Conecte-se agora

Evidências não se escondem

Publicado

em

Podem desmentir a vontade. Mas há sim um desconforto nas relações entre PSDB, PMDB e PSD. O PSDB sonhava ter Tião Bocalon como candidato único à prefeitura de Rio Branco e ganhar no primeiro turno. A entrada de Fernando Melo (PMDB) em cena melou a possibilidade. De público dizem estar tudo bem, não está. Podem negar, mas isso não muda a realidade dos bastidores.

Alvo principal
A nota tucana que o senador Sérgio Petecão (PSD) é o melhor político do mundo, é o mais puro jogo de cena, Petecão é o principal acusado nos bastidores de dividir a oposição.

Razão de ser
A mágoa tucana tem certa razão. Fernando só será candidato a prefeito graças ao processo de convencimento de Sérgio Petecão junto ao deputado Federal Fernando Melo (PMDB).

Remete a 2014
Essa situação toda remete a 2014, quando por força da candidatura Aécio Neves (PSDB) à presidência, os tucanos vão ter em Márcio Bittar seu candidato próprio ao governo do Acre.

Adversário futuro
E como Petecão (PSD) é também candidato irreversível ao governo, a eleição municipal, em que tucanos estarão de um lado e PMDB-PSD do outro, é um filme que se repetirá em 2014.

Uma verdadeira outra falsa
O presidente do diretório municipal do PT, André Kamai, disse na televisão que a aceitação do governo Tião Viana é muito alta. É verdade. E que o PT está num bom momento. É falso.

Polos distintos
Em qualquer roda, Tião sempre recebe elogios. Quando se fala em PT, a maioria esmagadora baixa o pau. E se Kamai fosse atento ao facebook, como diz ser, veria que o filme se repete.

Sem tamanho
É também de uma falta de substância política sem tamanho citar que o PT já ganhou eleição começando do zero. Ora, Kamai, são realidades diferentes, a “onda vermelha” já não existe.

Talvez, a mais dura
A eleição à PMRB, pelo desgaste do poder, talvez seja a mais dura que o PT já enfrentou.

Cheira a maracutaia
Esse é um comentário de quem nem conhece o prefeito Randinho (PMDB). O cheque fraudulento atribuído a ele cheira a maracutaia de adversários para não voltar ao cargo.

É só ir fundo
Quem viu o documento vazado à imprensa conta que a falsificação da assinatura do prefeito Randinho (PMDB) é algo grosseiro e por isso, merece uma investigação rigorosa do MPE.

Excesso de burrice
Seria até um excesso de burrice ele fora da prefeitura emitir um cheque de 124 mil reais, assinar e datar, produzindo provas contra ele num momento em que está no olho do furacão.

Briga política
Na verdade, tudo isso é pano de fundo da disputa pela prefeitura de Marechal Taumaturgo.

Fantasia delirante
Se há algo que é uma fantasia delirante é pensar num chapa puro sangue do PT na Capital.

Mais delirante
E mais delirante é colegas da televisão insistirem em duas candidaturas a prefeito na FPA.

Nome em alta
O deputado Astério Moreira (PRP) é um nome em alta nas mais fechadas esferas do PT.

Alto estilo
A deferência com que foi recebido pelo governador Tião Viana na plenária do PT é uma prova.

Prévias de fachada
O presidente do diretório municipal do PMDB, deputado Chagas Romão, nem esperou o resultado das prévias, e esta semana já comboiava Fernando Melo (PMDB) pelos bairros.

Ramadã
Abrahim Fahat, o “Lhé”, cumpre um Ramadã (jejum mulçumano) com a não escolha do deputado federal Sibá Machado (PT), seu candidato à PMRB.

Justiça se faça
A divulgação de um suposto “dossiê” contra o senador Petecão (PSD) tem sim DNA tucano, mas, justiça seja feita, nenhuma iniciativa partiu do Tião Bocalon (PSDB).

É oposição
Alguns deputados da base do governo acharam “duro” o discurso de ontem na abertura da Aleac do deputado Werles Rocha (PSDB). Ele é oposição, estranho seria elogiar o governo.

Papel da base
Equivale á oposição criticar a base do governo por seus deputados ressaltarem na tribuna as conquistas das administrações petistas de Jorge Viana, Binho Marques e Tião Viana.

Vira padaria
Parlamento sem contraditório não é parlamento, vira padaria, sorveteria, armazém de secos e molhados, por ser da essência da democracia o debate franco de idéias adversas.

Perdeu a ternura
O deputado Ney Amorim (PT) sempre foi duro na defesa do governo, mas elegante nas palavras. Ontem, saiu do trilho: ”este ano, com a oposição, do pescoço para baixo é canela”.

Palavras de Che
Deputado Ney Amorim, lembre-se do que disse Che Guevara: há que se endurecer, mas sem perder a ternura. Traduzindo: pode-se travar um debate duro, incisivo, mas no alto nível.

Dupla dinâmica
O secretário Antonio Monteiro e a deputada federal Antonia Lucia (PSC), assistiram ontem, juntos, a sessão da Aleac, e logo apelidados pelos jornalistas de “Batman e Mulher Maravilha”.

Versão ao vivo
Ontem, Antonia Lucia negou ao blog que esteja aderindo ao PT: “quero ganhar os meus recursos contra minha cassação, serei candidata a prefeita, e espero contar com seu voto”.

Viúvos da perpétua
Os colegas jornalistas Alan Rick, da TV-GAZETA, e Rutemberg Crispim, da GAZETA, são chamados pelos jornalistas que cobrem a Aleac de “Viúvos da Perpétua”, por insistirem, mesmo contra as evidências, que a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) tem que ser candidata à PMRB, mesmo contra o PT. A agonia de ambos vai acabar  no próximo dia 5.

Por Luis Carlos Moreira Jorge                                                           

Blog do Crica

Mailza mantém sua candidatura ao Senado e joga gasolina para apagar a fogueira do PP 

Publicado

em

O QUE ESTE BLOG já tinha dado em primeira mão esta semana, de que não estava no foco da senadora Mailza Gomes (PP),  desistir de disputar o Senado, mas sim manter a sua candidatura, recebeu a confirmação na noite de ontem (20) pelo vice-presidente do PP, prefeito Tião Bocalom, ao afirmar em entrevista ao ac24horas que, a candidatura da Mailza não tem volta, por ter o apoio dos prefeitos da sigla e da direção nacional do partido. Este cenário bate de frente com o anúncio feito ontem pelo governador Gladson Cameli ao ac24horas, de que a senadora Mailza Gomes (PP) estava fora do páreo e que a vaga de candidato a senador da sua chapa seria indicada pelo senador Márcio Bittar (União Brasil). 

O episódio mostra o clima de conflagração que existe hoje no PP, completamente dividido entre os querem expurgar a senadora Mailza Gomes (PP) para beneficiar a indicação da Márcia Bittar (PL), pelo senador Márcio Bittar (União Brasil); e os que defendem o direito da Mailza de buscar um novo mandato. O PP virou hoje uma central de intrigas por conta da indicação do candidato ao Senado do Gladson Cameli, onde os egos inflamados se engalfinham, e sem ter conseguido formar uma chapa dos sonhos para a Câmara Federal, que ficou mediana para o tamanho de um partido que se encontra no poder.

NÃO PRECISA DE OPOSIÇÃO

COM os assessores que tem no seu círculo palaciano mais fechado, envoltos em intrigas sórdidas para queimar companheiros na briga por espaços, o governador Gladson não precisa nem de oposição, pois, querelas internas detonam mais um governo que os opositores.

INFERNO ASTRAL

A BRIGA entre esses grupos deixou de ser meras discordâncias, mas baixou para os ataques chulos, pessoais, que ferem a honra, mais próprios para o linguajar dos botecos. Longe de um grupo queimar o outro, só prejudica o Gladson, porque lhe tira a paz de governar. E, o que mais um governador precisa é de paz. Ou o Gladson exerce a autoridade, ou a zorra continua.

DISCUTINDO O QUE NÃO EXISTE

O SAUDOSO ex-governador Jorge Kalume já dizia que, na política acreana não se faz previsão além de 24 horas, porque o futuro só a Deus pertence. E, o que se vê é um debate açodado, inócuo, sobre quem será o candidato a governador do grupo palaciano em 2026, quando nem ganharam a eleição de 2022. É o carro adiante dos bois.

CONFESSO QUE NUNCA VI

OLHE QUE tenho décadas no jornalismo político, mas nunca vi um cenário com tantas intrigas em uma sucessão estadual, como na sucessão do Gladson Cameli. Quem manda, impõe, é quem está no poder, e o Gladson não aprendeu essa simples lição. Por isso, a confusão toda.

CAMPANHA NAS BASES

O CANDIDATO a deputado estadual pelo PP, Cesário Braga, tem feito uma campanha baseada na escola antiga do ex-deputado Nilson Mourão e da ex-senadora Marina Silva, de firmar a candidatura nas bases partidárias tradicionais. E, ele conhece a velha guarda um por um.

APOIO DOS CACIQUES

O DEPUTADO federal Alan Rick (União Brasil) garantiu ontem ao BLOG já ter o aval da direção nacional do União Brasil para ser o candidato a senador pela sigla, com base de estar pontuando na cabeça em todas as pesquisas realizadas. Quer integrar a chapa do Gladson.

VAI PARA A JUSTIÇA

O DEPUTADO Luiz Gonzaga (PSDB) vai mesmo buscar o seu direito de disputar a reeleição na justiça. A direção do PSDB fechou questão em não lhe dar legenda.

COMENDO PELAS BEIRADAS

MINGAU quente se come pelas beiradas, é o que o ex-senador Jorge Viana (PT), está fazendo, com reuniões nos municípios. Enquanto os candidatos do poder se esgoelam, ele vende o peixe da sua candidatura ao Senado.

NÃO TEM RECUO

O DEPUTADO FEDERAL Flaviano Melo (MDB) me disse ontem não ter proposta que faça o partido se juntar com o governador Gladson, porque o parido vai comas candidaturas da Mara ao governo e Jéssica a senadora.

FESTA SEM GRAÇA

O PDT anunciou ontem numa festa que o partido apoiará o Gladson Cameli á reeleição. Festa sem graça. Novidade seria o PDT apoiar o a candidatura do Jenilson Leite (PSB) ao governo. É o que bisei aqui neste espaço, que o PDT fazia firula e caminharia com o Gladson. Ora, pois!

COMO VAI FICAR?

O DEPUTADO ROBERTO DUARTE (REPUBLICANOS) continua batendo forte no governador Gladson. Mas seu partido apoiará o governador. Como ficará o Roberto nessa história, ele que é candidato a deputado federal.

POUCO CASO

O CANDIDATO a deputado federal pelo REPUBLICANOS, Israel Milani, não está nem um pouco preocupado com sanções, vai acompanhar a mãe e candidata ao Senado, Vanda Milani, que estará na chapa o senador Petecão (PSD).

SEM ALTERNATIVA

O PT vai mesmo se engajar na candidatura do deputado Jenilson Leite (PSB) ao governo, não tem alternativa, já que o Jorge Viana (PT) disputará o Senado.

NÃO PREPARARAM QUADROS

O QUE acontece é que o PT passou 20 anos no poder no estado, e não formou quadros novos para disputas majoritárias. Fora o JV, o único que poderia disputar o governo é o Marcus Alexandre, mas ele será candidato a deputado estadual.

QUEM FALA A VERDADE?

O GRUPO do Gladson fala que ele tem o aval da direção nacional para tirar a candidatura ao Senado da Mailza Gomes. O grupo da Mailza diz ter aval da direção nacional para ela continuar candidata. Quem fala a verdade?

ANCÔRA FORTE

NÃO tirem de tempo a candidatura a deputada federal da Meire Serafim (União Brasil). Foi a deputada estadual mais votada da última eleição, e é ancorada no bom trabalho que faz o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim.

OUTRA QUE ESTÁ NA BRIGA

CONVERSANDO ontem com amigos de Cruzeiro do Sul que conhecem a realidade política do município, foi me dito que uma das candidaturas mais bem posicionadas na região para deputada federal, é a da Keiliane Cordeiro, esposa do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro.

BEM MAIS FRACA

COM o ex-prefeito Raimundo Angelim fora do jogo, a chapa de deputado federal da federação que engloba o PT-PCdoB-PV, ficou bem mais fraca, com tendência de fazer apenas um para a Câmara Federal.

BATEU O PESSIMISMO

A IMPRESSÃO que passa é que o presidente Bolsonaro deu a eleição como perdida, ou não estaria se insurgindo novamente contra as urnas eletrônicas, pelas quais se elegeu. Parece seguir a mesma batida do TRUMP.

FRASE MARCANTE

“Em política, até a raiva é combinada”.  Frase do saudoso ex-deputado federal, Ulysses Guimarães.

Continuar lendo

Blog do Crica

Mailza quebra o silêncio sobre sua candidatura ao Senado

Publicado

em

EM DECLARAÇÃO exclusiva ao BLOG DO CRICA, depois de longo silêncio, a senadora Mailza Gomes (PP) mandou ontem (20), às 23 horas e 50 minutos, a seguinte postagem sobre a manutenção da sua candidatura ao Senado: “Boa noite, Luís Carlos, minha base de apoio deseja que eu saia para o Senado. E trabalhei para isso, estou tentando construir essa candidatura da melhor forma com meu partido. Me afastei uns dias para tratamento de saúde, fiz uma cirurgia, retorno no início do próximo mês para essas definições junto com meu grupo, obrigado e um abraço”.

Traduzindo o texto: não pensa em retirar a sua candidatura ao Senado, como quer o governador Gladson Cameli. E agora. Como é que o boi vai dançar?

Mais política no BLOG DO CRICA

Continuar lendo

Blog do Crica

Gladson Cameli: “Alan Rick será meu candidato ao Senado”

Publicado

em

A FRASE acima foi enviada ao BLOG às 23 horas da noite desta sexta-feira (20), em uma mensagem do governador Gladson Cameli, após um jantar que reuniu o seu grupo político para discutir os nomes da sua chapa majoritária. A escolha do deputado federal Alan Rick (União Brasil), se deu pela sua boa colocação em todas as pesquisas.

A questão do vice ficou para ser decidida em outra oportunidade. Não foi explicado ao BLOG se o Alan Rick (União Brasil) integrará a sua chapa ou se o apoio é independente da senadora Mailza Gomes (PP) manter a sua candidatura a mais um mandato. Com isso fica descartado o apoio à candidatura da Márcia Bittar (PL) ao Senado.

Mais política no BLOG DO CRICA.

Continuar lendo

Blog do Crica

Um saco de gatos, o PP deixa Gladson de mãos amarradas

Publicado

em

INDAGA-SE muito qual será a chapa que o governador Gladson Cameli vai apresentar para disputar a reeleição. As especulações mais fortes passam pelos nomes do deputado federal Alan Rick (União Brasil) e pela Márcia Bittar (PL), para ocupar a vaga ao Senado. Mas nada disso avança enquanto não for decidido de forma oficial, se a senadora Mailza Gomes (PP) será candidata a um novo mandato ou sairá para deputada federal.

Os movimentos nos bastidores não mostram nenhuma inclinação da desistência da senadora Mailza, pelo contrário, quem tem conversado com ela nos últimos dias revelou ontem ao BLOG não ter no seu foco tentar uma vaga na Câmara Federal, porque todos os espaços de apoios na máquina governamental e mesmo juntos aos prefeitos do partido, já estão ocupados por outras candidaturas. A questão é mais complicada ainda, já que não depende da exclusiva vontade do governador Gladson a solução do problema, mas da senadora Mailza Gomes (PP). 

Mantendo a atual posição, os candidatos ao Senado Márcia Bittar (PL) e Alan Rick (PL) terão de buscar outras alternativas para a disputa fora de uma composição na chapa do governador Gladson Cameli, que estará de mãos amarradas. O PP está um saco de gatos com todos se arranhando.

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA

MAL ACABEI de fazer a nota acima quando me chegou a informação segura e de fonte altamente confiável, que a senadora Mailza Gomes (PP) reuniu o seu grupo, bateu o martelo e seguirá com a sua candidatura posta para buscar um novo mandato. O seu ex-chefe do gabinete, Artur Liborino, será candidato a deputado federal pelo PODEMOS. Com essa decisão, não tem mais como o governador Gladson Cameli colocar na sua chapa do Senado a Márcia Bittar (PL) ou o Alan Rick (União Brasil).

RESTA SABER

COM ESSE quadro definido, resta saber se o governador Gladson Cameli, na campanha, lhe colocará debaixo do braço ou tocará exclusivamente a sua candidatura à reeleição, já que não conseguiu lhe fazer desistir.

NÃO É EMPURRAR BÊBADO

DIRIGENTES lúcidos PP avaliam que, a sigla pode eleger um deputado federal, mas não será como empurrar bêbado ladeira abaixo. A chapa não é linear em votos.

CONTAS CORRETAS

SEGUNDO estas fontes, pelo menos três dos nove candidatos teriam de chegar ao patamar dos 15 mil votos cada, para os demais inteirar até chegar ao teto do coeficiente de 57 mil votos, e isso não é nada fácil.

NÃO TEM CONSENSO

CONVERSEI ontem com candidatos do União Brasil e REPUBLICANOS, e o que vi foi a falta de consenso para o senador Márcio Bittar (União Brasil) disputar o governo.

QUANTO MAIS CABRA, MAIS CABRITO

TOLICE a insurgência contra a candidatura do médico Fábio Rueda a deputado federal pelo União Brasil, vindo de fogo amigo, com o argumento que será privilegiado pela direção nacional. Ora, seu Zé Mané, quanto mais votos tirar, melhor para a legenda eleger mais deputados.

CONTAS DO ADVERSÁRIO

“A PERPÉTUA ALMEIDA caiu de 28 mil votos para 18 mil. O Léo de Brito caiu de 18 mil para 14 mil. E com o poder nas mãos. Agora, estão fora do poder”. Essa é a conta que fazem os apoiadores da candidatura do professor Cláudio Ezequiel (PSOL), para dizer que os diabos já não são tão feios como pintam, e que não assustam como antigamente. Apostam no fato de Ezequiel ter se projetado na greve dos professores.

CHAMEGO TARDIO

O ativista político Tião Bruzugu é um gozador nato, puxou um pouco do pai, o saudoso Martins Bruzugu. “O JV tá com um chamego comigo da porra. Eu queria esse cuidado nos últimos 20 anos, quando nunca fui abençoado”, disparou na sua fina ironia.

O OTIMISMO DO PETECÃO

“NUNCA disputei uma eleição tão fácil como essa para o governo, não sou de me enganar”. A afirmação é do candidato a governador, senador Sérgio Petecão (PSD).

UM NOME QUE DISPUTA

UM CANDIDATO QUE disputa com chance uma das vagas de deputado estadual, na forte chapa do PSD, é o ex-deputado Heitor Junior (PSD). Quando foi deputado, ele nunca abandonou os pacientes com hepatites.

FOI TUDO COMBINADO

A SAÍDA do Normando Sales (PSDB) para ser candidato a deputado federal pelos tucanos, foi tudo combinado com o prefeito Tião Bocalom. Tanto é assim que o Bocalom vai lhe apoiar, e deverá se engajar na sua candidatura. Em terra de muro baixo, tudo se sabe em pouco tempo.

UM TRABALHO BEM FEITO

ESTIVE observando algumas ruas recuperadas pelo prefeito Bocalom, e os serviços foram de qualidade, inclusive, com abertura para o escoamento das águas. Críticas têm de ser feitas, mas reconhecimento, também.

NA CHAPA DO PT

O EX-VEREADOR Marcelo Macedo deverá disputar uma vaga de deputado estadual, na chapa do PT. Marcelo é um quadro extremamente qualificado e soma na boa política.

FATO CONSUMADO

DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) para governador e Jorge Viana (PT) para senador, deverá ser a chapa da federação dos partidos de esquerda. Fora isso, é ilação política.

VIRA UMA BAGUNÇA

Politicamente, o REPUBLICANOS não está errado em exigir que o candidato a deputado federal Israel Milani (REPUBLICANOS) apoie a chapa majoritária defendida pela legenda. Como vai resolver a equação, já que a mãe do Israel, Vanda Milani, é candidata ao Senado na chapa do Petecão, é uma outra história. Isso vai render bafafá.

CAMPANHA MUITO FORTE

QUEM está com uma campanha muito forte e bem organizada na região do Alto Acre, é o ex-secretário municipal de Brasiléia, Tadeu Hassem, que terá o apoio da irmã e prefeita Fernanda Hassem, além dos Milanis.

VAI PARA O SEGUNDO TURNO

Só ou com aliados, não tenho a menor dúvida de que ainda num cenário de poucos partidos ao seu lado, o governador Gladson estará num eventual segundo turno.

TOLICE SEM TAMANHO

VEJO como uma tolice sem tamanho observações de que o Gladson, com a perda de aliados, não chegará ao segundo turno. Tem algo que pesa a ser favor, o carisma.

FRASE MARCANTE

“Deus ama o mundo por intermédio de nós”. Santa Tereza de Calcutá.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados

error: Conteúdo protegido!