Conecte-se agora

Governo do Acre paga aluguel de R$ 64 mil por mês em prédio que funciona apenas um estacionamento particular

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

O Governo do Acre, através da Secretaria de Gestão Administrativa (SGA) estaria supostamente desperdiçando dinheiro público há mais de 10 meses, com o aluguel de um prédio ocioso, no centro de Rio Branco. A pasta aluga o prédio onde funcionou o Mira Shopping, desde o dia 06 de julho de 2011, no primeiro ano de administração do governador Sebastião Viana (PT).

O prédio de propriedade da empresa Miragina S/A Indústria e Comércio, que serviu como escritório de transição de Sebastião Viana, foi alugado pela primeira vez, após o resultado das eleições 2010, para funcionar o escritório de planejamento da atual administração. No local, o governador recebia os empresários e deputados eleitos.

Para alugar o antigo shopping, a SGA dispensou licitação nos termos do artigo 26, da lei nº 8.666/93 e em observância ao disposto no ofício circular PGE/GAB/ nº 01156-07-0003654, de 29/11/2007. O imóvel localizado na Rua Rui Barbosa, 325, centro – foi alugado pelo valor de R$ 64 mil, pelo prazo de 12 meses, com parecer favorável da PGE.

O local que atualmente estaria funcionando apenas um estacionamento particular, seria destinado à instalação de unidades administrativas do Governo do Acre, mas depois de 10 meses, o prédio continua vazio. Ao final do mês de abril, a administração pública terá gastado R$ 640 mil – sem utilizar as instalações.

Enquanto supostamente estaria faltando recursos em algumas pastas para atender as demandas, em outros setores da administração estadual, o dinheiro público é desperdiçado sem que o objeto do contrato tenha qualquer utilidade. A reportagem esteve no estacionamento do prédio que teria sido alugado pelo Governo do Acre.

Um funcionário do estacionamento, que usava uma camisa com a logomarca do grupo Miragina, informou que o prédio do extinto Mira Shopping estaria fechado desde a desocupação pela equipe de transição do Governo do Acre. O servidor informou ainda, que o “patrão” estava pensando em montar um hotel, no local.

A reportagem questionou se o prédio teria sido alugado pelo Governo do Acre, mas o servidor disse que não sabia de detalhes da transação. Em tom de ironia, o manobrista que cobra pela utilização do estacionamento do imóvel fechado, disparou: “aqui parece que enterraram uma cabeça de burro. Nada dá certo”.

O contrato de locação do imóvel foi assinado no dia 11 de julho de 2011. Flora Valladares Coelho, da SGA  e José Luiz Assis Felício, do grupo Miragina, chancelaram o aluguel do imóvel que ainda não foi ocupado pela administração petista.

Aditivo ao termo de dispensa de licitação

O processo da Procuradoria Geral do Estado (PGE), de nº 2011.002.001350-9 – que dispensou a licitação para locação do imóvel do grupo Miragina, recebeu um aditivo no dia 1º de dezembro de 2011. A SGA e a Secretaria de Estado de Educação e Esporte – SEE prorrogaram a locação de um imóvel pertencente aos donos do Mira Shopping.

A secretária Flora Valladares assinou o contrato, juntamente com o secretário de Educação Danielk Queiroz Santana (o Daniel Zen). A empresa Miragina S/A Miragina S/A Indústria e Comércio, proprietária do imóvel locado para a SEE, foi representada por José Luiz Assim Felício.

O que dizem os gestores do Governo do Acre

A reportagem tentou falar com a secretária Flora Valadares, mas de acordo com informações de funcionários da SGA, a gestora estaria viajando. Quem estaria respondendo pela pasta seria Jose Andrias Sarkis, que respondendo como secretário adjunto. Sarkis disse apenas que teria repassado as informações para a assessoria de comunicação do governo que se pronunciaria sobre o assunto.

Governo diz que local será referencial pedagógico de excelência na disseminação da informação educacional

Em e-mail encaminhado à redação de ac24horas, a secretária adjunta de comunicação do governo do Acre, Jornalista Andréa Zílio, informa que “o prédio inicialmente havia sido cotado para atender outras secretarias, mas houve a necessidade de mudar esse projeto, devido a demanda da Secretaria de Educação de centralizar e facilitar o acesso aos serviços oferecidos pela Coordenação de Tecnologia Educacional (NTE), Coordenação de Ensino Superior e Educação a Distância (Cedup), Coordenação de Apoio Educacional (Caed) e ao Centro de Estudos de Línguas (CEL).  Atendendo a solicitação de pais e alunos, também no local funcionará o anexo da Escola José Rodrigues Leite, que atualmente funciona atrás da Biblioteca Pública”.

Segundo Andréa, “o novo Centro de Referência em Inovação e Educação pretende tornar-se um referencial pedagógico de excelência na disseminação da informação educacional. Tendo como princípios o compromisso com o ensino, com a pesquisa e produção na área da educação, com o uso das novas tecnologias da informação e comunicação nas práticas pedagógicas”.

e segue: “A idéia é propiciar dinamismo ao ensino e aprendizagem tanto no âmbito presencial como a distância, será trabalhado no Centro oferecerá também a formação de educadores conscientes da importância da educação e comunicação para o desenvolvimento de sua criatividade e seu constante aperfeiçoamento”.

Andamento das obras

Ao finalizar a jornalista afirma que “como irá atender o público estudantil, o prédio precisa passar por adequação física. O projeto de reestruturação já foi elaborado pela Secretaria de Estado de Obras Públicas (SEOP) e encaminhado a Comissão Permanente de Licitações (CPL) para elaboração do edital de licitação.  A SEE pretende colocar o espaço em funcionamento no segundo semestre de 2012”.

 

 

 

Acre

Polícia deflagra 1ª fase da “Operação Zaqueu” no Acre, MS e SP

Publicado

em

Ascom/Policia Civil do Acre

A Polícia Civil do Estado do Acre, por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (DRACO), com apoio do Departamento de Inteligência (DI), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), através do programa VIGIA, e das Policias Civis dos Estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, deflagrou nas primeiras horas desta quinta-feira, 16, a “OPERAÇÃO ZAQUEU”, visando o cumprimento de 26 mandados de busca e apreensão e 27 de prisão.

A operação tem como principal objetivo desarticular o núcleo de uma organização criminosa, responsável pela arrecadação de valores pagos pelos integrantes da organização, a qual possui atuação em todo o território nacional.

Os líderes deste núcleo foram presos na capital paulistana, onde a Polícia Civil cumpriu 5 mandados de busca e apreensão e 4 de prisões. A ação na capital paulista contou com a atuação de investigadores da Polícia Civil do Acre. Outros três integrantes foram presos no Mato Grosso do Sul, na penitenciária de Campo Grande, de onde coordenavam a pratica do crime.

No estado do Acre, a Polícia cumpriu mandados nas cidades de Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari, Sena Madureira, Manoel Urbano e Epitaciolândia. Dentre os presos no Estado do Acre está a pessoa que representava a organização no estado, bem como a pessoa responsável por gerir as armas de fogo da organização e outras lideranças de bairros.

Ao total, foram 23 pessoas presas ligadas a organização criminosa, destas, cinco delas foram flagranteadas pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e trafico de drogas. Além das prisões efetuadas pela Policia Civil do Acre, também foi apreendido droga, arma, munição e vasto material para embalo do entorpecente, além de celulares e balanças de precisão.

Com esta ação a Polícia Civil do Acre tenta frear o avanço da organização, reduzir os crimes praticados por este grupo criminoso no Estado do Acre, bem como diminuir o seu poder econômico asfixiando as ações criminosas.

A investigação durou cerca de um ano e contou com a participação de mais de cem policiais. Todo material arrecadado será submetido a análise pericial para identificação de outros integrantes para que sejam responsabilizados pelos crimes.

Durante este período foi possível comprovar que as pessoas presas integravam e promoviam a organização, bem como identificar que parte do grupo se dedicava a pratica do tráfico de drogas. Parte do dinheiro, arrecadado com a traficância, era repassado aos líderes para subsidiar ações da organização criminosa.

O nome da operação, “ZAQUEU”, faz referência ao líder dos publicanos, pessoas que na antiguidade possuíam a função de arrecadar impostos, para posteriormente repassar ao imperador.

O Estado do Acre, o qual possui mais de 2.000 km de fronteira internacional com dois países produtores de drogas, é um oásis para as organizações criminosas, as quais buscam rotas de tráfico para adquirir grandes quantidades de entorpecente. A Polícia Civil, atenta a posição geográfica estratégica do estado para o tráfico de drogas, busca diuturnamente combater essas organizações, sem recuar, sem cair, e sem temer.

A implantação do programa federal VIGIA, desenvolvido pelo Ministério da Justiça, possibilitou as forças de segurança estaduais a atuarem de forma mais contundente nas fronteiras brasileiras.

Os resultados apresentados, tendo como exemplo esta operação, realizada simultaneamente em 3 estados (10 municípios), são frutos do investimento do governo federal no combate à criminalidade.

A Polícia Civil do Estado do Acre parabeniza e agradece o Ministro da Justiça, seus secretários, diretores, coordenadores e demais servidores do Ministério, em especial CGFRON e CGCCO, que de forma silenciosa possibilitam a atuação das forças de segurança estaduais em todo o território nacional, de Marechal Thaumaturgo, um dos municípios mais isolados do país, a São Paulo, onde estão instalados líderes de organizações criminosas.

Continuar lendo

Acre

Governo realiza entrega de 82 títulos definitivos em bairros do Quinari

Publicado

em

Em solenidade, sem a presença do governador Gladson Cameli, (Progressistas), no fim de manhã desta quinta-feira, 16, o governo realizou a entrega de 82 títulos definitivos que irão beneficiar os bairros Naire Leite I e Vila Nova, no município de Senador Guiomard, no interior do Acre. O investimento chegou a mais de R$ 70 mil.

Representando o chefe do executivo na solenidade, o secretário de governo, Alysson Bestene, disse que a ausência de Cameli ocorreu devido a uma agenda com membros do Tribunal de Justiça. Bestene contou que o evento é de suma importância para a população. “As pessoas vão poder ter crédito para fazer investimentos. Essa união do governo tem feito com que possamos realizar as ações que a sociedade precisa”, destacou.

O presidente do Instituto de Terras do Acre, Alírio Wanderley Neto, disse que os moradores da região passam a adquirir dignidade com o documento. “Vocês agora poderão realizar empréstimos. Quero dizer que o responsável por essa ação é o governador Gladson Cameli e a equipe do Iteracre”, declarou.

Osvaldo da Silva, representante do bairro Naire Leite, fez agradecimentos ao governo pela iniciativa. “Ficamos agradecidos pela parceria com a prefeitura do município”.

Já o deputado estadual José Bestene (Progressistas) fez uso do dispositivo para enaltecer o trabalho do Iteracre. “É uma alegria participar desta entrega de títulos. Antigamente as pessoas recebiam um pedaço de papel e iriam ter que fazer gastos, agora não, as pessoas têm endereço e podem realizar até investimentos”, ressaltou.

A prefeita Rosana Gomes (Progressistas) fez agradecimentos à bancada federal do Acre pelos investimentos na região. “Muito obrigado, o anfitrião da festa hoje, é vocês. Façam bom uso do título. A partir de agora, vamos realizar grandes obras. Seremos uma gestão de sucesso e contamos com a parceria junto ao governo do Estado”, explicou.

O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Magildo Lima (Progressistas) destacou em seu discurso que o momento é de fundamental importância para a dignidade das pessoas. “A partir do momento que se tem um documento, a terra passa a ter valor. Para chegar até aqui, existe toda uma equipe”.

O deputado federal Alan Rick (DEM) disse que os beneficiários da regularização fundiária passam a ter benefícios com os títulos definitivos. Segundo ele, a região deverá ganhar mais investimentos. “Vamos liberar todos os recursos para realizar as obras de escolas em Senador Guiomard e demais parcerias”, argumentou.

Continuar lendo

Acre

Márcia não deverá aderir a aliança para vaga ao Senado em 2022

Publicado

em

Após a reunião organizada pela senadora Mailza Gomes com a presença do governador Gladson Cameli, ambos do Progressistas, e os deputados federais Jéssica Sales (MDB) e Alan Rick (DEM) para apresentar um pacto celebrado que tem por objetivo principal a construção do nome que será apresentado para concorrer a vaga ao Senado em 2022, a reportagem do ac24horas procurou ainda na quarta-feira, 15, as duas pré-candidatas que ficaram de fora do bloco para comentar a aliança, Márcia Bittar e a deputada Vanda Milani (Solidariedade).

No entanto, a ex-esposa do senador Márcio Bittar (MDB), Márcia Bittar, destacou que provavelmente não deverá aderir ao bloco, porém, elogiou a iniciativa e competência política de cada um dos pré-candidatos. “Precisamos avançar e ter propostas importantes para o desenvolvimento do Acre. Fico aliviada quando vejo pelo estado a fora a ação parlamentar de Mailza com seu jeito meigo que conquista, Jéssica aguerrida tem postura muito positiva , Dra. Vanda, uma querida parceira de partido que me honra e Allan um excelente deputado, irmão de uma amiga do coração”, declarou.

A aliança liderada por Gladson tem cinco postulantes para a única vaga ao Senado Federal, entretanto, o chefe do executivo garantiu, em recente entrevista, que até o fim do ano tomará uma decisão sobre o assunto.

Bittar ressaltou que apesar de está fora da aliança, garantiu que todos os cinco postulantes a única vaga ao Senado da República, estão unidos em prol da reeleição de Cameli. “Somos um só grupo. Estamos e continuaremos do mesmo lado. Está tudo dentro da normalidade”, explicou.

O ac24horas tentou contato com a deputada federal Vanda Milani para se pronunciar acerca do assunto, porém, não obteve resposta até o fechamento da matéria.

Na reunião ficou definido que será criada uma comissão entre os partidos envolvidos para conduzir o processo. Esse grupo buscará também o diálogo com outras siglas que tiverem interesse de participar dessa aliança e abertos à coligações para as eleições 2022. Quanto a escolha da candidatura ao Senado, ficou acordado que será de forma democrática, ouvindo as bases políticas e a população.

Continuar lendo

Acre

Fogo de área vizinha invade madeireira em Manoel Urbano

Publicado

em

A noite desta quarta-feira, 16, foi de muito susto para quem trabalha na Madeireira Agrocortex, localizada na BR-364, no município de Sena Madureira.

Uma queimada em uma área de pasto ao lado do empreendimento acabou provocando uma fagulha que atingiu a área da serragem. As chamas rapidamente se alastraram e chegou em uma outra área onde fica o material que será descartado. Por conta da força das chamas, a grande preocupação era o fogo atingir os galpões onde estão milhares de metros cúbicos de madeira e os trabalhadores que prestam serviço para a empresa e que estavam de plantão no período em que teve início o incêndio.

Imagens assustadoras demonstram a altura das chamas. Graças ao trabalho dos servidores que começaram a combater o fogo e a chegada do Corpo de Bombeiros de Sena Madureira, a situação foi controlada.

Apesar do sinistro ter sido controlado, na manhã desta quinta-feira, 16, ainda era possível ver as chamas no local. O Comandante do Corpo de Bombeiros de Sena Madureira, Tenente Gustavo Marinho, não há mais perigo. “O que ocorre agora é o controle normal para apagar completamente o incêndio, mas a situação já está controlada e o fogo não chegou a atingir nenhum galpão”, afirma.

A Agrocortex ainda não se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas