Conecte-se agora

Sibá propõe parcerias com a Universidade Petrobrás

Publicado

em

O deputado Sibá Machado esteve na segunda-feira (16) com o gerente geral da Universidade Petrobrás (UP), Ricardo Salomão, no Rio de Janeiro, para tratar das possibilidades de parceria entre esta instituição e entidades educacionais acreanas.

Recebido pelo reitor e diretores da UP, o deputado, em função de atraso no vôo, não pôde chegar a tempo de conversar também com o diretor de Recursos Humanos da Petrobrás, Diego Hernandez, com quem deveria ter uma conversa preliminar. Representantes das instituições acreanas de ensino público e privado convidados pelo deputado, também tiveram problemas de deslocamento e não puderam comparecer à audiência, com exceção do prof. Carlos Franco (Ufac), que já se encontrava no Rio de Janeiro. Apesar das ausências a conversa com Ricardo Salomão fluiu muito bem e gerou boas expectativas para o Acre, considerando que a UP desenvolve uma série de programas inovadores e bem sucedidos em todo o Brasil, numa espécie de rede entre empresas, instituições de ensino, governos estadual, municipal e federal.

A UP é uma universidade corporativa para atender e qualificar quadros para a Petrobrás, uma das maiores empresas de petróleo e gás do mundo. Presente em 32 países, atende hoje cerca de 4 mil alunos e possui em seu quadro fixo 174  professores, totalizando 191 mil participantes em toda a rede apenas em 2012. Parcerias com os mais diversos setores viabilizam bolsas de graduação e pós graduação em todo o país. 10.200 bolsas, incluindo ensino de nível técnico – um dos principais focos da UP – e 5.000 bolsas para o programa do Governo Federal “Ciência sem Fronteira” fazem parte dos resultados dos programas.

Dentre os programas apresentados ao deputado, vários chamaram sua atenção, tamanho eram os aspectos inovadores. Programas a exemplo do Projeto Escola Petrobrás, com foco no ensino fundamental e visando suprir futuras deficiências em Português, Matemática e Ciências – um gargalo identificado pela instituição – são considerados de ponta, por atender uma deficiência estrutural do ensino básico no País. Segundo pesquisas da própria UP, 60% da evasão estão nos cursos das engenharias, justamente pela dificuldade apresentada em acompanhar estes cursos. Para atender e minimizar esta limitação é que o Projeto Escola possui um planejamento que vai desde mudanças na estrutura física das escolas, passando pela implementação de um projeto pedagógico moderno que “prende” o aluno na sala de aula à reciclagem e remuneração de professores. Este projeto já é uma realidade em São José dos Campos (SP), no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

Outro programa, o Profissões de Futuro – que atende alunos a partir do último ano do ensino médio, chamado pós médio, tem a finalidade de potencializar o ensino técnico no Brasil, com a logomarca “existe futuro no ensino técnico”.  Capacitar multiplicadores nos estados também estão nos planos da instituição. A instituição também firma parcerias com o exército, capacitando recrutas durante o serviço militar, nas áreas de interesse solicitadas – 100 mil recrutas por ano é a estimativa de atendimento, segundo Salomão.

A convergência de idéias em relação ao que se espera e o que se pensa para a Amazônia/Acre, deu-se em relação ao fato de que o estado precisa deixar de ser fornecedor de matéria prima e avançar na produção e disseminação do conhecimento. Isto o colocaria na Rede de Conhecimento da UP. Esta Rede, a exemplo das compras coletivas, integra os conhecimentos entre as instituições e compartilha informações institucionais, “dando a cada um segundo suas necessidades”, nas palavras do reitor. Da Região Amazônica, de empresas e instituições parceiras, consta apenas o estado do Pará, o que evidencia o vácuo da presença da Região quando o assunto é produção e disseminação do conhecimento.

Sibá defendeu para os diretores, a idéia do projeto “Vale do Silício da Biodiversidade”, uma proposta inovadora no sentido de produzir a disseminar conhecimentos a partir da biodiversidade da Região Amazônica.

Segundo o deputado, que de imediato, após a palestra, convidou o reitor para apresentar a UP às instituições acreanas e a partir daí elaborar parcerias, é chegada a hora de se rever conceitos e paradigmas na Amazônia “numa mudança radical na forma de se pensar a biodiversidade, o ensino e a produção do conhecimento na região”. O deputado conheceu ainda, nas dependências da UP, o Laboratório de Ciência e Tecnologia para a Exploração e Produção de Petróleo, em palestra realizada pelo gerente do laboratório, geólogo Luiz Carlos Veiga, o Laboratório de Eletricidade e o Sistema de Segurança da Instituição, todos desenvolvidos com tecnologia de ponta e referência para instituições de vários países.

A data da ida de Ricardo Salomão ao Acre ainda está para ser confirmada, mas provavelmente acontecerá na primeira quinzena de junho.

(Assessoria)

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Acre não registra mortes e tem 20 casos de Covid-19 nesta quinta

Publicado

em

Em boletim divulgado na tarde desta quinta-feira, 29, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informou o registro de 20 novos casos de infecção por coronavírus, sendo 11 confirmados por exames RT-PCR e nove resultados por testes rápidos, fazendo com que o número de infectados salte para 87.073 nas últimas 24 horas.

Segundo o boletim, 35 pessoas seguem internadas entre leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e leitos de enfermaria na rede estadual de saúde. Nenhuma notificação de óbito foi registrada nesta quinta, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.798 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 238.494 notificações de contaminação pela doença, sendo que 151.405 casos foram descartados e 16 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. 83.183 pessoas já receberam alta médica da doença.

Continuar lendo

Acre

Deracre aplica 80 toneladas de asfalto em Rodrigues Alves

Publicado

em

Da varanda de casa garoto observa equipe do Deracre trabalhando no município. Foto: Dhárcules Pinheiro

Até o próximo sábado, 31, o Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) deve concluir a recuperação de cinco ruas no perímetro urbano de Rodrigues Alves, onde serão aplicadas 80 toneladas de asfalto.

O serviço vem sendo executado desde a semana passada, e segundo o diretor do departamento no Juruá, Luciano Oliveira, foi autorizado pelo governador Gladson Cameli dentro da programação de aniversário da cidade, que na última quinta-feira comemorou 29 anos de fundação.

Uma das ruas alcançada pelo trabalho foi a Avenida Marechal Rondon, que apresentava vários trechos esburacados, mas agora oferece excelente condições de tráfego.

Em outra frente de serviço, o Deracre vai concluir a construção do canal urbano de Rodrigues Alves. Uma obra não concluída pela gestão anterior, e que, segundo Oliveira, será retomada na próxima semana. O departamento já instalou um contêiner no local onde vai funcionar o canteiro da obra e estima concluir o serviço em 40 dias.

Continuar lendo

Acre

“Se for provado sim, com certeza”, diz Gladson sobre exoneração de Valdete

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou nesta quinta-feira, 29, que a diretora financeira da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Acre (Codisacre), Valdete Souza, que virou alvo de uma investigação da Polícia Civil, após uma funcionária acusá-la de praticar “rachadinha”, deverá ser exonerada do cargo caso seja provado a acusação.

As declarações foram dadas à imprensa após a solenidade de inauguração da nova sede do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC). “Ah, se for provado sim, com certeza [exoneração de Valdete]. Eu não vou compactuar com essas coisas e que sirva de exemplo pra qualquer um que esteja fazendo isso”, afirmou Gladson Cameli.

Valdete, que já foi presidente do partido PMN, supostamente exigia das pessoas que ela indicou para o cargo comissionado em outras secretarias um valor mensal que deveria ser entregue em espécie em sua casa ou mesmo no gabinete. Segundo a reportagem da TV Gazeta, ela nega as acusações e debitou as denúncias devido ao seu estilo de falar o que pensa e atribuiu o caso a “fogo-amigo”.

O delegado responsável pelas investigações, Pedro Rezende, está com uma lista de pessoas para prestarem depoimentos sobre o caso, um deles é o diretor geral, Marcelo Messias, primo do governador Gladson Cameli (Progressistas). Segundo a denunciante, Marcelo sabia das rachadinhas, mas não fez nada.

No evento do TRE, Cameli isentou o primo Marcelo Messias e afirmou que confia plenamente nele e em sua honestidade. “São situações que eu concordo que é preciso avançar no sentido de resolver essas empresas falidas. Eu não compactuo com o que não é correto, o fato de direito é isso. Vocês sabem que o Estado é muito grande e a responsabilidade é minha, mas temos aí pessoas que não entendem o que deve ser feito. O Marcelo tem toda a minha confiança, sei da sua credibilidade e honestidade e esses casos pontuais nós vamos apurar e determinei que tudo fosse apurado”, destacou Gladson.

Continuar lendo

Acre

Separada, Nicole Bahls ironiza suposta traição dançando funk

Publicado

em

Por

Ao que tudo indica, a separação de Nicole Bahls e Marcelo Bimbi ainda vai render boas histórias. Após uma suposta traição, a modelo postou nas redes sociais um vídeo em que aparece dançando funk. Para os seguidores, a performance daria entender uma indireta a Bimbi.

“Perfeita”, “maravilhosa”, “diva”, foram alguns adjetivos deixados pelos fãs no campo de comentários da postagem.

LEIA TAMBÉM: >>> Vídeo mostra Marcelo Bimbi com acreana apontada como pivô da separação com Nicole

Ao R7, Nicole disse apenas que deseja tudo de bom para o ex. “Desejo que ele seja feliz , hoje entendo que realmente não era pra mim, que Deus tem algo melhor pra minha vida . Tenho mergulhado no trabalho para não pensar muito na vida pessoal”, declarou ela.

Separação

O fim do casamento de Nicole Bahls e Marcelo Bimbi foi confirmado ao R7 no domingo (25). “Marcelo foi uma marido muito bom para mim durante oito anos, mas no final, acabamos nos afastando. Não tenho nada para dizer sobre ele que não seja coisas boas”, declarou ela.

Na quarta-feira (28), a modelo comentou sobre alguns vídeos que começaram a circular na internet em que o ex-marido aparecia com a consultora de moda Maryllia Gabriela. “Estou triste, mas desejo que ele seja feliz, só isso”, disse a modelo, que preferiu não se estender no assunto.

Naquela data, mais a noite, a mulher apontada como pivô da separação de Nicole e Marcelo se pronunciou sobre a polêmica. “Eu queria dizer que a internet está cheia de ódio, cheia de juízo de valor, cheia de gente que sabe apontar o dedo e dizer o que você fez ou deixou de fazer. Queria dizer para vocês que eu estou com a consciência limpa. Eu sei do meu coração e eu sei da minha verdade”, disse.

“Vocês que estão aí no direct, estão perdendo o tempo de vocês. Aqui, a minha vida vai continuar, vou seguir com meu conteúdo, com seguir com tudo o que eu faço e gratidão para quem está me mandado mensagem de amor”, falou.

Nicole e Marcelo estavam oficialmente casados desde dezembro de 2018. No final de 2019, eles chegaram a dar um tempo na relação, mas reataram logo em seguida.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas