Conecte-se agora

ACRE – EDUCAÇÃO NOTA ZERO IV

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

A reclamação com a rede estadual de ensino é a mesma em todas as comunidades extrativistas do Rio Liberdade, área rural do município de Cruzeiro do Sul. Na comunidade Morro da Pedra, onde residem 10 famílias de pequenos produtores de farinha, o Governo do Acre teria fechado a Escola Estadual São Francisco, unidade de ensino construída pelos moradores, que necessitava de reforma para continuar funcionando.

A pequena escola de madeira e coberta de palha atendia aproximadamente 31 alunos quando foi inaugurada. A única sala de aula foi fechada na administração do ex-governador Binho Marques (PT). De acordo com a líder comunitária Maria Renilda Santana, 39, a Branca, o governo abandonou a localidade e retirou o professor, mesmo com os populares se comprometendo em fazer a reforma da escola.

“Fizemos a proposta ao representante da Secretaria de Educação. Se o governo cedesse o professor, a própria comunidade reformaria escola. Convocamos várias reuniões, mas mesmo assim eles nunca deram uma resposta. A providência que tomaram foi retirar o professor da comunidade. Há dois anos, somos obrigados a matricular nossos filhos em outra comunidade distante, onde as crianças correm perigo diariamente”, diz Maria Renilda.

Leia mais sobre a série Educação Nota Zero
Crianças perdem o ano letivo por falta de vagas em escolas públicas

Moradores do interior denunciam descaso do governo do Acre com o ensino público 

Treze anos de Utopia e desilusão com o ensino público oferecido pelos governos do PT no Acre

Segundo a líder comunitária, os alunos da Comunidade Morro da Pedra são transportados sem nenhum tipo de segurança e os pais ficam apreensivos com a possibilidade de um acidente com o pequeno barco que faz o transporte escolar. “O governo paga um barqueiro, mas as crianças são transportadas sem colete salva-vidas. O rio é perigoso, já teve vários acidentes com batidas em troncos de árvore”, lembra. Diariamente, 25 alunos fazem essa viagem. A casa cedida pela comunidade, onde funcionou a Escola Estadual São Francisco durante quatro anos, é usada para abrigar uma família, no local do refeitório dos alunos. Na única sala de aula, as marcas do tempo e do descaso das autoridades do Estado ainda são visíveis. Buracos no piso e nas paredes revelam a falta de cuidado dos gestores da educação estadual com o ensino público no interior do Acre.

Apelo negado

Líderes comunitários e parlamentares que representam o Vale do Juruá em nível estadual também foram acionados. Maria Renilda Santana mostrou documentos que comprovam as reivindicações. A deputada estadual Antônia Sales (PMDB) apresentou três indicações ao ex-governador Binho Marques, solicitando melhorias à unidade de ensino. “Os pedidos da deputada foram feitos em 2008, 2009 e 2010. Como disse, nenhuma resposta.

Em Brasília, a história é outra

Enquanto petistas são convidados a ocupar cargos no Ministério da Educação, impulsionados pelas fortes campanhas publicitárias do Governo do Acre de supostos avanços na área de educação na zona urbana, a realidade das comunidades da zona rural, longe dos holofotes dos órgãos de comunicação, é cruel e desoladora. Sem acesso aos notebooks, mimos de alunos do ensino médio em Rio Branco, as crianças do interior sonham apenas em frequentar um escola digna e ter um professor.

ABANDONO DE ESCOLAS É COMUM

O abandono de escola pública nas comunidades do Rio Liberdade não é exclusividade da Morro da Pedra. Na localidade conhecida como Foz do Forquilha, uma escola estadual que funcionava em uma antiga casa de farinha foi fechada após algumas denúncias. A escola que não tinha paredes, carteiras, livros, merenda escolar e o quadro de giz, era dependurado em um travessão da cobertura, não existe mais.

Segundo os ribeirinhos, aas crianças dali ficaram sem estudar. “Quando denunciaram a situação da nossa escola, o pessoal da Secretaria de Educação veio aqui. Foram feitas várias promessas para construir uma nova, mas tudo não passou de enganação. Levaram o professor embora e até a antiga casa de farinha que servia de escola desabou”, diz o produtor João da Silva.

A falta de compromisso dos gestores da educação estadual revolta os agricultores. Pequenos produtores afirmam que eles só teriam valor em época de campanha eleitoral. “Para pedir nosso voto vale tudo. Em época de campanha, o pessoal do PT manda os empregados fazer promessas nas comunidades, mas assim que ganham os cargos esquecem que chegaram lá, com nossos votos. Tudo que queremos é educar nossos filhos, não queremos dinheiro desses políticos”, protesta Manoel Ribeiro.

Acre

Lista de alunos sorteados é divulgada pelo Instituto São José

Publicado

em

O Instituto São José divulgou na última sexta-feira, 27, a lista de candidatos sorteados e em espera, para o ingresso no ano letivo de 2023.

De acordo com o cronograma da instituição, as matrículas do 1° ano iniciam dia 31 de janeiro e para o 06° ano, acontecem dia 01 de fevereiro, com atendimento das 07 às 13h.

Os pais e responsáveis dos estudantes precisam apresentar cópia legível da certidão de nascimento, RG, CPF, NIS, comprovante de residência com CEP, declaração de conclusão ou histórico de transferência e uma foto 3X4 atualizada.

As inscrições ocorreram entre os dias 5 a 10 de janeiro e o sorteio aconteceu dia 23 do mesmo mês. Veja aqui a lista completa com os nomes dos contemplados.

Confira a lista

Continuar lendo

Acre

Ministério da Educação divulga editais do Sisu, Prouni e Fies

Publicado

em

O Ministério da Educação disponibilizou na internet os editais dos primeiros processos seletivos de 2023 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Para acessar o material, os estudantes participantes desses certames devem utilizar o Portal Acesso Único. Os calendários de inscrições foram antecipados, conforme anúncio feito em dezembro pelo MEC.

O novo prazo de inscrição para o Sisu é de 16 a 24 de fevereiro de 2023. O resultado será divulgado no dia 28 de fevereiro. Antes, o resultado estava previsto para sair em 7 de março. As inscrições para o Prouni serão abertas no dia 28 de fevereiro e vão até o dia 3 de março. E para o Fies, elas terão início no dia 7 de março e terminarão no dia 10 do mesmo mês.

Segundo o MEC, em todos os processos seletivos a classificação tem por base a nota obtida na edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022.

“Para o Prouni, serão válidas também as notas obtidas no Enem de 2021. Já no Fies, quem concorreu a uma das edições do Enem a partir de 2010 até a mais recente, poderá se inscrever”, informou o Ministério da Educação.

Veja as datas

Sisu

Inscrições – 16 a 24 de fevereiro

Resultado – 28 de fevereiro

Prouni

Inscrições – 28 de fevereiro a 3 de março

Resultados – 7 de março (1ª chamada); e 21 de março (2ª chamada)

Fies

Inscrições – 7 a 10 de março

Resultado – 14 de março.

Continuar lendo

Acre

À contramão do País, empresários acreanos se dizem confiantes para o ano

Publicado

em

Se no resto do País, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), divulgado no último dia 27 de janeiro pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), aponta que o empresário do comércio não mantém boas perspectivas quanto às vendas, no Acre, o fenômeno é oposto, pelo menos segundo avaliação da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio-AC). No Estado, o Icec mantém-se estável desde janeiro de 2022, com uma variação positiva de 0,3%, atingindo, em dezembro de 2022, 139,6 pontos percentuais.

Segundo informações divulgadas pela CNC, o Icec atingiu 119 pontos em janeiro no País, apontando queda de 3,6% descontados os efeitos sazonais, sendo a segunda consecutiva. De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio-AC, Egídio Garó, com a redução mensal de todos os indicadores, a confiança do comércio chegou ao menor nível desde abril de 2022.

Ainda de acordo com o estudo, o empresário do comércio brasileiro não está otimista em relação às vendas, o que aponta para uma redução do volume negociado e a consequente redução dos investimentos.

“A ameaça de juros elevados até, ao menos, o terceiro trimestre, impacta de forma negativa no consumo de bens que dependem de crédito, especificamente os duráveis”, explicou Garó, acrescentando que aproximadamente 60% dos empresários do comércio esperam uma piora na economia. “O que interferirá sobremaneira nas operações regulares da empresa, levando à redução de investimentos, a diminuição da mão-de-obra e pouca contratação”, disse.

Em relação ao momento econômico acreano, o indicador atingiu 116 pontos, o maior desde dezembro de 2021. “O que indica perspectivas positivas notadamente aos produtos não duráveis e elevando a perspectiva para os produtos duráveis”, disse.

Além disso, em pesquisa realizada recentemente pela Fecomércio-AC divulgada nesta sexta-feira, dia 27, os empresários do comércio acreano apresentam uma expectativa de vendas positivas para o semestre, 61% dos entrevistados. “Muito próximo do indicador de 30 de junho de 2022, quando tal expectativa era de 62% com relação ao semestre seguinte”, refletiu o assessor.

Egídio finalizou dizendo que, quanto ao momento econômico, os empresários acreanos têm uma grande expectativa com a melhora da economia, o que remete a 79% dos entrevistados, a mais alta desde 23 de junho de 2021, quando atingiu 80,2 pontos.

Continuar lendo

Acre

Treze leilões judiciais serão realizados em fevereiro no Acre

Publicado

em

O primeiro leilão do mês de fevereiro é da Vara Única de Xapuri e será realizado no dia 2. Os bens disponíveis são um prédio comercial localizado na Rua 24 de Janeiro e três terrenos urbanos, situados na mesma rua, ao lado da unidade do Sesc no município.

No dia seguinte ocorrem mais três vendas públicas das Varas Cíveis de Brasiléia e Feijó, e da 3ª Vara Cível de Rio Branco. Portanto, já é possível enviar lances para a compra de uma fazenda com 127 hectares na BR 317, uma caminhonete, uma moto e um lote de seis cavalos, 50 galinhas e 17 porcos. Em Feijó, os itens são 60 bermudas para revenda e uma caminhonete. Por fim, há um terreno em Boca do Acre.

No dia 14, encerra a oportunidade de arrematar um apartamento no Edifício Madri, no Jardim Europa de Rio Branco. Na edição n° 7.223 do Diário da Justiça Eletrônico, desta sexta-feira, 13, foi publicado o edital referente ao leilão, da Comarca de Plácido de Castro com: dois Freezers horizontal, modelo com duas portas marca Gelopar, cor branca, bem conservado, cada um avaliado em R$ 2,5 mil. O leilão ocorrerá no dia 15 de fevereiro, às 10h, não havendo lance igual ou superior ao valor da avaliação, um segundo leilão será realizado no dia 1 de março de 2023.

No entanto, as Varas de Manoel Urbano, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Capixaba, Rio Branco e Senador Guiomard ainda estão concluindo a organização dos lotes para arrematação, mas as datas previstas já constam no site da leiloeira: clique aqui!

Os interessados devem fazer cadastro prévio, no prazo máximo de 24h antes do leilão, no site da empresa responsável por conduzir o processo. Além disso, os lances devem ser dados através desse mesmo endereço.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.