Conecte-se agora

Série Educação: Comunidade contribui com denúncias e envia fotos ao ac24horas

Publicado

em

Depois que o jornalismo do ac24horas publicou a série especial de reportagens Mais Educação, não param de chegar denúncias de internautas sobre a situação precária das estruturas de escolas municipais, principalmente no município de Sena Madureira, para onde o governo do Estado garantiu ter enviado em 2011, mais de R$ 2,4 milhões que deveriam ser investidos na recuperação e reforma de 98 escolas municipais e estaduais.

Um professor que pediu para não ter seu nome publicado, temendo represálias da secretaria de educação, enviou um email com mais fotos e informações de escolas da Zona Rural do município administrado pelo prefeito Nilson Areal. Desta vez, mostrando a situação de uma escola que pegou fogo no ramal liberdade. Segundo o professor, os alunos da comunidade estão estudando em um chapéu de palha cedido por uma Igreja.
Veja o que diz o conteúdo enviado pelo leitor:

Olá Jairo
Muito interessante sua matéria.

Bem, Sou professor do quadro do estado e já andei por esse Acre em Alguns município (Cruzeiro do Sul, Feijó e Sena MAdureira) atualmente leciono na zona urbana de Sena Madureira.

Tenho algumas fotos de algumas escola do interior de Sena Madureira. Irei encaminhar no anexo.

A reportagem vai continuar mostrando a realidade das escolas do interior do Estado do Acre onde deveriam estar sendo investidos recursos do Proacre, uma das principais ações desenvolvidas pelo governo no setor de educação.

No início do ano, a Operação Limpidus, desencadeada pela Policia Civil, executou 24 mandados de busca e apreensão em Rio Branco, Porto Walter, Rodrigues Alves, Mâncio LIma, Cruzeiro do Sul e Marechal Thaumaturgo.

A investigação que iniciou há cerca de seis meses visa apurar infrações penais diversas supostamente praticadas por um conjunto de pessoas, entre servidores públicos municipais, empresários e membros da sociedade, que acabaram por compor uma verdadeira organização criminosa com o intuito de desviar recursos públicos para enriquecimento ilícito próprio, dinheiro oriundos do Proacre na ordem de R$ 1,2 milhão.

Em Sena Madureira, o caso vem sendo cobrado pela Câmara de Vereadores que tenta descobrir onde foram aplicados a montanha de dinheiro repassado para o Proacre.

LEIA TAMBÉM:
Retrato do abandono, escola de Epitaciolândia
Escola Estadual Antônio Pena, retrato preto e branco da educação

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas