir taxa de desmatamento (-63%) na Amazônia Legal

Publicado

em

Cerca de 60% dos desmates realizados no mês de março na Amazônia Legal ocorreram em Mato Grosso. O estado ocupou, por mais um mês consecutivo, a posição de número um no ranking que avalia as unidades federadas que mais contribuíram para a derrubada da floresta. No período foram 32 km² desmatados ante um total de 53 km² da Amazônia.

Ao mensurar os desmates realizados em agosto de 2011 a março de 2012 o Imazon concluiu que além da queda geral de 22% na Amazônia Legal, o estado que mais conseguiu reduzir sua taxa de desmatamento foi o Acre (63% a menos). Recuo também de 48% no Amazonas, 42% em Rondônia e 16% em Mato Grosso. Na contramão, houve aumento em 175% em Roraima, 120% no Tocantins e 6% no Pará, indica o Imazon.

Os números são do Imazon e apontam que juntos os estados desmataram 15% a mais em relação a março de 2011, quando o desmatamento alcançou 46 quilômetros quadrados. Em termos percentuais, o Pará concentrou o segundo maior volume de desmates com 25% (13 km²) e Rondônia outros 9% (5 km²). Amazonas (11 km²), Roraima (1 km²) e Acre ( 1 km²) detiveram os 6% restantes.

De acordo com o Instituto, em março de 2012 a maioria dos desmatamentos (94%) ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse. O restante esteve distribuído entre Unidades de Conservação (3%), Assentamentos de Reforma Agrária (2%) e Terras Indígenas (1%) localizadas na Amazônia Legal brasileira.

Os desmates ocorridos em Assentamentos da Reforma Agrária em março, totalizando 1 km², teve como mais afetados aqueles localizados em Mato Grosso, como os localizados no município de Tabaporã, a 643 km de Cuiabá e Paranaíta, a 849 km da capital.

Ainda em março, os municípios mais críticos no desmatamento foram União do Sul a 689 km de Cuiabá, Jacareacanga (Pará) e Vilhena (Rondônia).

O secretário estadual de Meio Ambiente, Vicente Falcão, destacou que na unidade federada as ações de repressão aos desmates vêm ocorrendo. No entanto, a prática ainda persiste em locais considerados ‘pontos isolados’. Somente neste ano, R$ 29 milhões em multas por desmate foram aplicados pelo órgão ambiental entre janeiro a março. “O trabalho é constante, mas temos pessoas que insistem em ficar à margem da lei. Mas os números nos ajudam a nortear as políticas de combate”, citou o representante, ao G1.

Intervalo maior

Mas ao avaliar o acumulado entre agosto de 2011 a março de 2012, o desmatamento somou 760 quilômetros quadrados, uma baixa de 22% frente o mesmo período do ano anterior quando foram desmatados 969 km².

De acordo com o Imazon, neste intervalo de oito meses o Pará lidera o ranking com 35% do total desmatado. Mato Grosso aparece na segunda posição com 30%; Rondônia 19% e Amazonas 9%. Juntos, aponta o Instituto, os estados foram responsáveis por 93% do desmatamento ocorrido na Amazônia Legal no período. Os estados do Acre, Roraima e Tocantins somaram 7%.

Floresta degradada

Ainda de acordo com o Imazon, as florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 40 quilômetros quadrados em março de 2012. Representa uma redução de 87% sobre março de 2011 quando foram 298 quilômetros. Na distribuição, a maioria ocorreu em Mato Grosso seguido pelo Amazonas (15%), Rondônia (10%) e Pará (7%).

Com informações do portal G1

 

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Acre não registra mortes, mas tem 12 novos casos de Covid-19

Publicado

em

Em boletim divulgado na tarde desta terça-feira, 27, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) registrou 12 novos casos de infecção por coronavírus, sendo cinco confirmados por exames RT-PCR e sete resultados de testes rápidos, fazendo com que o número de infectados salte para 86.999 nas últimas 24 horas.

Nenhuma notificação de óbito foi registrada nesta terça, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.797 em todo o estado.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Acre

OAB/AC faz levantamento de necessidades da advocacia

Publicado

em

Advogados das regiões de Tarauacá/Envira e do Juruá receberam a visita da Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) na última semana. Os encontros tiveram o objetivo de escutar a advocacia dos municípios das macrorregiões do interior do estado sobre os desafios da classe e os avanços já conquistados nos últimos três anos de gestão.

Os profissionais das cidades de Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul puderam compartilhar – presencialmente – com os dirigentes da Seccional acreana os problemas que têm enfrentado para exercer a profissão. Segundo o presidente da entidade, Erick Venâncio, esta escuta ativa faz parte do projeto de interiorização dos serviços da Ordem nos municípios, iniciado em 2019.

“Apesar da pandemia, nós sempre estivemos muito próximos da advocacia do interior. E este é o momento que sentamos para dialogar, colher críticas, sugestões e preparar novos projetos para o futuro, a partir daquilo que a advocacia entende ser o mais adequado”, explica Venâncio. O presidente ressalta que os profissionais do Alto Acre ao Juruá precisam ter condições dignas de trabalho para exercerem bem as suas funções diárias.

Também estiveram presentes nas visitas a vice-presidente da OAB/AC, Marina Belandi, que aproveitou a oportunidade para levantar demandas relacionadas às violações de prerrogativas, e o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/AC), Thiago Poersch, que apresentou os benefícios, projetos e auxílios da instituição voltados à classe.

Assessoria

Continuar lendo

Acre

Educadores prometem greve após encontro negado com Bocalom

Publicado

em

Centenas de servidores da Educação realizaram na manhã desta terça-feira, 27, uma manifestação em frente à prefeitura de Rio Branco para cobrar melhorias de trabalho para a categoria. De acordo com os manifestantes, caso não haja acordo, os profissionais planejam entrar em greve.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a categoria tinha uma reunião marcada com representantes da prefeitura às 9 da manhã, porém, não foram recebidos no horário marcado.

A professora da rede pública de ensino, Silvia Costa, diz que a categoria almeja aumento no pagamento da insalubridade, revisão do plano de carreira, reposição inflacionária, auxílio alimentação e valorização da equipe de gestores. “Os gestores estão com a perda salarial acentuada”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Seis pessoas ficam feridas em colisão entre caminhão e carro

Publicado

em

Uma colisão entre um caminhão baú e um carro deixou seis pessoas feridas na manhã desta terça-feira, 27. O acidente aconteceu na rua América, situada no bairro Nova Estação, em Rio Branco. De acordo com informações da polícia, a motorista do veículo Fiat Idea, de cor bege, trafegava com uma passageira no banco da frente e três crianças no banco traseiro na rua Palmares, quando teria invadido a preferencial na rua América.

Com isso, colidiu na lateral da cabine do caminhão baú de transportes de frios. Com o impacto, o motorista do caminhão perdeu o controle da direção, subiu na calçada e derrubou o muro de uma residência. Já o carro (Fiat Idea) ficou com frente e para-brisa destruídos.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas, bem como o Corpo de Bombeiros. Após os primeiros atendimentos às vítimas, as mesmas (seis pessoas) foram encaminhadas ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A área foi isolada pelos Policiais do Batalhão de Trânsito para os trabalhos de perícia. Após a perícia os veículos foram removidos e a rua liberada.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas