Conecte-se agora

Ratos d´água agem á noite e saqueiam residência no 2º Distrito de Rio Branco

Publicado

em

Salomão Matos
Da redação de ac24horas
[email protected]

Apesar do patrulhamento constante da Policia Militar nas áreas alagadas, inclusive no período da noite, os conhecidos “Ratos d´agua” continuam atuando e roubando tudo o que foi deixado para trás pelas famílias alagadas e que tiveram de deixar seus imóveis e ir para os abrigos improvisados pelo prefeitura e o governo do estado.

Uma família que pediu para não ter seu nome divulgado, registrou queixa no 2º Departamento de Polícia que funciona por enquanto na Delegacia da Mulher na Via Chico Mendes, dando conta que na noite de ontem (23), os ladrões entraram em sua residência no bairro 15 e levaram praticamente toda mobília, entre TV, cama, vídeo game e tudo que puderam levar, inclusive o teto da casa coberta por alumínio

Até o momento, não há qualquer pista de quem possa ser os responsáveis pelo crime.

Acre

Plano Safra do Basa vai destinar R$ 9 bi para a Amazônia Legal

Publicado

em

O montante de R$ 9 bilhões é quanto o Banco da Amazônia (Basa) vai disponibilizar para o setor agropecuário amazônico, por meio do Plano Safra 2022/2023, que vai vigorar entre 1° de julho de 2022 e 30 de junho de 2023. O lançamento do novo Plano ocorrerá no dia 1º de julho, às 9 horas, no auditório Lamartine Nogueira, 15º andar, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Instituição.

No último plano Safra (21/22), o Basa aplicou R$ 9,68 Bi no agronegócio regional, valor 33,7% maior do que a safra anterior (20/21) onde foram aplicados R$ 7,24 Bi. De acordo com o gerente de Pessoas Físicas do Basa, Luiz Lourenço de Souza Neto, este desempenho foi muito acima da meta estabelecida. “Foram quase 2,7 bilhões acima da nossa meta, o que reforça a atuação do Banco para o fortalecimento do segmento na economia brasileira”, informou Luiz.

Para anunciar os recursos disponíveis para o Plano Safra 2022/2023 a serem aplicados na região, com as melhores taxas do mercado e condições de financiamento para impulsionar mais ainda o setor do agronegócio, o Banco vai realizar um evento híbrido (presencial e on-line) com a presença de Diretoria Executiva, do Governo do Estado do Pará, além de Instituições relacionadas ao Agronegócio, como o Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Federações, Associações, Assistências Técnicas, Sindicatos Rurais, dentre outros parceiros da Instituição.

Safra anterior

No que se refere ao Plano Safra 2021/2022, o Basa aplicou R$ 9,68 bilhões. Deste total, R$ 5,34 bilhões foram aplicados em pecuária e R$ 4,34 bilhões na agricultura. “Tivemos uma evolução de 33,7% em comparação ao ano safra anterior”, comentou o gerente executivo Luiz Lourenço. Nas últimas cinco safras, o Banco aplicou R$ 28 bilhões no agronegócio regional.

Agricultura Familiar

Dos R$ 9 bilhões destinados para movimentar a economia regional de toda a Amazônia Legal neste novo Plano Safra, R$ 5 bi serão destinados para a agricultura familiar, mini e pequenos produtores.

O Banco planeja a cada safra aumentar as aplicações. Por isso, vem facilitando o acesso por meio de linhas de investimentos do Pronaf, através do Basa Digital. “Como principais desafios para conseguir alcançar esses resultados no plano safra do Banco da Amazônia, destacamos o Basa Digital, que já contempla mais de 13 mil e 300 operações. Só nesse último plano safra, a gente contratou mais de R$ 179,8 milhões de crédito, em custeio agrícola, custeio pecuário e no PRONAF B”.

Na última safra, somente para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o Banco destinou mais de R$ 704 milhões, o que demonstra a atuação do Basa no crescimento da agricultura familiar na Amazônia. “A gente trabalha com muita dedicação pra desenvolver ferramentas novas, facilidades de acesso ao crédito, revisão de políticas, que permitam que o pequeno produtor possa ser atendido de maneira mais rápida, prática e objetiva e que o crédito consiga chegar nas mãos desse pequeno produtor rural principalmente”, comentou Luiz Lourenço.

Serviço:

Data: 1º de julho – sexta-feira

Início do evento: 9h

COLETIVA COM A IMPRENSA: 10H

Assunto: Basa lança o seu novo Plano Safra 2022/2023

Entrevistado: Valdecir Tose – presidente do Basa

Envio de perguntas: (91) 98568-7003 – Comunicação do Banco da Amazônia ou chat do YouTube.

Presencialmente e transmissão ao vivo pelo Youtube (bancoamazônia) no link: https://www.youtube.com/watch?v=H68CdgtZ3cQ

Continuar lendo

Acre

Fila de espera do Auxílio Brasil mais que dobrou em dois meses no Acre

Publicado

em

Levantamento atualizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre a demanda reprimida do Programa Auxílio Brasil (PAB) indica que entre março e abril deste ano a fila do Auxílio Brasil dobrou de tamanho no Acre, saindo de 6.447 para 13.022 famílias em apenas dois meses.

O aumento percentual é de 101,98% no período. Quase 28 mil pessoas esperam pelo benefício no Acre. Em novembro do ano passado, o número era maior: 36.109 acreanos estavam nessa fila no fim de 2021, período em que o Auxílio Brasil substituiu o Bolsa Família.

No País, a situação é a mesma: 2,7 milhões de famílias com perfil para receber os recursos ainda não foram contempladas. A fila de espera é considerada a maior desde novembro de 2021, quando o PAB substituiu o Programa Bolsa Família (PBF). O estudo da entidade municipalista também aponta um recorte com os dados consolidados por Estado e região.

A atualização do levantamento foi feita com base nos dados divulgados pelo Consulta, Seleção e Extração de Informações do CadÚnico (Cecad) até o mês de abril deste ano. Em novembro do ano passado, a demanda reprimida por família chegou a 3,1 milhões. O número também teve expressivo crescimento em relação a março de 2021, mês anterior à última atualização do Cecad, ocasião em que o volume de pessoas foi de 1,3 milhão. Quando é levado em conta o cenário por pessoa apta a receber o recurso, a quantidade também só é superada no período de novembro do ano passado, ocasião em que 6,3 milhões de cidadãos aguardavam o auxílio ante 5,3 milhões em abril deste ano.

Segundo o levantamento da CNM, o aumento pode ser explicado por alterações na matriz do programa, como ampliação da renda per capita para definição de extrema pobreza, que passou de R$ 89,00 para R$ 105,01; e pobreza, que passou de um intervalo de R$ 89,01 a R$ 178,00 para R$ 105,01 a R$ 210,00; assim como o benefício composição familiar, antes concebido no escopo do PBF nos benefícios variáveis, que cobria a faixa etária de 16 a 17 anos, e com o PAB passa a ser direcionado também a jovens de 18 a 21 anos incompletos.

Concessão de benefícios

Um dos dados que pode ajudar a compreender o crescimento da demanda reprimida foi o número de concessões de novos benefícios do PAB. De acordo com o levantamento da CNM, foram 41.196 novos beneficiários em abril de 2022, o segundo menor desde março do mesmo ano, quando o número chegou a 4.336. Já a maior ocorreu no mês de janeiro, com 3.046.911.

Continuar lendo

Acre

Agricultores denunciam órgãos ambientais em reunião com Petecão

Publicado

em

Na noite desta quarta-feira (29) o município de Brasileia, na região do Alto Acre, foi palco de mais uma edição do seminário “Construindo o Acre da inclusão e das oportunidades”, evento realizado pelo pré-candidato ao governo do estado, senador Sérgio Petecão (PSD-AC), que está percorrendo os municípios do Acre com sua comitiva, ouvindo propostas da população que serão incluídas em seu plano de governo.

Na ocasião, o parlamentar esteve acompanhado da pré-candidata a senadora da chapa, deputada federal Wanda Milani (PROS-AC), além de vários pré-candidatos a deputado e diversas lideranças políticas da região. O evento aconteceu no auditório do centro cultural de Brasiléia e também contou com a presença de representantes de diversos segmentos da população.

Entre os problemas levados ao conhecimento do senador e sua comitiva, os participantes apontaram as dificuldades que os moradores da zona rural estão enfrentando na região de Brasiléia, por conta da atuação de órgãos de fiscalização e controle ambiental que estariam ultrapassando os limites da lei e impedindo pequenos produtores de exercerem suas atividades naquela região.

Rosimar Menezes, morador da reserva Chico Mendes, no município de Brasiléia, afirma que “ existe um órgão chamado ICMBio que está nos impedindo de fazer aquilo que é o nosso sustento, que é plantar o nosso roçado. Nem para plantar para a nossa própria subsistência ninguém tem autorização, nossas atividades estão todas paradas porque ninguém consegue autorização para fazer nada, queremos um governo que olhe para o pequeno produtor também”, argumenta.

A população presente ao seminário também relatou prejuízos decorrentes do estado precário no qual se encontram muitos ramais da região, que não receberam manutenção nos últimos anos, deixando centenas de famílias praticamente isoladas. “Tem muitos ramais hoje que nem carroça de boi roda mais, prejudicando o escoamento da produção, impedindo o transporte escolar, e deixando a vida de quem mora na zona rural muito mais difícil, o que a gente quer dos governantes é só o nosso direito de ir e vir”, enfatiza a produtora rural Geralda Alencar, moradora da zona rural de Brasiléia.

Após ouvir os relatos da população o senador e pré-candidato ao governo, Sérgio Petecão, se comprometeu em estabelecer como prioridade em seu plano de governo a atenção às demandas da população da zona rural daquela região do estado. “Nós temos na região de todo o Alto Acre um potencial gigantesco para a agricultura, seja em pequena ou grande escala, e não podemos deixar de dar essa atenção a essa população. É uma obrigação do governo, junto com as prefeituras, garantir essa assistência nos ramais. E na questão ambiental, é inadmissível que esses problemas ainda sejam um dos principais entraves para esse nosso setor produtivo, eu acho que nós podemos sim sentar com todos os interessados e encontrar um meio termo, uma solução definitiva”, declarou Petecão.

O seminário “Construindo o Acre da inclusão e das oportunidades” já foi realizado em mais da metade dos municípios do estado, e até o início da campanha eleitoral deve chegar aos demais municípios. “Eu fico muito feliz de poder ouvir essas pessoas simples, pessoas humildes, que realmente sofrem, e eu tenho certeza que é ouvindo essa população que nós vamos poder construir um plano de governo que realmente atendam as necessidades do povo. Saio daqui com a sensação do dever cumprido e com o compromisso de contemplar todos esses anseios do nosso povo”, declarou o pré-candidato.

Continuar lendo

Acre

Governo divulga resultado final do concurso do Corpo de Bombeiros

Publicado

em

O governo publicou no Diário Oficial desta quinta-feira, 30, o resultado final do Exame Médico e Toxicológico, da investigação criminal e social e com isso, o resultado final do certame, que vai permitir a matrícula no curso de formação de aluno soldado da instituição militar.

A publicação informa ainda que o resultado da análise dos recursos contra o resultado  dos exames, serão divulgados no site do IBFC: www. ibfc.org.br.

A  lista com os nomes dos candidatos aptos à matrícula pode ser conferida a partir da página 35 do Diário Oficial.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!