Conecte-se agora

Em discurso, ministro das Cidades diz que veio ao Acre de bicão

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

A visita do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro pode não ter caráter oficial. Em discurso, na sede do Ciretran, nesta sexta-feira, 24, Ribeiro afirmou que sua vinda ao Acre não estava dentro da programação oficial do Governo Federal, para verificar a situação dos desabrigados no Estado.

Aguinaldo Ribeiro disse que teria decidido vir ao Acre, após uma conversa com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. “Em um conversa com o ministro Ribeiro, ele me convidou a visitar o Acre. Então, eu me enxeri e vim de bicão”, declarou.

Pela mesma situação passou o senador Sérgio Petecão (PSD), que não foi convidado pela assessoria do Governo do Acre, para a visita ministerial. Petecão recebeu um convite diretamente do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que em ligação telefônica na noite anterior pediu a participação do senador do PSD.

Sérgio Petecão falou durante o evento oficial do governador Tião Viana (PT), destacando que o momento seria de união dos blocos políticos em torno do problema dos desabrigados. “Neste momento não podemos valorizar siglas partidárias ou questões ideológicas. Vamos nos unir para colher as famílias que sofrem com o problema da enchente dos rios”, declara Petecão.

Ao final do evento, o senador de oposição agradeceu o convite de Fernando Bezerra e se colocou à disposição dos governantes do Estado, para ajudar nas demandas oficiais em Brasília.

Acre

Consumidores do Acre terão bandeira verde na conta de luz

Publicado

em

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira (24) a aplicação da bandeira verde para as tarifas de energia no mês de julho, sem complemento de cobrança na tarifa.

A bandeira, que sinaliza condições favoráveis de geração de energia elétrica, será válida para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional – a malha de transmissão de energia que cobre quase todo o território brasileiro.

Verde é a cor da bandeira nas faturas desses consumidores desde 16 de abril passado, quando terminou a vigência da Bandeira Escassez Hídrica, instituída pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG). Para os consumidores beneficiários da tarifa social, que não precisaram pagar a Bandeira Escassez Hídrica, a bandeira estabelecida pela ANEEL é verde desde dezembro de 2021.

Desde que as bandeiras foram criadas, elas geraram uma economia de R$ 4 bilhões aos consumidores de todo o país, porque evitam a incidência de juros sobre os custos de geração nos momentos menos favoráveis. Leia mais.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. Além disso, esse custo é pago de imediato nas faturas de energia, o que desonera o consumidor do pagamento de juros da taxa Selic sobre o custo da energia nos processos tarifários de reajuste e revisão tarifária. A Aneel estima que, desde que as bandeiras foram criadas, elas geraram uma economia de R$ 4 bilhões aos consumidores de todo o país, porque evitam a incidência de juros sobre os custos de geração nos momentos menos favoráveis.

Continuar lendo

Acre

Jovem é abordado por criminosos e ferido com dois tiros na Capital

Publicado

em

O jovem Mateus Felipe Silva, de 19 anos, vulgo “peteca” foi vítima de uma tentativa de homicídio após ser ferido a tiros na noite desta sexta-feira, 24, na Travessa Bem-te-vi, no bairro Novo Horizonte, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Mateus estava sentado na calçada com alguns amigos, quando dois homens não identificados se aproximaram em uma motocicleta modelo Honda Twister de cor azul e perguntaram por uma pessoa, cujo o vulgo é “peteca”, e em seguida um dos bandidos em posse de uma arma de fogo efetuou vários tiros na direção das vitimas, Mateus foi atingido com dois tiros, um que transfixou o braço e outro nas costas, vindo atingir a região do pulmão. Após a ação, a dupla fugiu na moto tomando rumo ignorado.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram a vítima já tinha sido encaminhada no babageiro de um veículo particular ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Segundo o médico plantonista, o estado de saúde de Mateus é grave.

Policiais Militares estiveram no local do crime, colheram umas cápsulas calibre (ponto 45) e fizeram patrulhamento na região em busca de prender os autores do crime, porém, não obtiveram êxito.

O caso será investigado pelos agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Acre

MPAC anuncia instalação da 2ª Promotoria Especializada de Saúde

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) anunciou a instalação da 2ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Saúde de Rio Branco. A proposta foi apresentada pelo procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento e aprovada, por unanimidade, pelo Colégio de Procuradores de Justiça durante a 6ª sessão plenária ordinária, nesta sexta-feira, 24.

Segundo o procurador-geral, a instalação da nova promotoria leva em consideração o número de feitos em andamento na 1ª Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, além da complexidade dos problemas de saúde pública.

“Como é do conhecimento de todos, o problema da saúde, em nosso Estado e em todo o Brasil, é extremamente grave, valendo destacar os recentes casos de morte de crianças em decorrência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Acre, o que já é objeto de investigação no Ministério Público”, disse.

O procurador-geral acrescentou que a nova promotoria é mais do que necessária, “notadamente diante da contínua e incessante premência de atuação firme e resolutiva, com vistas ao aprimoramento e fiscalização da oferta de serviços de saúde à população”.

Na mesma sessão, o Colégio de Procuradores de Justiça também aprovou a instalação da Promotoria de Justiça Cumulativa de Assis Brasil, Promotoria de Justiça Cumulativa de Capixaba e a desinstalação da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Rio Branco.

“Assim será possível que o Conselho Superior analise na próxima sessão a deflagração dos processos de remoção e promoção, garantindo a mobilidade na carreira a todos os membros do MPAC”, ressaltou.

Continuar lendo

Acre

Taxa de mortalidade infantil no Acre ainda é maior que média nacional

Publicado

em

Reportagem do portal Brasil 61 mostra que apesar de ter registrado redução nos últimos 20 anos, a taxa de mortalidade infantil no Acre – 16 óbitos por mil nascidos vivos – ainda é maior do que a média brasileira, que é de 13,3 mortes por mil nascidos vivos, segundo os dados mais recentes do Ministério da Saúde.

A melhora no índice entre 2000 e 2019 é atribuída pelas autoridades públicas ao aprimoramento dos serviços de Atenção Primária à Saúde, como pré-natal e acompanhamento da criança no primeiro ano de vida, mas o número de médicos especialistas ainda é considerado pequeno para atender a demanda da população do estado.

Ainda segundo a mesma fonte jornalística, hoje, o Acre conta apenas com sete ginecologistas-obstetras de um total de 5.350 que atendem na Atenção Primária, que corresponde aos atendimentos feitos pelas Unidades Básicas de Saúde, nos municípios. O número de pediatras é ainda menor: cinco em um universo de 5.699 em todo país.

Para se checar se os dados divulgados batem com a realidade dos municípios acreanos é necessário se fazer um levantamento junto a todas as secretarias municipais de saúde.

Na rede estadual, a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) diz que não é fácil de se fazer um levantamento de maneira imediata da quantidade de profissionais nessas áreas porque há profissionais efetivos que são contratados nessas especialidades e há os que possuem contratos temporários que não especificam a especialidade, mas que atuam como especialistas.

Reforço

Outra informação da matéria do portal Brasil 61 é de que, por meio do Programa Cuida Mais Brasil, os serviços de saúde no Acre ganham reforço de R$ 1,3 milhão em 2022 para fortalecer o atendimento materno-infantil no SUS, com inclusão de médicos pediatras, ginecologistas e obstetras na Atenção Primária.

O incentivo financeiro será feito em sete parcelas via Regiões de Saúde do Alto Acre, Baixo Acre e Purus e Juruá e Tarauacá/Envira.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!